Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

O Design de Informação na tradução dos métodos da Metadisciplina

Information Design in the translation of methods in Metadiscipline

Silva, Anna Lúcia dos Santos Vieira e; Carneiro, Alexander Catunda; Loureiro Júnior, Eduardo Américo Pedrosa; Calvet, Lya Brasil; Furtado, Victor Silva Morais;

Artigo completo:

A Metadisciplina é uma abordagem pedagógica que entra em consonância com as metodologias ativas de ensino e aprendizagem a partir de três áreas: o Design, a Didática e a Semiótica. Sua configuração foi elaborada em processo, enquanto foi aplicada, durante quatro anos de pesquisa-ação (2014 - 2018). Dos fundamentos, o Design traz os conceitos de Metaprojeto (Moraes, 2010), Design Centrado no Ser Humano (HCD, IDEO, 2009) e Metadesign (Vassão, 2010). Da Didática (Martins, 1993), vêm os conceitos de objetivos (Bloom et al, 1972), de metodologia (Nérici, 1973) e de avaliação (Turra, 1975). A Semiótica oferece a estrutura conceitual e organizacional, advinda das categorias fenomenológicas: primeiridade, secundidade e terceiridade (Santaella, 2008). Atualmente, a pesquisa está voltada à organização das informações coletadas a fim de produzir um livro, de modo a difundir a abordagem. Durante a elaboração do livro, a maneira mais eficaz de representar o método da Metadisciplina se apresenta como um problema a ser solucionado. O material obtido a partir desta tradução está inserido em um sistema de Design de Informação que abrange toda a comunicação visual da Metadisciplina: cada elemento da abordagem é identificado através de cores específicas, bem como as relações entre eles, representadas pela mistura de cores. Na visualização da metodologia e dos métodos, este sistema é empregado não somente para uma difusão efetiva da abordagem, mas também na estruturação dos conceitos e na aplicação em recursos didáticos. Dessa forma, o Design de Informação organiza, traduz e apresenta os conceitos e o método da Metadisciplina.

Artigo completo:

The Metadiscipline is a pedagogical approach in accordance with active teaching-learning methodologies through three areas: Design, Semiotics, and Didactics. Its configuration was elaborated in process, while it was applied, throughout four years of research-action (2014 - 2018). Regarding the fundamentals, Design brings the concepts of Metaproject (Moraes, 2010), Human Centered Design (HCD, IDEO, 2009), and Metadesign (Vassão, 2010). Didactics delivers the concepts of goals (Bloom et al, 1972), methodology (Nérici, 1973) and evaluation (Turra, 1975). Semiotics offers the conceptual and organizational structure, arising from the phenomenologic categories: firstness, secondness, and thirdness (Santaella, 2008). Currently, the research’s focus is the organization of the obtained information in order to produce a book, aiming to diffuse the approach. During the elaboration of the book, the most efficient way to represent the Metadiscipline’s method presents itself as a problem to be solved. The material produced through this translation is inserted in a Information Design system that covers all visual communication of the Metadiscipline: each element of the approach is identified through specific colors, as well as the relations between them, represented by color mixtures. In the visualization of the methodology and the methods, this system is exploited not only for an effective diffusion of the approach, but also in the structuration of concepts and in the application of didactic resources. Therefore, Information Design organizes, translates and presents the concepts and the method of Metadiscipline.

Palavras-chave: metadisciplina, metodologia participativa, design de informação,

Palavras-chave: metadiscipline, participatory methodology, information design,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-2.0112

Referências bibliográficas
  • [1] Bloom, B.S., Engelhart, M.D., Furst, E.J., Hill, W.H. & Krathwohl, D.R. (1972). Taxionomia de objetivos educacionais. Porto AIegre: Globo.
  • [2] Cavalcante, R., & Góis, C. W. D. L. (2015). Educação Biocêntrica: ciência, arte, mística, amor e transformação. Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora.
  • [3] Freitas, L. & Freitas, C. (2003). Aprendizagem Cooperativa. Porto: Edições Asa.
  • [4] IDEO. (2009). HCD - Human Centered Design: kit de ferramentas. EUA: Ideo.
  • [5] Krippendorf, K. (2000). Design centrado no ser humano: uma necessidade cultural. Associação de Ensino de Design do Brasil, 8 (3), 87-98.
  • [6] Moraes, D. (2010). Metaprojeto: o design do design. São Paulo: Blucher.
  • [7] Nérici, I. G. (1973). Métodos e técnicas de ensino. Em I. G. Nérici, Metodologia do ensino superior, (pp. 204-207). Rio de Janeiro: Fundo de Cultura.
  • [8] Martins, P. L. O. (1993). Didática teórica/Didática prática. São Paulo: Edições Loyola.
  • [9] Santaella, L. (2008). Semiótica aplicada. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.
  • [10] Thiollent, M. (2009). Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez.
  • [11] Toledo, R. F. & Jacobi, P. R. (2013). Pesquisa-ação e educação: compartilhando princípios na construção de conhecimentos e no fortalecimento comunitário para o enfrentamento de problemas. Revista de Ciência da Educação, 34 (122), 155-173.
  • [12] Tripp, D. (2005). Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, 31 (3), 443-466.
  • [13] Torres, P. (2004). Laboratório on-line de aprendizagem: uma proposta crítica de aprendizagem colaborativa para a educação. Tubarão: Unisul.
  • [14] Turra, C. M. G. & Ribeiro, N. P. (1975). Planejamento de ensino e avaliação. Porto Alegre: PUC/EMMA.
  • [15] Vassão, C. A. (2010). Metadesign: ferramentas, estratégias e ética para a complexidade. São Paulo: Blucher.
Como citar:

Silva, Anna Lúcia dos Santos Vieira e; Carneiro, Alexander Catunda; Loureiro Júnior, Eduardo Américo Pedrosa; Calvet, Lya Brasil; Furtado, Victor Silva Morais; "O Design de Informação na tradução dos métodos da Metadisciplina", p. 714-725 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-2.0112

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações