Resumo - Open Access.

Idioma principal

O DESIGN CENTRADO NO HUMANO APLICADO: A UTILIZAÇÃO DA ABORDAGEM EM DIFERENTES PROJETOS E ETAPAS DO DESIGN

Harada, Fernanda Jordani Barbosa; Chaves, Iana Garófalo; Crolius, Wilhelmina Adams; Fletcher, Valerie; Schor, Paulo;

Resumo:

Atualmente o design, seja no âmbito da pesquisa ou na atuação profissional, vem abordando e considerando diversos fatores de natureza sócio culturais tais como os psicológicos e antropológicos. Ao analisar os recentes estudos e caminhos de desenvolvimento do design , é possível observar uma convergência dos mesmo s para aspectos relacionados aos indivíduos, sejam estes os usuários, ou as pessoas envolvidas na relação usuário-objeto . Dessa forma, cada vez mais o desenvolvimento de produtos aponta para a atenção aos aspectos humanos em seus projetos, sendo o Design Centrado no Humano (DCH) uma abordagem possível de auxiliar no atual cenário e suas complexidades. Com o intuito de difundir recentes experiências que vem sendo realizadas com o aporte dessa abordagem, o presente artigo tem como objetivo apresentar três experiências distintas de pesquisas e projetos que os autores conduziram e participaram, e que contou com o aporte do DCH. As experiências relatadas contam com diferentes métodos aplicados em distintas etapas projetuais, sendo a primeir a a aplicação de métodos com crianças e stakeholders para coletar dados e possibilitar a definição de diretrizes para o projeto de óculos infantil ; a segunda um projeto com foco no aprimoramento do transporte público da cidade de Cambridge/MA para passageiros idosos; e a terceir a o projeto de um produto partindo desde a compreensão do problema da autoadministração de medicamentos por idosos com baixa visão e cegueira, a criação de uma solução e avalia ção de sua usabilidade. Os três projetos de monstram como a s possibilidade s de atuação do DCH são diversas, e potencializadas quando envolvem diferentes disciplinas e expertises. Dessa forma, o compartilhamento das experiências contribui para o enriquecimento de repertório do designer que almeja utilizar essa abordagem em seus projetos e pesquisas .

Artigo selecionado para publicação na REVISTA D (http://seer.uniritter.edu.br/index.php/revistadesign)  

Resumo:

Palavras-chave: Design de produto; Design Centrado no Humano; Design Centrado no Usuário ; Metodologias em Design,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0107

Referências bibliográficas
  • [1] ABRAS, Chadia; MALONEY-KRICHMAR, Diane; PREECE, Jenny. User-Centered Design. In BAINBRIDGE, W. Berkshire Encyclopedia of Human-Computer Interaction: When Science Fiction Becomes Science Fact. V.2 Thousand Oaks: Sage Publications, 2004. 763-768p.
  • [2] BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 3ª reimp. da 1ª edição. São Paulo: Almedina, 2011.
  • [3] BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2012.
  • [4] BAXTER, Mike. Projeto de Produto: Guia Prático para o Design de Novos Produtos. São Paulo: Editora Blücher, 2011.
  • [5] BONSIEPE, Gui. Design, cultura e sociedade. São Paulo: Blucher, 2011.
  • [6] BROWN, Tim. Design thinking - uma metodologia poderosa para detectar o fim das velhas idéias. Brasil: Editora Elsevier, 2010.
  • [7] CHAVES, Iana. G.; BITTENCOURT, João Paulo; TARALLI, Cibele H. O Design Centrado no Humano na Atual Pesquisa Brasileira - Uma Análise Através das Perspectivas de Klaus Krippendorff e da IDEO. Revista Holos, Natal, v.6, p.213 - 225, 2013.
  • [8] CONNELL, Bettye R. et al. The Principles of Universal Design. Disponível na internet em: < https://www.ncsu.edu/ncsu/design/cud/pubs_p/docs/poster.pdf> Acessado em maio de 2016.
  • [9] D.School. Institute of Design at Stanford. Disponível em: Acesso em maio 2016.
  • [10] DANTAS, Denise. Procedimentos projetuais para o design centrado no usuário aplicados ao ensino de projeto de produto. In: IX Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. 2010, São Paulo. Anais... São Paulo: Blücher e Universidade Anhembi Morumbi, 20 p. 2638-2646
  • [11] DE MORAES, Dijon. Metaprojeto: o design do design. São Paulo: Blucher 2010.
  • [12] EIKHAUG, O. et al. Innovating with people: The business of Inclusive Design. Oslo: Norsk Designrad, Norwegian Design Council, 2010.
  • [13] FLETCHER, Valerie. Consequential Design. National Endowment for the Arts. Disponível na internet em: < https://www.arts.gov/art-works/2014/consequential-design>. Acessado em maio de 2016.
  • [14] ______. Inclusive/Universal Design, People at the Center of the Design Process. In: KANAANI, M. e KOPEC, D. (Eds.). The Rutledge companion for architecture design and practice. New York: Routledge, 2016. p. 252-267
  • [15] FROYEN, Hubert. Universal Design, a methodological approach, a pathway to human-friendly and elegant architecture. Hasselt, Belgium: Institute for Human Centered Design - IHCD, 2012.
  • [16] GIACOMIN, Joseph. What is Human Centered Design? In: X Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. 2012, São Luís-MA, Anais. São Luís: EDUFMA, 2012. p.148-161.
  • [17] HUSSEIN, Ashatu. The use of Triangulation in Social Sciences Research: Can qualitative and quantitative methods be combined?.Journal of Comparative Social Work, v.1, n.1, p.1-12, 2009.
  • [18] KEINONEN, Turkka K. Protect and Appreciate – Notes on the Justification of User-Centered Design. International Journal of Design. 4(1), p.17-27, 2010.
  • [19] KRIPPENDORFF, Klaus. Propositions of Human-centeredness: A Philosophy for Design. In: DURLING, D.; FRIEDMAN, K. (Eds.). Doctoral Education in Design: Foundations for the Future. Staffordshire (UK): Staffordshire University Press, 2000.p.55-63.
  • [20] KUROSU, Masaaki.; KASHIMURA, Kaori. Apparent Usability vs. Inherent Usability: Experimental Analysis on the Determinants of the Apparent Usability. Proceedings CHI '95 Conference Companion : p.292 - 293, 1995.
  • [21] KOSKINEN, Ilpo; BATTARBEE, Katja. Introduction to user experience and empathic design. In: KOSKINEN, I.; MATTELMAKI, T.; BATTARBEE, K. Empathic Design User experience in product design. Finland: IT Press, p.37-50, 2003.
  • [22] LEEDY, Paul; ORMROD, Jeanne. Pratical Research. Planning and design. 8ed. New Jersey: Pearson, 2005.
  • [23] MUNARI, Bruno. Das coisas nascem coisas. São Paulo: Martins Editora, 2008.
  • [24] NORMAN, D. Emotional Design: Why we love (or hate) everyday Things. New York: Basic Books, 2004.
  • [25] PARRISH, Patrick. Design as storytelling. Tech Trends, v.50, n.4, p.72-82, 2006.
  • [26] PATTON, Michael Q. Qualitative Research & Evaluation Methods. 3rd ed. United States of America: Sage Publications, Inc., 2001.
  • [27] POSTMA, Carolien et al. Challenges of Doing Empathic Design: Experiences from Industry. International Journal of Design. 6(1), p.59-70, 2012.
  • [28] QUIVY, Raynond; CAMPENHOUDT, Luc Van. Manual de Investigação em Ciências Sociais. 2ed. Col. Trajectos: nº 17. Lisboa: Gradiva, 1998.
  • [29] RISJORD, Mark; MOLONEY, Margaret; DUNBAR, Sandra. Methodological Triangulation in Nursing Research. Philosophy of the Social Sciences, v.3l., n. 1, p. 40-59, 2001.
  • [30] RUBIN, Jeffrey.; CHISNELL, Dana. Handbook of usability testing second edition: how to plan, design, and conduct effective tests. Indianapolis: Wiley Publishing, Inc., 2008.
  • [31] RUSSO, Beatriz; HEKKERT, Paul. Sobre amar um produto: os princípios fundamentais. In: MONT’ALVÃO, C.; DAMAZIO, V.(orgs.). Design Ergonomia Emoção. Rio de Janeiro: Mauad X: FAPERJ, 2008. p. 31-48.
  • [32] SURI, Jane F. Empathic design:Informed and inspired by other people’s experience. In: KOSKINEN, I. B. e K.MATTELMÄKI, T. (Ed.). Empathic design: User Experience in Product Design. Helsinki, Finland: IT Press, 2003. p.51-58
  • [33] UNGER, Russ; CHANDLER, Carolyn. A project guide to UX Design. For user experiences designers in the field and in the making. 2nd. Ed. Berkeley: New Riders, 2012.
  • [34] WHO, W. H. O. International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) 2001.
Como citar:

Harada, Fernanda Jordani Barbosa; Chaves, Iana Garófalo; Crolius, Wilhelmina Adams; Fletcher, Valerie; Schor, Paulo; "O DESIGN CENTRADO NO HUMANO APLICADO: A UTILIZAÇÃO DA ABORDAGEM EM DIFERENTES PROJETOS E ETAPAS DO DESIGN", p. 1254-1266 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0107

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações