Artigo - Open Access.

Idioma principal

O conflito entre acionistas e gestores e o caso da Petrobrás

Loural, Marcelo Sartorio; Ferrari, Vinícius Eduardo;

Artigo:

O presente artigo tem por objetivo analisar o caso da Petrobrás noperíodo recente à luz da teoria sobre as disputas entre proprietários egestores em torno do controle das organizações produtivas de capital aberto.Foram observados nos últimos anos posicionamentos estratégicos distintos porparte da empresa em questão. Até 2013 prevaleceu uma estratégia agressiva deinvestimentos, que deu lugar à priorização dos retornos de curto prazo a seusacionistas e à venda de ativos fixos (desinvestimento). Dada a importância daPetrobrás para a economia brasileira, o trabalho conclui que tal mudança deestratégia pode ter impactos bastante negativos no longo prazo. 

Artigo:

Palavras-chave: Petrobrás; valor ao acionista; investimento.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/enei2018-71

Referências bibliográficas
  • [1] BELLUZZO, L.G. Prefácio. In:__ CHESNAIS, F. A Finança Mundializada. São Paulo: Bom tempo, 2005. BERLE, A. & MEANS, G. (1932). A moderna sociedade anônima e a propriedade privada. São Paulo: Abril Cultural, 1984. (Os economistas). BRAGA, J.C.S. Financerização Global: o padrão sistêmico de riqueza do capitalismo contemporâneo. In: Fiori, J. L; Tavares, M. C. (orgs) Poder e Dinheiro uma economia política da globalização. Petrópolis: Editora Vozes, p.195-242, 1997. CROTTY, J. The Effects of Increased Product MarketCompetition and Changes in Financial Markets on the Performance of Nonfinancial Corporations in the Neoliberal Era. Working Paper Series University of Massachusetts. Amherst, n.44, p. 1-41, 2002. ECONOMÁTICA. Base de dados. Vários anos. FAMA, R. & BARROS, L. Q de Tobin e seu uso em finanças: aspectos metodológicos e conceituais. In: Cadernos de Pesquisa em Administração v. 7, no. 4. São Paulo, 2000. GALBRAITH, J.K. O novo estado industrial. 3a. edição. São Paulo: Nova Cultural, 1983. HOBSON, J. A Evolução do Capitalismo Moderno. São Paulo: Abril S.A., 1983. JENSEN, M.C. O Eclipse da Corporação de Capital Aberto. In: Montgomery, A.C; Porter, M.E. (orgs) Estratégia: a busca da vantagem competitiva. Rio de Janeiro: Campus, p.441-448, 1989. LAZONICK, W; O´SULLIVAN, M. Maximizing Shareholder Value: A New Ideology of Corporate Governance. Economy and Society, n.29, vol.1,p.13-35, 2000. PENROSE, E. A teoria do crescimento da firma. Campinas: Editora Unicamp, 2006. Pesquisa Industrial Anual (PIA). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Vários anos. PETROBRÁS. Relatório anuais. Vários anos. RELAÇÃO ANUAL DE INFORMAÇÕES SOCIAIS (RAIS) – Ministério do Trabalho e Emprego – vários anos. ROCHA, M. A. M. da. Estrutura de capital e sistemas nacionais de governança: um estudo a partir da privatização do setor petroquímico brasileiro. Campinas: Unicamp, 2009 (tese de doutorado). WOLFE, R.M. Business R&D Performed in the United States Cost $291 Billion in 2008 and $282 Billion in 2009. National Science Foundation, 2012. Disponível no sítio: http://www.nsf.gov/statistics/infbrief/nsf12309/nsf12309.pdf
Como citar:

Loural, Marcelo Sartorio; Ferrari, Vinícius Eduardo; "O conflito entre acionistas e gestores e o caso da Petrobrás", p. 1294-1313 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2018-71

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações