Dezembro 2020 vol. 7 num. 3 - VIII Simpósio de Engenharia de Produção

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

NORMAS ISO NÃO CERTIFICÁVEIS QUE APOIAM A ISO 9001:2015: PROPOSIÇÃO DE MODELO DE UTILIZAÇÃO E GERENCIAMENTO

NORMAS ISO NÃO CERTIFICÁVEIS QUE APOIAM A ISO 9001:2015: PROPOSIÇÃO DE MODELO DE UTILIZAÇÃO E GERENCIAMENTO

Ferreira, Maria Helena Lasserre; Melo, Renata Maciel de;

Artigo completo:

Para que um Sistema de Gestão da Qualidade possa ser implementado, funcionar em plenitude e atender a seus objetivos é necessária a participação, esforço e planejamento de todos aqueles que compõem a organização. A certificação ISO 9001 demonstra ao mercado que as organizações atendem padrões internacionais. Isto representa, em algumas situações, um fator de diferenciação frente a seus concorrentes ou fator de qualificação para estar apto a entrar no mercado. Logo, muitas empresas apresentam dificuldade de adequação às exigências da ISO 9001. Com a finalidade de auxiliar a organização a utilizar Normas ISO ligadas a qualidade, esse trabalho tem como objetivo propor um modelo de utilização e gerenciamento baseado nas normas ISO não certificáveis (aqui também tratadas por normas ISO de Apoio) que dão suporte à ISO 9001:2015, por meio da Metodologia de Sistemas Soft de Checkland como suporte para o delineamento do modelo. Estas normas ISO de apoio vêm ganhando espaço ao ficar claro o potencial de transformação para as organizações, já que elas são um detalhamento de pontos importantes de um SGQ.

Artigo completo:

Para que um Sistema de Gestão da Qualidade possa ser implementado, funcionar em plenitude e atender a seus objetivos é necessária a participação, esforço e planejamento de todos aqueles que compõem a organização. A certificação ISO 9001 demonstra ao mercado que as organizações atendem padrões internacionais. Isto representa, em algumas situações, um fator de diferenciação frente a seus concorrentes ou fator de qualificação para estar apto a entrar no mercado. Logo, muitas empresas apresentam dificuldade de adequação às exigências da ISO 9001. Com a finalidade de auxiliar a organização a utilizar Normas ISO ligadas a qualidade, esse trabalho tem como objetivo propor um modelo de utilização e gerenciamento baseado nas normas ISO não certificáveis (aqui também tratadas por normas ISO de Apoio) que dão suporte à ISO 9001:2015, por meio da Metodologia de Sistemas Soft de Checkland como suporte para o delineamento do modelo. Estas normas ISO de apoio vêm ganhando espaço ao ficar claro o potencial de transformação para as organizações, já que elas são um detalhamento de pontos importantes de um SGQ.

Palavras-chave: Sistemas de Gestão da Qualidade, Normas ISO, Metodologia de Sistemas Soft de Checkland.,

Palavras-chave: Sistemas de Gestão da Qualidade, Normas ISO, Metodologia de Sistemas Soft de Checkland.,

DOI: 10.5151/viisimep-315720

Referências bibliográficas
  • [1] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2001). NBR ISO 10015: Diretrizes para treinamento. Rio
  • [2] de Janeiro.
  • [3] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2005). NBR ISO 10002: Diretrizes para o tratamento de
  • [4] reclamações nas organizações. Rio de Janeiro.
  • [5] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2005). NBR ISO 10007: Guia sobre técnicas estatísticas
  • [6] para ABNT NBR ISO 9001:2000. Rio de Janeiro.
  • [7] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2006). NBR ISO 10006: Sistemas de gestão da qualidade –
  • [8] Diretrizes para a gestão da qualidade em empreendimentos. Rio de Janeiro.
  • [9] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2007). NBR ISO 10019: Diretrizes para a seleção de
  • [10] consultores de Sistema de Gestão da Qualidade e uso de seus serviços. Rio de Janeiro.
  • [11] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2008). NBR ISO 10014: Diretrizes para a percepção de
  • [12] benefícios financeiros e econômicos. Rio de Janeiro.
  • [13] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2013). NBR ISO 10004: Satisfação do cliente – Diretrizes
  • [14] para monitoramento e medição. Rio de Janeiro.
  • [15] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2015). NBR ISO 9001: Sistemas de gestão da qualidade:
  • [16] requisitos. Rio de Janeiro.
  • [17] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2018). NBR ISO 9004: Gestão da qualidade – Qualidade
  • [18] de uma organização – Orientação para alcançar o sucesso sustentado para o sucesso sustentado. Rio de Janeiro.
  • [19] Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2018). NBR ISO 19011- Diretrizes para auditoria de
  • [20] sistemas de gestão. Rio de Janeiro.
  • [21] BOYS, Kathryn A.; WILCOCK, Anne E.. Improving integration of human resources into quality management
  • [22] system standards. International Journal Of Quality & Reliability Management. 2014, vol. 31, n. 7, p.738-
  • [23] 750, 29 jul. 2014. Emerald. http://dx.doi.org/10.1108/ijqrm-07-2012-0107.
  • [24] BOYS, Kathryn; KARAPETROVIC, Stanislav; WILCOCK, Anne. Is ISO 9004 a path to business
  • [25] excellence? International Journal Of Quality & Reliability Management. 2004, vol. 21, n. 8, p.841-860, out.
  • [26] 2004. Emerald. http://dx.doi.org/10.1108/02656710410551737.
  • [27] CHECKLAND, P. B. Towards a systems-based methodology for real-world problem solving. System
  • [28] Engineering. 1972, vol. 3, n. 2, winter. 1972.
  • [29] HUGHES, Susan; KARAPETROVIC, Stanislav. ISO 10002 Complaints Handling System: a
  • [30] study. International Journal Of Quality & Reliability Management. 2006, vol. 23, n. 9, p.1158-1175, dez.
  • [31] 2006. Emerald. http://dx.doi.org/10.1108/02656710610704258.
  • [32] KARAPETROVIC, S.; WILLBORN, W.. ISO 9000 Quality Management Standards and Financial Investment
  • [33] Services. The Service Industries Journal. 2001, v. 21, n. 2, p.117-136, abr. 2001. Informa UK Limited.
  • [34] http://dx.doi.org/10.1080/714005025.
  • [35] MAEKAWA, Rafael; CARVALHO, Marly Monteiro de; OLIVEIRA, Otávio José de. Um estudo sobre a
  • [36] certificação ISO 9001 no Brasil: mapeamento de motivações, benefícios e dificuldades. Gestão & Produção.
  • [37] São Carlos, 2013, vol. 20, n. 4, p.763-779. 2013.
  • [38] MURMURA, Federica; BRAVI, Laura. Empirical evidence about ISO 9001 and ISO 9004 in Italian
  • [39] companies. The Tqm Journal. 2017, vol. 29, n. 5, p.650-665, 14 ago. 2017. Emerald.
  • [40] http://dx.doi.org/10.1108/tqm-11-2016-0097.
  • [41] RUSSELL, J.P. Use ISO 9004 to improve performance. Quality Progress. 2003, Vol. 36 No. 5, pp. 99-
  • [42] 101.2003.
  • [43] RIBIÈRE, Vincent M.; KHORRAMSHAHGOL, Reza. Integrating Total Quality Management and Knowledge
  • [44] Management. Journal Of Management Systems. 2004, vol. 16, n. 1, p.39-54, 2004.
  • [45] SILVA, Avanilton Marinho da; MELO, Renata Maciel de. Uma abordagem multicritério para a seleção de
  • [46] serviços de consultoria e certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade. Gestão & Produção. 2017, vol. 25,
  • [47] n. 1, p.160-174, 28 set. 2017. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0104-530x2753-16.
  • [48] SILVA, Gisele Cristina Sena da; MEDEIROS, Denise Dumke de. Metodologia de Checkland Aplicada à
  • [49] Implementação da Produção Mais Limpa em Serviços. Gestão & Produção. 2006, v. 13, n. 3, p.411-422, 2006
  • [50] WECKENMANN, Albert; AKKASOGLU, Goekhan; WERNER, Teresa. Quality management – history and
  • [51] trends. The Tqm Journal. 2015, vol. 27, n. 3, p.281-293, 13 abr. 2015. Emerald. http://dx.doi.org/10.1108/tqm11-2013-0125.
  • [52] WILCOCK, A. et al. Use of ISO 9004: 2000 and other business excellence tools in Canada. International
  • [53] Journal Of Quality & Reliability Management. 2006, vol. 23, n. 7, p.828-846, ago. 2006. Emerald.
  • [54] http://dx.doi.org/10.1108/02656710610679833.
  • [55] ZAKERIAN, Mohsen et al. Studying the Items of Morning Reports based on ISO 10015 Standard in Teaching
  • [56] Hospitals of Mashhad University of Medical Sciences. International Journal Of Pediatrics. 2017, v. 5, n. 8,
  • [57] p.5587-5595, ago. 2017. Mashhad University of Medical Sciences. http://dx.doi.org/10.22038/ijp.2017.9042.
Como citar:

Ferreira, Maria Helena Lasserre; Melo, Renata Maciel de; "NORMAS ISO NÃO CERTIFICÁVEIS QUE APOIAM A ISO 9001:2015: PROPOSIÇÃO DE MODELO DE UTILIZAÇÃO E GERENCIAMENTO", p. 1785-1802 . In: Anais do VIII Simpósio de Engenharia de Produção . São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/viisimep-315720

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações