Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Metodologias ativas no ensino superior: estudo de caso do Programa EDUCALAB do Centro Universitário Estácio de Santa Catarina

Metodologias ativas no ensino superior: estudo de caso do Programa EDUCALAB do Centro Universitário Estácio de Santa Catarina

Pereira, Priscila Monteiro;

Artigo:

Na busca por uma pedagogia que desenvolva o protagonismo do aluno, a interação colaborativa e competências empreendedoras, cabe às instituições de ensino criar estratégias que mobilizem a comunidade docente em um processo de construção coletiva de metodologias didático-pedagógicas inovadoras. Esse movimento requer significativa transição do papel do professor, em que pese o desajuste das práticas da educação formal para o desenvolvimento das competências necessárias para o séc. XXI. Este trabalho tem como propósito descrever as estratégias adotadas no âmbito do Programa Educalab, do Centro Universitário Estácio de Santa Catarina, para a mobilização do corpo docente rumo à implementação de metodologias educacionais inovadoras. O trabalho consiste em uma pesquisa descritiva e documental, voltada à observação, registro e correlação entre fatos e dados coletados na análise do estudo de caso concreto. A pesquisa é do tipo aplicada e empírica, e propõe-se a verificar uma teoria em uma realidade observável. A sua abordagem é qualitativa e pretende verificar se as ações e estratégias implementadas pelo Programa Educalab redundou em expressiva incorporação das metodologias ativas pelos docentes da instituição.

Artigo:

Na busca por uma pedagogia que desenvolva o protagonismo do aluno, a interação colaborativa e competências empreendedoras, cabe às instituições de ensino criar estratégias que mobilizem a comunidade docente em um processo de construção coletiva de metodologias didático-pedagógicas inovadoras. Esse movimento requer significativa transição do papel do professor, em que pese o desajuste das práticas da educação formal para o desenvolvimento das competências necessárias para o séc. XXI. Este trabalho tem como propósito descrever as estratégias adotadas no âmbito do Programa Educalab, do Centro Universitário Estácio de Santa Catarina, para a mobilização do corpo docente rumo à implementação de metodologias educacionais inovadoras. O trabalho consiste em uma pesquisa descritiva e documental, voltada à observação, registro e correlação entre fatos e dados coletados na análise do estudo de caso concreto. A pesquisa é do tipo aplicada e empírica, e propõe-se a verificar uma teoria em uma realidade observável. A sua abordagem é qualitativa e pretende verificar se as ações e estratégias implementadas pelo Programa Educalab redundou em expressiva incorporação das metodologias ativas pelos docentes da instituição.

Palavras-chave: Metodologias ativas, inovação educacional, gestão da inovação, estratégias educacionais.,

Palavras-chave: Metodologias ativas, inovação educacional, gestão da inovação, estratégias educacionais.,

DOI: 10.5151/eduforadacaixa-05

Referências bibliográficas
  • [1] BORTOLI, B.; TERUYA, T.K. Neurociência e Educação: os percalços e possibilidades de um caminho em construção. Imagens da Educação, v.7, p. 10-77, 2017.
  • [2] CAMARGO, F. & DAROS T. A sala de aula inovadora de aula inovadora: estratégias pedagógicas para fomentar o aprendizado ativo. Porto Alegre: Penso, 2018.
  • [3] CARVALHO NETO, C. Educação 4.0: princípios e práticas de inovação em gestão e docência. Florianópolis: Laborciencia, 2019.
  • [4] GOERGEN, P. L. Prefácio. In: DIAS SOBRINHO, J. Dilemas da educação superior no mundo globalizado: sociedade do conhecimento ou economia do conhecimento? São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005.
  • [5] GROTTO, D. O compartilhamento do Conhecimento nas organizações. In: ANGELONI, M. T. (org). Organizações do conhecimento: Infra-Estrutura, Pessoas e Tecnologias. São Paulo: Saraiva, 2008.
  • [6] MASETTO, M. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2012.
  • [7] MAZUR, E. Peer instruction: a revolução da aprendizagem ativa. Porto Alegre: Penso, 2015.
  • [8] MORAN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. In: SOUZA, C.A & MORALES, O.E.T. (Orgs.). Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Vol. II. PG: Foca Foto-PROEX/UEPG, 2015. Disponível em: www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/mudando_moran. Acesso em: 14 de abril de 2019.
  • [9] NONAKA, I. & KONNO, N. The comcept of “Ba”: Building a foundation for knowledge creation. California Management Review, vol.40 nº3, 1998.
  • [10] SIEMENS, G. Conectivismo: Uma teoria de Aprendizagem para a idade digital. Disponível em: . Acesso em: 26 abril 2019.
  • [11] TEIXEIRA, M. C. Metodologias do ensino superior. Paraná: Unicentro. Disponível em: . Acesso em: 26 de abril de 2019.
  • [12] ZABALZA, A. O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. Porto Alegre: Artmed, 2004.
  • [13] ZYLBERSZTAJN, M. Muito além do Maker. Esforços contemporâneos de produção de novos e efetivos espaços educativos. In: TAVARES A.C.S; EHLERS, C.; TEIXEIRA S.; SOUZA, M. V. (org.). Educação Fora da Caixa. Tendências para a Educação do Séc. XXI. Florianópolis: Bookess, 2015.
  • [14] YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2015.
Como citar:

Pereira, Priscila Monteiro; "Metodologias ativas no ensino superior: estudo de caso do Programa EDUCALAB do Centro Universitário Estácio de Santa Catarina", p. 58-70 . In: Anais Inovação na educação - Pontes para futuros fora da caixa. Anais do III Encontro Internacional de Inovação na Educação e III ConheCER. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-695X, DOI 10.5151/eduforadacaixa-05

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações