Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

MÉTODO PARA PESQUISA SOBRE IDENTIDADE REGIONAL DO ARTEFATO POPULAR SOB A ÓTICA DO DESIGN

Ardinghi, Maria Beatriz;

Artigo Completo:

Este artigo trata do método utilizado na pesquisa intitulada “Glossário visual popular paulista: artefatos memoráveis presentes em residências de famílias de origem rural no estado de São Paulo”, que identificou e analisou do ponto de vista da percepção, uso e significado, um número determinado de artefatos domésticos considerados memoráveis e notáveis em residências de famílias de origem rural no estado de São Paulo, a fim de contribuir para os estudos da cultura material popular brasileira em relação às identidades regionais do objeto brasileiro popular, sob a ótica do design. O procedimento utilizado baseou-se no método da história oral, partindo de entrevistas e coleta de depoimentos informais para a caracterização dos artefatos chamados memoráveis, isto é, que participaram de vivências afetivas da infância de parte da população adulta selecionada. A partir daí, efetuou-se uma pesquisa de campo a fim de se identificar estes artefatos presentes em residências de paulistas idosos de origem rural, distribuídas por regiões representativas do estado de São Paulo, de modo a compor um acervo de artefatos notáveis, fazendo uso de registros fotográficos e entrevistas semiestruturadas para a coleta de dados. Em seguida, foram analisados seus atributos formais e funcionais bem como os significados a eles atribuídos por seus usuários dentro do contexto em que estão inseridos. Por meio desta pesquisa foi possível caracterizar a existência de uma identidade da cultura material popular paulista sob a ótica design, bem como a estreita relação entre esta identidade e sua origem sociocultural e histórica.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Identidade cultural; Cultura material; Método de pesquisa; Artefatos de memória,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0041

Referências bibliográficas
  • [1] AMARAL, A. Tradições populares. 2. ed. São Paulo: Hucitec; Secretaria da Cultura, Ciência e Tecnologia, 1976.
  • [2] ALENCAR, J. Til. ed. São Paulo: Martin Claret, 201
  • [3] ARANTES, A. A. O que é cultura popular. ed. São Paulo: Brasiliense, 1982.
  • [4] BAUDRILLARD, J. O Sistema dos Objetos. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 2008.
  • [5] BOSI, A. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
  • [6] BRANDÃO, C. R. O que é folclore. São Paulo: Brasiliense, 1982.
  • [7] ____________. Os caipiras de São Paulo. São Paulo: Brasiliense, 1983.
  • [8] CANCLINI, N. As culturas populares no capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1983.
  • [9] CANDIDO, A. Os parceiros do Rio Bonito. 7. ed. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1987.
  • [10] CARDOSO, R. Design, cultura material e o fetichismo dos objetos. Arcos, v. 1, 1998.
  • [11] CHAUÍ, M. Conformismo e resistência, aspectos da cultura popular no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1986.
  • [12] CSIKSZENTMIHALYI, M. Design and Order in Everyday Life. Design Issues, Cambridge, v. 8, n. 1, p. 26-34, outono, 1991. Disponível na internet por: . Acesso em: 12 abr. 2013.
  • [13] DAMAZIO, V. Artefatos de Memória da Vida Cotidiana: um olhar interdisciplinar sobre as coisas que fazem bem lembrar. Tese de Doutorado em Ciências Sociais – UERJ, Rio de Janeiro, 2005.
  • [14] DE QUEIROZ, M. I. P. Bairros rurais paulistas, dinâmica das relações bairro rural- cidade. São Paulo: Duas Cidades, 1973.
  • [15] FAUSTO, B. História concisa do Brasil. São Paulo: Edusp, 2008.
  • [16] HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: Vértice; Editora Revista dos Tribunais, 1990.
  • [17] HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.
  • [18] LÖBACH, B. Design industrial: bases para a configuração dos produtos industriais. São Paulo: Blucher, 2001.
  • [19] MORRIS, C. W. Foundations of the theory of signs. Chicago: The University of Chicago Press, 1970.
  • [20] NEVES, L. de A. Memória e História: potencialidades da História Oral. Revista ArtCultura, v. 5, n. 6, p. 27-38, 2003.
  • [21] NIEMEYER, L. Elementos de semiótica aplicados ao design. Rio de Janeiro: 2AB, 2003.
  • [22] NORMAN, D. A. Design emocional: por que adoramos (ou detestamos) os objetos do dia-a-dia. Rio de Janeiro: Rocco, 2008.
  • [23] ORTIZ, R. Cultura brasileira e identidade nacional. São Paulo: Brasiliense, 1985.
  • [24] PIRES, C. Musa Caipira e As Estrambóticas Aventuras do Joaquim Bentinho. Tietê, SP: Prefeitura de Tietê, 1985.
  • [25] POLLAK, M. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, 1992.
  • [26] PROWN, J. D. The truth of material culture: history or fiction? In: LUBAR, Steven; KINGERY, W. David (Eds.) History from things: essays on material culture. Washington: Smithsonian: 1993. p. 1-19.
  • [27] SETUBAL, M. A. (Coord.) Modos de Vida dos paulistas: identidades, famílias e espaços domésticos. Centro de Estudos e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária. São Paulo: CENPEC; Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004.
  • [28] SILVEIRA, V. Os caboclos, contos. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975.
  • [29] ______. Leréias: histórias contadas por eles mesmos, contos. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975.
  • [30] ______. Muxuangos, contos. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975.
  • [31] SIMSON, O. R. M. V. Memória, cultura e poder na sociedade do esquecimento. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, n. 6, p. 14-18, 2003.
  • [32] STOLCKE, V. A família que não é sagrada - Sistemas de trabalho e Estrutura familiar: o Caso das Fazendas do café em São Paulo. In: ARANTES, A. A. et al. Colcha de retalhos: estudo sobre a família no Brasil. Campinas: Unicamp, 1994. p. 72-79.
Como citar:

Ardinghi, Maria Beatriz; "MÉTODO PARA PESQUISA SOBRE IDENTIDADE REGIONAL DO ARTEFATO POPULAR SOB A ÓTICA DO DESIGN", p. 477-489 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0041

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações