- Open Access.

Idioma principal

MONITORAMENTO SAZONAL DA ATIVIDADE DE SEQUESTRO DO RADICAL LIVRE DPPH· DA ESPÉCIE CALOPHYLLUM BRASILIENSE CULTIVADA NO AMAPÁ

COSTA, F. M. S.; SILVA, G. A.; SANTOS, D. C.;

:

O estudo de sazonalidade contribui para avaliação da variação do teor de ativos de plantas e sua influência na atividade biológica frente a diferentes variações ambientais durante o ano, sendo possível estabelecer o melhor período de coleta do material botânico para uso terapêutico. Desta forma o presente trabalho teve como objetivo o monitoramento sazonal da atividade de sequestro do radical livre DPPH· das cascas da espécie Calophyllum brasiliense cultivada no Estado do Amapá, nos períodos seco e chuvoso da região. A coleta das amostras ocorreu nos meses de agosto, novembro de 2016 e janeiro de 2017 no município de Mazagão-AP. O sequestro de radicais livres (SRL) foi avaliado pelo método do 2,2-difenil-1-picril-hidrazila (DPPH·) a 60 μM. Dentre os meses avaliados o que apresentou maior atividade foi o mês de janeiro de 2017 (IC50 2,89±0,10 μg/mL), em comparação aos meses de agosto (IC50 6,91±0,22 μg/mL) e novembro (IC50 32,99±0,02 μg/mL), que apresentou menor atividade. Os resultados obtidos revelaram que para obter um extrato a partir das cascas de C. brasiliense com maior atividade antioxidante, o melhor período de coleta é o período chuvoso.

:

Palavras-chave: radicais livres,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-221

Referências bibliográficas
  • [1] ALVES, C. Q; DAVID, J. M.; DAVID, J. P.; BAHIA, M. V.; AGUIAR, R. M. Métodos para determinação de atividade antioxidante in vitro em substratos orgânicos. Quíica Nova. v. 33, n.10, 2010.
  • [2] ARAÚJO, V. A. P de .; NUNES, A. R.; LUCAS, R.; SILVA, G. A da. Total flavonoid content for standardization of amazonian commercial plant extracts. In: International conference of chemical and biochemical engineering, 2015, Paris. Anais ... Paris, 2015.
  • [3] BERGAMASCHI, K. B. Capacidade antioxidante e composição química de resíduos vegetais visando seu aproveitamento. 2010. 97 f. Dissertação (Mestrado em ciências) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2010.
  • [4] BOLZANI, V. da S. Biodiversidade, bioprospecção e inovação no Brasil. Ciência e Cultura, v. 68, n. 1, p. 04-05, 2016.
  • [5] BOTREL, M. C. G.; de SOUZA, A. M.; de CARVALHO, D.; PINTO, S. I. do C.; MOURA, M. C. de Oliveira.; ESTOPA, R. A. Caracterização genética de Calophyllum Brasiliense Camb. em duas populações de mata ciliar. Sociedade de Investigações Florestais. v. 30, n. 5, p. 821-827, 2006.
  • [6] MILANI, L. I. G.; TERRA, N. N.; FRIES, L. L. M.; CICHOSKI, A. J.; REZER, A. P. S.; BACKES, A. M.; PARODIA, C. G. Atividade antioxidante e antimicrobiana in vitro de extratos de caqui (Diospyros kaki L.) cv. Rama Forte. Brazilian journal food technology. v. 15, n. 2, p. 118-124. 2012.
  • [7] MORAIS, N. de A. Monitoramento sazonal da atividade antioxidante das folhas de Erythroxylum suberosum A. St.-Hil.: correlação com o teor de hiperosídeo e isoquercitrina. 2016. 91 f. Dissertação de Mestrado. Universidade de Brasília. Brasília, Distrito Federal. 2016.
  • [8] NASCIMENTO, J. C.; LAGE, L. F. O.; CAMARGOS, C. R. D.; AMARAL, J. C.; COSTA,
  • [9] L. M.; SOUSA, A. N.; OLIVEIRA, F. Q. Antioxidant determination activity by DPPH method and assay for total flavonoids in leaves extracts of Bauhinia variegata L. Revista Brasileira de Farmácia. v. 92, n. 4, p. 327-332, 2011.
  • [10] NAVARRO, E. C. Viabilidade econômica do Calophyllum brasiliense (Guanandi). Revista Científica Eletrônica de Engenharia Florestal. v. 9, n. 9, 2007.
  • [11] PIOTTO, D.; MONTAGNINI, F.; UGALDE, L.; KANNINEN, M. A. Grow than deffect soft hinning of mixed and pure plantations with native trees in humid tropical Costa Rica. Forest Ecology and Management. v.177, p. 427-439, 2003.
  • [12] SILVA, M. G. F. Atividade antioxidante e antimicrobiana in vitro de óleos essenciais e extratos hidroalcóolicos de manjerona (Origanum majorana L.) e manjericão (Ocimum basilicum L.). 2011. 70 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Química) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Paraná, Pato Branco, 2011.
  • [13] SILVA, T. F.; DE OLIVEIRA, A. B. Plantas leishmanicidas da Amazônia Brasileira: uma revisão. Revista Fitos Eletrônica. v. 10, n. 3, p. 341-365, 2017.
Como citar:

COSTA, F. M. S.; SILVA, G. A.; SANTOS, D. C.; "MONITORAMENTO SAZONAL DA ATIVIDADE DE SEQUESTRO DO RADICAL LIVRE DPPH· DA ESPÉCIE CALOPHYLLUM BRASILIENSE CULTIVADA NO AMAPÁ", p. 1214-1219 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-221

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações