Artigo premiado - Recursos Hídricos - Open Access.

Idioma principal

MONITORAMENTO DE VARIÁVEIS LIMNOLÓGICAS EM UMA SEÇÃO TRANSVERSAL DO RIO CATOLÉ GRANDE, ITAPETINGA, BAHIA

TRINDADE, Lídia Raíza Sousa Lima Chaves; SANTANA, Romário Oliveira de; SANTOS, Alison Silva dos; SILVÃO, Natália Andrade; BARROS, Flávia Mariani; AMORIN, Jhones da Silva; CARVALHO, Stênio Rocha de; BENTO, Nicole Lopes; RANGEL, Filipe Leal; REBOUÇAS, Larissa Dias; CARDOSO, Daniel Pedro Silva;

Artigo premiado - Recursos Hídricos:

Objetivou-se com o presente estudo a avaliação da qualidade da água do Rio Catolé Grande, localizado no município de Itapetinga, por meio da quantificação de variáveis físico-químicas em diferentes tipos de vazão. As amostras de água foram integradas a diversas profundidades em vários setores verticais ao longo da seção, localizada à montante em relação ao perímetro urbano. A velocidade do fluxo foi medida com o auxílio do molinete e a vazão foi calculada pelo produto da velocidade pela área da seção. Os parâmetros físico-químicos avaliados foram: pH, condutividade elétrica, turbidez, oxigênio dissolvido e sólidos totais dissolvidos. Dentre as variáveis observadas o pH, a turbidez e o oxigênio dissolvido apresentaram valores dentro do limite estabelecido pela Resolução CONAMA 357/2005 para rios de Classe 2. Para condutividade elétrica apenas a segunda e quarta campanha apresentaram valores dentro dos padrões estabelecidos pela legislação. Para sólidos, a resolução não estipula valores limites, não sendo viável comparar os resultados obtidos no presente estudo com a mesma.

Artigo premiado - Recursos Hídricos:

Palavras-chave: Limnologia, Qualidade de água, Recursos hídricos,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-eneeamb2016-awrd-002-5094

Referências bibliográficas
  • [1] ALBUQUERQUE, Suzana A. Educação Ambiental – Cartilha Ecológica, Curitiba, 2001/2002.
  • [2] APHA - AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard methods for the examination of water and wastewater.19 Ed. New York: APHA, WWA, WPCR, 2005.
  • [3] ARCOVA, F.C.S.; Cicco, V. 1999. Qualidade da água de microbacias com diferentes usos do solo na região de Cunha, estado de São Paulo. Scientia Forestalis, (56): 125-134.
  • [4] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9897: planejamento de amostragem de efluentes líquidos e corpos receptores - procedimento. Rio de Janeiro, 1987.
  • [5] BARBOSA, C. F. et al. Sistema de gestão de recursos hídricos através de Sistema de Gestão Ambiental (SGA) em Áreas de Proteção Ambiental Municipal (APA ou APAM). Campinas: UNICAMP/Instituto de Geociências – IG, 2003. 39 p. Trabalho de Graduação.
  • [6] BARBOSA, F. A. R. Programa brasileiro para conservação e manejo de águas interiores: síntese das discussões. Acta limnologica brasiliensia, Botucatu, v. 5, n. 1, p. 211-222, jun. 1994.
  • [7] BARRETO, L. V. Estado trófico em uma seção do rio Catolé Grande sob diferentes níveis de vazão. Itapetinga - BA, 57 p. (Mestrado em ciências ambientais). Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, 2013
  • [8] BISNAS, A. K. Monitoramento eficiente de lagos. Shiga: ONU, p. 541, 1990.
  • [9] BRASIL 2005. Resolução CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente). Resolução n.º 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 2005.
  • [10] BRIGANTE, J.; ESPINDOLA, E. L.G. Liminologia Fluvial. Um estudo no rio Mogi Guaçu. RIMA, 2003.278p.
  • [11] CETESB (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo 2002/CETESB. Significado ambiental e sanitário das variáveis de qualidade das águas e dos sedimentos e metodologias analíticas e de amostragem. São Paulo: CETESB, p. 4, 2009.
  • [12] ESPÍNDOLA, E. L. G. et al. A bacia hidrográfica do rio Monjolinho: uma abordagem ecossistêmica e a visão interdisciplinar. São Carlos: Rima, 2000. 188 p.
  • [13] GOMES, D. P. P.; ROCHA, F. A.; BARROS, F. M.; AMORIM, J. S. Avaliação de indicadores físico-químicos em uma seção transversal do rio Catolé em diferentes épocas. Enciclopédia Biosfera, v. 7, p. 1093-1098, 2011.
  • [14] SANTOS, Q. R.; FRAGA, M. S.; ULIANA, E. M.; REIS, A. S.; BARROS, F. M. Monitoramento da qualidade da água em uma seção transversal do rio Catolé, Itapetinga-BA. Enciclopédia Biosfera, v. 9, p. 1503-1519, 2013.
Como citar:

TRINDADE, Lídia Raíza Sousa Lima Chaves; SANTANA, Romário Oliveira de; SANTOS, Alison Silva dos; SILVÃO, Natália Andrade; BARROS, Flávia Mariani; AMORIN, Jhones da Silva; CARVALHO, Stênio Rocha de; BENTO, Nicole Lopes; RANGEL, Filipe Leal; REBOUÇAS, Larissa Dias; CARDOSO, Daniel Pedro Silva; "MONITORAMENTO DE VARIÁVEIS LIMNOLÓGICAS EM UMA SEÇÃO TRANSVERSAL DO RIO CATOLÉ GRANDE, ITAPETINGA, BAHIA", p. 50-56 . In: Anais do XIV Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Ambiental [= Blucher Engineering Proceedings v.3 n.2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-eneeamb2016-awrd-002-5094

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações