setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

Modelagem Matemática de Secagem de Konjac

PICCININ , L. G; VIEIRA, A. L; LIMA, L. F; SAKANAKA, L. S;

Pôster:

O trabalho realizado teve como objetivo avaliar o comportamento desecagem do tubérculo Amorphophallus Koch Konjac, com a finalidade de aumentar suadurabilidade e comercialização. As secagens foram realizadas em estufa comconvecção de ar forçada nas seguintes temperaturas: 40, 50, 60 e 70°C. Foramdeterminadas a atividade de água (Aa), o teor de umidade e as isotermas de sorção doskonjacs secos. Os dados experimentais foram também modelados aplicando diversosmodelos, sendo que o modelo Page foi o mais adequado para todas as temperaturas

Pôster:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0168

Referências bibliográficas
  • [1] SHIMADA, T. A. Caracterização do Konjac em pó e elaboração de gel. (Trabalho de Conclusão de Curso) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Londrina, 2013. SOUSA, M. de B.; et al. Cinética de secagem do farelo de mamona. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, v.8, n.2, p.139-146, 2006. ORDÓÑEZ J. A. TECNOLOGIA DE ALIMENTOS: Componentes dos Alimentos e Processos. Volume Porto Alegre: Artmed, 2005. p. 219-248. ALMEIDA C. A. Avaliação da cinética de secagem em frutos de acerola. REVISTA DE BIOLOGIA E CIENCIAS DA TERRA, v. 6, n.1, 2006.
Como citar:

PICCININ , L. G; VIEIRA, A. L; LIMA, L. F; SAKANAKA, L. S; "Modelagem Matemática de Secagem de Konjac", p. 606-609 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0168

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações