Setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

MEMBRANAS DE ALGINATO E CARBOXIMETILCELULOSE PARA LIBERAÇÃO DE FÁRMACO: EFEITO DA PROPORÇÃO POLIMÉRICA

GONTIJO, J. F; BIERHALZ, A. C. K; , ;

Pôster:

Blendas de alginato e carboximetilcelulose (CMC) em três diferentes proporções mássicas foram confeccionadas com o fármaco diclofenaco de sódio por casting. O grau de intumescimento, a perda de massa em meios líquidos e a cinética de liberação do fármaco em água foram avaliados. Formulações contendo 25% de CMC desintegraram-se quando em contato com os meios líquidos. Membranas contendo 50% e 75% de alginato apresentaram perda de massa entre 20.5 e 37% e intumescimento entre 1,2 e 14 g/g. Devido à maior reticulação, a liberação do fármaco foi mais lenta para a amostra com 75% de alginato, exibindo difusividade de 1,12×10-10 cm 2 /s e mecanismo próximo ao Fickiano.

Pôster:

Palavras-chave: Membranas,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0805

Referências bibliográficas
  • [1] BUENO, CZ, MORAES, ÂM, SOUSA, HC, BRAGA, MEM, Effects of supercritical carbon dioxide processing on the properties of chitosan-alginate membranes, J. Supercrit. Fluids, v. 112, p. 128-135, 2016.
  • [2] CUSSLER, EL, Diffusion Mass Transfer in Fluid Systems. New York: Cambridge University Press, 2009.
  • [3] PAWAR, SN, EDGAR, KJ, Alginate derivatization: a review of chemistry, properties and applications. Biomaterials, v. 33, p. 3279-3305, 2012.
  • [4] RAMLI, N.A, WONG, TW, Sodium carboxymethylcellulose scaffolds and their physicochemical effects on partial thickness wound healing. Int. J. Pharm, v. 403, p. 73-82, 2011.
Como citar:

GONTIJO, J. F; BIERHALZ, A. C. K; , ; "MEMBRANAS DE ALGINATO E CARBOXIMETILCELULOSE PARA LIBERAÇÃO DE FÁRMACO: EFEITO DA PROPORÇÃO POLIMÉRICA", p. 3040-3043 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0805

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações