Artigo - Open Access.

Idioma principal

Lições da política nacional de informática para uma nova política industrial de internet das coisas (Internet-of-Things – IoT)

Shima, Walter; Gondin, Pollyanna Rodrigues; Lopes, Marcelo Castellano; Vargas, Marcelo;

Artigo:

Embora existamdiscussões sobre uma política nacional de inovação, ainda há pouca discussãosobre uma política industrial focada em IOT. O objetivo do artigo é buscar napolítica nacional de informática, elementos institucionais de articulação depolítica pública que subsidiem uma proposta de política de IoT. Este artigorecupera a história da Política de Informática da década de 70 e 80 até seuabandonado na década de 90, bem como a articulação e promoção das políticaspelo Estado. Foram apresentados dados da evolução da indústria de fabricação deequipamentos de informática e de desenvolvimento de software por meio daplataforma RAIS entre os períodos de 2006 e 2016. Os resultados obtidos nosmostram a presença de uma base industrial que possibilita um investimentoinicial e uma alavancagem para a trajetória de desenvolvimento em IoT,principalmente no desenvolvimento de software. A discussão nos mostrou que se aPolítica de Informática não tivesse sido descontinuada nos anos 90, o Brasilpoderia estar em um patamar mais elevado em relação a competitividade mundial.Assim, uma nova Política Nacional de IoT pode impulsionar o país como umimportante player no setor de IoT. Por último, há uma análise do Estudo doBNDES que subsidia a Política Nacional de IOT. 

Artigo:

Palavras-chave: Política Industrial, Política Pública, Internet das Coisas, Tecnologia da informação, BNDES.,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/enei2018-24

Referências bibliográficas
  • [1] ALDER, E. Ideological "Guerrillas" and the Quest for Technological Autonomy: Brazil's Domestic Computer Industry. Journal Storage, source International Organization Vol. 40 nº 3, 1986. pp.673-705. CHANG, H.J. (2002). Kicking away the ladder: development strategy in historical perspective. Londres:Anthem Press. (PORTUGUES) CHANG, H.J. The Political Economy Of Industrial Policy. New York: St. Martin’s Press, 1994. EVANS, P. Embedded Autonomy: States and Industrial Transformation. Princeton, NJ, Princeton University Press, 1995. FAJNZYLBER, Pablo. A Capacitação Tecnológica na Indústria Brasileira de Computadores e Periféricos: do Suporte Governamental à Dinâmica do Mercado. Dissertação de Mestrado UNICAMP. 1993. Disponível em: Acesso em: 28/03/2018. FURTADO, JOÃO (RESPONSÁVEL); PINHEIRO, HENRIQUE; URIAS, EDUARDO & MUÑOZ, DIEGO. Indústria 4.0: a quarta revolução industrial e os desafios para a indústria e para o desenvolvimento brasileiro. julho/2017. http://www.iedi.org.br/media/site/artigos/20170721_iedi_industria_4_0.pdf. Acesso 13/04/18 GADELHA, C.A.G. Estado E Inovação: Uma Perspectiva Evolucionista. 2002. Disponível em: Acesso em: 02/09/2013. KRUGMAN, P.R. (1989). Industrial organization and international trade. In: SCHMALENSEE, R.; WILLIG, R. (Eds.). Handbook of industrial organization. New York: Elsevier. KUPFER, D. (2003). Política industrial. Econômica, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, p. 281-298 MAZZUCATO, Mariana. The Entrepreneural State: Debuking Public vs. Private Sector Myths. 2013, Editora Anthem Press. RODRIGUES, Helena S. Rastro de Cobra. Rio de Janeiro: Caio Domingos & Associados Publicidade LTDA, 2004. TIGRE, P. B. Ciência e Tecnologia no Brasil: Uma Nova Política para um Mundo Global liberalização e capacitação tecnológica: o caso da informática pós-reserva de mercado no Brasil. Instituto de Economia Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. 1993
Como citar:

Shima, Walter; Gondin, Pollyanna Rodrigues; Lopes, Marcelo Castellano; Vargas, Marcelo; "Lições da política nacional de informática para uma nova política industrial de internet das coisas (Internet-of-Things – IoT)", p. 424-440 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2018-24

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações