Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Jogo digital educativo para crianças com Transtorno do Espectro Autista

Educational digital game for children with Autism Spectrum Disorder

Silva, Israel Lucas Sousa; Guimarães, Márcio James Soares;

Artigo completo:

Este artigo objetiva estudar a possibilidade do uso de jogos digitais como recursos complementares no tratamento de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), fundamentando-se em um programa de tratamento multidisciplinar. Para isso, apresenta-se a questão do autismo por meio da definição de suas características, de possíveis intervenções e ao explorar a educação de crianças com TEA no cenário brasileiro. Conceitua-se tecnologia assistiva, traçando um paralelo entre o autismo infantil e a tecnologia assistiva digital. Apresenta uma breve introdução sobre jogos digitais para então investigar seus papéis no processo de ensino-aprendizagem. Como produto dessa investigação, construiu-se um jogo digital utilizando duas metodologias diferentes que exploram tanto a intervenção terapêutica no autismo, como o design de jogos para construção de artefatos lúdicos, incorporando diretrizes educacionais elaboradas pelo Estado brasileiro. Houve então realização de testes e discussão de resultados para validação de sua eficácia no processo de inclusão de crianças com TEA dentro do contexto educacional.

Artigo completo:

This article aims to study the possibility of using digital games as complementary resources to the treatment of children with Autism Spectrum Disorder (ASD), based on a multidisciplinary treatment program. To this end, it addresses the issue of autism through the definition of its characteristics, possible interventions and by exploring the education of children with ASD in the Brazilian scenario. It does conceptualize assistive technology, drawing parallels between the autism in children and the digital assistive technology. Presents a brief introduction about digital games to further investigate their roles in the teaching-learning process. As a product of this investigation, we built a digital game using two different methodologies which do explore the therapeutic intervention on autism as well as the game design for building playful artifacts, embedding educational guidelines from the Brazilian government. We performed tests and their discussed their results to validate its efficiency in the process of inclusion of children with ASD in the educational context.

Palavras-chave: autismo, jogos digitais, educação, inclusão,

Palavras-chave: autism, digital games, education, inclusion,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-6.0057

Referências bibliográficas
  • [1] American Psychiatric Association. (2013). Manual Diagnóstico e Estatístico de transtornos mentais (5. ed.). Washington, DC: American Psychiatric Association. Recuperado de https://blogs.sapo.pt/cloud/file/b37dfc58aad8cd477904b9bb2ba8a75b/obaudoeducador/2015/DSM%20V.pdf
  • [2] Barbaresi, W.J.; Katusic, S.K.; Voigt, R.G. (2006). Autism: a review of the state of the science for pediatric primary health care clinicians. Archives of pediatrics & adolescent medicine, v. 160, n. 11, p. 1167-1175, 2006.
  • [3] Brasil. (2015). Lei nº 1146, de 6 de julho de 2015. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm
  • [4] Brasil. (2017). Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (3ª versão). Recuperado de http://basenacionalcomum.mec.gov.br/a-base
  • [5] Fombonne, E. (2010). The epidemiology of autism and PDDs. [Slides]. Material apresentado no 1º Encontro Brasileiro para Pesquisa em Autismo. Recuperado de http://livrozilla.com/doc/128182/dr.-eric-fombonne
  • [6] Fonseca, Maria Elisa; Ciola, Juliana de Cássia. (2016). Vejo e Aprendo: Fundamentos do Programa TEACCH. O Ensino Estruturado para Pessoas com Autismo (2° ed.). Book Toy.
  • [7] Lear, K. (2004). Ajude-nos a aprender. Help us Learn: A Self-Paced Training Program for ABA Part, 1. Recuperado de http://www.autismo.psicologiaeciencia.com.br/wp-content/uploads/2012/07/Autismo-ajude-nos-a-aprender.pdf
  • [8] Lucchese, F.; Ribeiro, B. (2009). Conceituação de jogos digitais. São Paulo, 2009. Recuperado de http://www.dca.fee.unicamp.br/~martino/disciplinas/ia369/trabalhos/t1g3.pdf
  • [9] Mesibov, G. B., Shea, V., & Schopler, E. (2004). The TEACCH approach to autism spectrum disorders. Springer Science & Business Media.
  • [10] Organização Mundial da Saúde. (2018). Autism spectrum disorders. Recuperado de http://www.who.int/en/news-room/fact-sheets/detail/autism-spectrum-disorders
  • [11] Prensky, M. (2001). Nativos digitais, imigrantes digitais. On the horizon, 9(5), 1-6.
  • [12] Salen, K., Zimmerman, E. (2012). Regras do jogo: Fundamentos do design de jogos – Volume 1: Principais conceitos. São Paulo: Blucher.
  • [13] Volkmar, Fred R.; Wiesner, Lisa A. (2017). Essential Clinical Guide to Understanding and Treating Autism. John Wiley & Sons.
Como citar:

Silva, Israel Lucas Sousa; Guimarães, Márcio James Soares; "Jogo digital educativo para crianças com Transtorno do Espectro Autista", p. 2633-2641 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-6.0057

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações