Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

Investimento Estrangeiro Direto e Capital Brasileiro no Exterior: Uma Análise Setorial a partir do Índice de Grubel e Lloyd

MOURA JR., Álvaro Alves de; RACY, Joaquim Carlos; VARTANIAN, Pedro Raffy;

Artigo Completo:

A partir dos anos 2000, principalmente, ocorreu um processo de transição nas principais economias latino-americanas no que se refere à dinâmica dos fluxos de investimento direto, em que antes eram predominantemente de entrada de capitais externos, passando também a apresentar uma evolução na saída de capitais para o exterior. Neste sentido, o presente trabalho visa fazer uma análise comparativa relacionada à evolução setorial da entrada de empresas estrangeiras no Brasil relativamente às empresas brasileiras que atuam no exterior no período 2000–2014, à luz das principais teorias que tratam do fenômeno “exportação de capital produtivo”. Para a consecução do trabalho são utilizados dados extraídos das bases da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), do Banco Central do Brasil e aplicado o índice de Grubel e Lloyd. A aplicação do referido índice permite uma comparação da evolução histórica dos estoque setoriais de IED acolhidos e remetidos pelo Brasil de forma mais apurada. Entre os resultados obtidos destaca-se a identificação dos setores em que os estoques de IED no país são relativamente convergentes com os capitais nacionais estabelecidos fora do território nacional.

Artigo Completo:

Since the 2000s, there has been a transition process in the main Latin American economies in terms of the dynamics of direct investment flows, where capital inflows have been accompanied by local investment abroad. In this sense, the present work aims to make a comparative analysis related to the sectoral evolution of the entry of foreign companies in Brazil in relation to the Brazilian companies that work abroad in the period 2000-2014, in the light of the main theories that deal with the phenomenon "export of productive capital". To obtain the work, data extracted from the bases of the United Nations Conference on Trade and Development (UNCTAD) of the Central Bank of Brazil and applied the Grubel and Lloyd index are used. The application of this index allows a comparison of the historical evolution of sector stocks of FDIs received and remitted by Brazil in a more accurate way. Among the results obtained, we highlight the identification of the sectors in which FDI stocks in the country are relatively convergent with national capital established outside the national territory.

Palavras-chave: Internacionalização, Setores, Grubel e Lloyd, IED,

Palavras-chave: Internationalization, Sectors, Grubel and Lloyd, FDI,

DOI: 10.5151/enei2017-07

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA, André. Internacionalização de empresas brasileiras: perspectivas e riscos. Elsevier, 2007.
  • [2] BANCO CENTRAL DO BRASIL (BCB). Disponível em: . Acesso em 08 de abril de 2016.
  • [3] BUCKLEY, P.; CASSON, M. The future of the multinational enterprise. London, MacMillan, 1976.
  • [4] CARNEIRO, Jorge Manuel Teixeira; DIB, Luis Antônio. Avaliação comparativa do escopo descritivo e explanatório dos principais modelos de internacionalização de empresas. Internext, v. 2, n. 1, p. 1-25, 2008.
  • [5] CAVES, R. E. International corporations: the industrial economics of foreign investment. Econômica, London, v.38, 1971.
  • [6] MACADAR, Beky Moron de. A internacionalização de grandes empresas brasileiras e as experiências do Grupo Gerdau e da Marcopolo. Ensaios FEE, v. 30, n. 1, p. 7-34, 2009.
  • [7] DICKEN, P. Global Shift: Transforming the World Economy. London: Paul Chapman Publishing, 1998.
  • [8] DUNNING, J. Multinational enterprise and the global economy. Wokinghan: Addison-Wesley, 1993.
  • [9] GRUBEL, H. Intra-Industry Trade in Assets. In H. O. Lee e P. J. Lloyd (Eds.) Frontiers of Research in Intra-Industry Trade (pp. 273-290). New York: Palgrave Macmillan, 2002.
  • [10] GRUBEL, H.; LLOYD, P. Intra-Industry Trade: the Theory and Measurement of International Trade in Differentiated Products. Grã-Bretanha: Halsted Press, 1975.
  • [11] HYMER, Stephen. Empresas multinacionais: a internacionalização do capital. Rio de Janeiro: Graal, 1983.
  • [12] HILAL, Adriana; HEMAIS, Carlos A. O processo de internacionalização na ótica da escola nórdica: evidências empíricas em empresas brasileiras. Revista de Administração Contemporânea, v. 7, n. 1, p. 109-124, 2003.
  • [13] HONÓRIO, Luiz Carlos. Determinantes organizacionais e estratégicos do grau de internacionalização de empresas brasileiras. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 49, n. 2, p. 162-175, 2009.
  • [14] JOHANSON, J.; MATTSSON, L-G. Internationalization in industrial system – a network approach. In: N. HOOD & J.-E Vahlne (Eds.). Strategies in Global Competition, Croom Helm, 1988.
  • [15] JOHANSON, J.; VAHLNE, J. The Internationalization process of the firm: A model of knowledge development and increased market commitments. Journal of International Business Studies, v. 8, n. 1, p. 23-32, 1977.
  • [16] KINDLEBERGER, Charles. The World in Depression (1929-1939). Berkeley: University of California Press, 1974.
  • [17] MACADAR, Beky Moron de. A internacionalização de grandes empresas brasileiras e as experiências do Grupo Gerdau e da Marcopolo. Ensaios FEE, v. 30, n. 1, p. 7-34, 2009.
  • [18] OLIVEIRA, Mariana Sandoval. O Processo de Internacionalização de Empresas da China: Estratégias Empresariais e Diplomacia Econômica. Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia (Dissertação de Mestrado), Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2013.
  • [19] PASQUALOTTO, Carina; UGALDE, Marise Mainieri de. Adaptações de produto no processo de internacionalização de empresas gaúchas do setro moveleiro. Internext: Revista Electrônica de Negócios Internacionais da ESPM, v. 5, n. 2, 2010.
  • [20] ROCHA, A. D. et al. Processo de internacionalização de empresas nascidas globais: estudo de casos no setor de software. Enanpad XXIX. Anpad, Brasília, 2005.
  • [21] UNITED NATIONS CONFERENCE ON TRADE AND DEVELOPMENT (UNCTAD). Disponível em: . Acesso em 02 de abril de 2016.
  • [22] VERNON, R. International Investment and international trade in the product cycle. Quarterly Journal of Economics. MA: MIT Press, 1966.
Como citar:

MOURA JR., Álvaro Alves de; RACY, Joaquim Carlos; VARTANIAN, Pedro Raffy; "Investimento Estrangeiro Direto e Capital Brasileiro no Exterior: Uma Análise Setorial a partir do Índice de Grubel e Lloyd", p. 110-126 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2017-07

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações