Artigo - Open Access.

Idioma principal

INVENTÁRIO DA EMISSÃO DE GASES DE EFEITO ESTUFA PELO MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO DISTRITO FEDERAL NO PERÍODO DE 1990 A 2005

ROQUE, Derlayne Flávia Dias; HOGEM, Kaline Carneiro Oki; RODRIGUES, Tatyane Souza N.;

Artigo:

As atividades de manejo de resíduos sólidos urbanos (RSU) contribuem significativamente na emissão de gases de efeito estufa. Como signatário do Protocolo de Kyoto e da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima, o Brasil apresentou seu primeiro Inventário Nacional de Emissões de GEE Não Controlados em 2004. Alguns Estados, entre eles o Distrito Federal, tiveram suas estimativas determinadas de forma generalizada, tendo em vista a ausência de dados necessários. Este trabalho teve por objetivo a aplicação da metodologia de inventários e fatores de emissão publicados pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas – IPCC no ano 2000, com vista a colaborar para o Inventário Nacional de Gases de Efeito Estufa no setor de resíduos com a estimativa do Distrito Federal no período de 1990 a 2005. Por meio da aplicação da metodologia proposta pelo IPCC, bem como a pesquisa e compilação de dados disponibilizados pelo Serviço de Limpeza Urbana – SLU – do DF, juntamente com dados default sugeridos pelo Guia de Boas Práticas (IPCC, 2000), obteve-se como resultado para o DF, no período de 1990 a 2005, emissões de metano igual a 1260,72 GgCH4 e de dióxido de carbono e óxido nitroso de 3106,4 GgCO2 e 25,24 Gg N2O, respectivamente. O inventário gerado pelo presente estudo pode servir como base para o melhoramento do gerenciamento dos RSU no DF, e acredita-se que o início da operação do aterro sanitário pode reduzir consideravelmente a carga poluidora.

Artigo:

Palavras-chave: GEE não controlados, RSU, mudanças climáticas, aproveitamento energético,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-eneeamb2016-rs-014-4875

Referências bibliográficas
  • [1] BRASIL. Lei nº 12.187, de 29 de dezembro de 2009 - Institui a Política Nacional sobre Mudança do Clima - PNMC e dá outras providências. Brasil, 2009.
  • [2] BRASIL. Lei nº 1305, de 2 de agosto de 2010 - Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS e dá outras providências. Brasil, 2010.
  • [3] CETESB – Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental. Pesquisa sobre emissões de metano dos depósitos de lixo no Brasil. São Paulo, 1999.
  • [4] Governo do Distrito Federal – GDF. Decreto 29.399, de 14 de agosto de 2008 – Plano Diretor dos Resíduos Sólidos Urbanos de Distrito Federal. Brasília: GDF, 2008.
  • [5] IPCC – Intergovernamental Panel Climate Change. Good Pratice Guidance and Uncertainty Management in National Greenhouse Gas Inventories. Japan: IPCC, 2000.
  • [6] OLIVEIRA, Bruna Patrícia de. Estimativa de Gases de Efeito Estufa provenientes da disposição de resíduos sólidos municipais em Sorocaba-SP e a potência disponível nessas emissões. São Paulo, 2009. 73p.
  • [7] PAZ, D. H. F.; FIRMO, A.L.B.; RODRIGUES, T. S. N. ; JUCA, J. F. T.; BARBOSA, I. M. B. R.; LINS, E. A. M. Inventory of methane emissions from municipal solid waste management in Pernambuco state, Brazil. The Electronic Journal of Geotechnical Engineering, v. 20, p. 6009-6023, 2015.
  • [8] RODRIGUES, T. S. N. Estudo de Viabilidade do Aproveitamento Energético do Biogás Gerado em Célula Experimental no Aterro Controlado da Muribeca – Pernambuco (PE). Recife, 2009. 149 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil), Centro de Tecnologia e Geociências, Universidade Federal de Pernambuco.
Como citar:

ROQUE, Derlayne Flávia Dias; HOGEM, Kaline Carneiro Oki; RODRIGUES, Tatyane Souza N.; "INVENTÁRIO DA EMISSÃO DE GASES DE EFEITO ESTUFA PELO MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO DISTRITO FEDERAL NO PERÍODO DE 1990 A 2005", p. 927-936 . In: Anais do XIV Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Ambiental [= Blucher Engineering Proceedings v.3 n.2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-eneeamb2016-rs-014-4875

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações