Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Inteligência artificial e realidade aumentada em museus: estratégias projetuais para potencializar a mediação de conteúdo expográfico por meio do uso de tecnologias digitais da informação e comunicação (TDIC) em dois estudos de caso nacionais

Artificial intelligence and augmented reality in museums: design strategies to enhance the content mediation by the use of digital interactive communication technology in two national case studies

Ricca, Diego E. P.; Mazzilli, Clice de Toledo S.;

Artigo completo:

O presente artigo tem o objetivo de identificar diretrizes projetuais para fomento do processo de mediação de conteúdo por meio do uso de TDIC em museus, tendo como base uma análise de usuários em interação com dois estudos de caso presentes em museus brasileiros, a fim de propor estratégias projetuais capazes de fomentar o aprendizado do visitante em espaços culturais e expositivos. Com base na Teoria da Atividade somada a técnica de Videografia e entrevistas semi-estruturadas, realizou-se uma categorização dos pontos relevantes observados, produzindo um diagrama que sintetiza as estratégias projetuais elencadas em categorias de estímulos da interação voltadas a mediação de conteúdo, divididas em: aspectos espaciais; de problemas na usabilidade do sistema; elementos motivadores da interação e aspectos relacionais. Com base em tais categorias apresenta-se aqui uma leitura destas interações buscando refletir a respeito do efeito destas para a mediação de conteúdo nestes espaços.

Artigo completo:

This paper aims to identify design guidelines to enhance the content mediation process through the use of digital ICT in museums, based upon an analysis of users interacting with two case studies present in Brazilian museums, in order to propose strategies designed to foster visitor learning in cultural and exhibition spaces. Based on the Activity Theory together with Videography technique and semi-structured interviews, a categorization of the relevant points was carried out, producing a diagram that synthesizes the projected strategies listed in categories of interaction stimuli focused on content mediation, divided into: spatial aspects; problems in the usability of the system; motivation elements of interaction and relational aspects. Based on these categories, we present here a reading of these interactions seeking to discuss on the effect of these for the content mediation on these spaces.

Palavras-chave: tecnologia em museus; mediação; interação; Teoria da Atividade,

Palavras-chave: technology in museums; mediation; interaction; Theory of Activity,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-4.0320

Referências bibliográficas
  • [1] Baltazar, A. P., & Cabral Filho, J. d. S. (2010). Magia além da ignorância: virtualizando a caixa preta. In H. Roscoe, P. Moran, & T. Mucelli (Eds.), FAD-Festival de Arte Digital (pp. 19-23). Belo Horizonte: Instituto Cidades Criativas.
  • [2] Csikszentmihalyi, M., & Hemanson, K. (1995). Intrinsic Motivation in Museums: Why Does One Want to Learn? In J. H. Falk & L. D. Dierking (Eds.), Public institutions for personal learning (pp. 67-77). Washington, DC: American Association of Museums.Donald Norman (2018).
  • [3] Freire, P. (2002). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática docente (25 ed.). Sao Paulo.
  • [4] Gay, G., & Hembrooke, H. (2004). Activity-centered design. An Ecological Approach.
  • [5] Greenhow, C., & Belbas, B. (2007). Using activity-oriented design methods to study collaborative knowledge-building in e-learning courses within higher education. International Journal of Computer-Supported Collaborative Learning, 2(4), 363-391.
  • [6] Kaptelinin, V., & Nardi, B. A. (2006). Acting with technology: Activity theory and interaction design: MIT press.
  • [7] Kuutti, K. (1996). Activity theory as a potential framework for human-computer interaction research. Context and consciousness: Activity theory and human-computer interaction, 1
  • [8] Meira, L. (1994). Analise microgenetica e videografia: ferramentas de pesquisa em psicologia cognitiva. Temas em psicologia, 2(3), 59-71.
  • [9] Preti, D. o. e. a. (1999). Discurso oral culto, O (F. USP Ed. (2. Ed, Projetos Paralelos,V.2) ed. Vol. 2). Sao Paulo: Editora Humanitas.
  • [10] Vygotsky, L. S. (1984). A formacao social da mente. In: Sao Paulo: MartinsFontes.
Como citar:

Ricca, Diego E. P.; Mazzilli, Clice de Toledo S.; "Inteligência artificial e realidade aumentada em museus: estratégias projetuais para potencializar a mediação de conteúdo expográfico por meio do uso de tecnologias digitais da informação e comunicação (TDIC) em dois estudos de caso nacionais", p. 1903-1913 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-4.0320

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações