Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

IMPLEMENTAÇÃO DE ALGUNS FATORES ERGONÔMICOS FÍSICOS E COGNITIVOS PARA A SIMULAÇÃO DA MOVIMENTAÇÃO HUMANA

IMPLEMENTATION OF SOME PHYSICAL AND COGNITIVE ERGONOMIC FACTORS FOR THE SIMULATION OF THE HUMAN MOVEMENT

Braga, Henrique Costa; Moita, Gray Farias; Almeida, Paulo Eduardo Maciel de;

Artigo Completo:

São diversos os fatores ergonômicos físicos e cognitivos envolvidos na movimentação humana e suas inter-relações. Neste trabalho é detalhada a metodologia efetivamente utilizada na implementação computacional das variáveis dimensões do corpo humano, rotação das pessoas, velocidade normal de movimentação, tempo de reação para uma tomada de decisão e campo de visão. Neste processo de implementação é buscado um balanço entre precisão da representação e seu respectivo custo computacional. O programa Fuga v. 2.0 efetivamente usa estas variáveis conforme detalhado. Um exemplo de simulação é apresentado.

Artigo Completo:

There are several physical and cognitive ergonomic factors involved in the human movement and their interrelationships. In this work, the methodology used in the computational implementation of the variables human body size, people rotation, velocity of human movement, reaction time for a decision making and field of vision is described. In this implementation process a balance between accuracy of representation and its respective computational cost is sought. The program Fuga v. 2.0 effectively uses these variables as detailed. One example of simulation is presented.

Palavras-chave: Movimentação Humana; Ergonomia; Simulação Computacional,

Palavras-chave: Human Movement; Ergonomics; Computational Simulation,

DOI: 10.5151/16ergodesign-0142

Referências bibliográficas
  • [1] ABLEY, S. Walkability tools research: variables, collection and methodology, Nova Zelândia: LNTZ, abr., 2007, 65 p.
  • [2] AMMERAAL, L., & ZHANG, K. Computação Gráfica para Programadores Java. Rio de Janeiro: LTC, 2008, 217p.
  • [3] BEHM, D.G., BAMBURY, A., CAHILL, F. & POWER, K. Effect of acute static stretching on force, balance, reaction time, and movement time. Medicine & Science in Sports & Exercise, v. 36, n. 8, 2004, p. 1397-1402.
  • [4] BRAGA, H.C., MOITA, G.F. & ALMEIDA, P.E.M. Simulation of People Flow by a New Fuzzy Discrete Automata Model and an Ergonomic Approach. In: Traffic and Granular Flow '15, Cap. 18, Eds. KNOOP, V., DAAMEN, W., Springer, 2016, p. 137-14
  • [5] CUCCI NETO, J. Aplicações da engenharia de tráfego na segurança dos pedestres, São Paulo: Escola Politécnica: Universidade de São Paulo, 1996, 188 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Transportes).
  • [6] GONÇALVES, M.V.R.P. Simulação da movimentação de pedestres assumindo variáveis psicocomportamentais. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2014, 137 p. Tese (Doutorado em Ciências).
  • [7] GOUVEIA, A.M.C. & ETRUSCO, P. Tempo de escape em edificações: os desafios do
  • [8] modelamento de incêndio no Brasil, REM - Revista da Escola de Minas, v. 55, n. 4, out-dez, 2002, p. 257-261.
  • [9] HELBING, D.; FARKAS, I. &VICSEK, T. Simulating Dynamical Features of Escape Panic, Nature, v. 407, set., 2000, p. 487-490.
  • [10] IIDA, I. Ergonomia: projeto e produção, 2a ed., São Paulo: Edgard Blücher, 2010, 614 p.
  • [11] KULIGOWSKI, E. & PEACOCK, R.D. A review of building evacuation models, NIST, 2005, 156 p. Tecchnical Note 1471.
  • [12] OKUNO, E.; CALDAS, I.L. & CHOW, C. Física para ciências biológicas e biomédicas, São Paulo: Harbra, 1986, 490 p.
  • [13] PANERO, J. & ZELNIK, M., Las dimensiones humanas em los espacios interiores, México: G. Gili, 8a ed., 1998, 320 p.
  • [14] PEREIRA, L. Estudo do tempo de evacuação total em ambientes gerais via autômatos finitos. Belo Horizonte: Departamento de Estatística: UFMG, 2007, 63 p. Dissertação (Mestrado em Estatística).
  • [15] PREDTECHENSKII, V.M.; MILINKII, A.I. Planning for foot traffic flow in buildings. New Delhi: American Publishing, 1978, 240 p. (tradução do original em russo de 1969).
  • [16] SOUZA FILHO, P.A. Segurança de Frotas e Seus Operadores, Belo Horizonte: Universidade FUMEC - Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho. 2010, 22 p.
  • [17] STAAL, M.A. Stress, cognition and human performance: a literature review and conceptual framework. NASA, 2004. 171 p.
  • [18] STILL, G.K. Crowd dynamics. Warwick: Department of Mathematics: University of Warwick, 2000, 280 p. Tese (Doctor of Philosophy in Mathematics).
  • [19] THOMPSON, P.A. & MARCHANT, E.W. Testing and application of the computer model “SIMULEX”, Fire Safety Journal, n. 24, 1995, p. 149-166.
  • [20] VAGHETTI, C.A., ROESLER, H., & ANDRADE, A. Tempo de reação simples auditivo e visual em surfistas com diferentes níveis de habilidade: comparação entre atletas profissionais, amadores e praticantes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v.13, n. 2, 2007, p. 81-85.
  • [21] VIEL, É. A marcha humana, a corrida e o salto: biomecânica, investigações, normas e disfunções. Barueri: Manole, 2001. 277 p.
Como citar:

Braga, Henrique Costa; Moita, Gray Farias; Almeida, Paulo Eduardo Maciel de; "IMPLEMENTAÇÃO DE ALGUNS FATORES ERGONÔMICOS FÍSICOS E COGNITIVOS PARA A SIMULAÇÃO DA MOVIMENTAÇÃO HUMANA", p. 1435-1444 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/16ergodesign-0142

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações