Artigo - Open Access.

Idioma principal

Impactos dos incentivos fiscais na inovação de grandes empresas: uma avaliação a partir da pesquisa sondagem de inovação da ABDI

Santos, Ulisses Pereira dos; Rapini, Márcia Siqueira; Mendes, Philipe Scherrer;

Artigo:

Os incentivos fiscais são o instrumento mais antigo, e utilizadoamplamente por vários países, para ampliar os esforços inovativos sejaquantitativamente ou qualitativamente. No Brasil, os incentivos fiscais vêmsendo concedidos desde o início da década de 1990, tendo, porém, atingido umnúmero pouco expressivo de empresas contempladas. Perante a esse cenário, opresente trabalho realiza uma análise inédita, a partir do cruzamento de dadosda pesquisa Sondagem de Inovação da ABDI com informações do MCTIC sobre aconcessão de incentivos fiscais, com vistas a captar as diferenças nodesempenho tecnológico de empresas que receberam os incentivos vis-à-vis as quenão receberam. As analises econométricas realizadas para indicam que osimpactos dos incentivos fiscais sobre o tipo de inovação realizada variam deacordo com a intensidade tecnológica dos setores.

Artigo:

Palavras-chave: Incentivo fiscal, Inovação, Pesquisa Sondagem de Inovação, Indústria,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/enei2018-63

Referências bibliográficas
  • [1] Arrow, K. J. 1962. “Economic Welfare and the Allocation of Resources for invention”. In The rate and direction of inventive activity, edited by Richard Nelson, p.609-629. NBER: Princeton University Press. Avellar, A.P.M.; Alves, P.F. 2008. “Avaliação de impacto de programas de incentivos fiscais à inovação – um estudo sobre os efeitos do PDTI no Brasil”. Economia, v.9, n.1: p.142-164. _______________.; Bittencourt, P.F. 2017. “Política de inovação: instrumentos e avaliação”. Em Economia da Ciência, Tecnologia e Inovação – Fundamentos Teóricos e a Economia Global editado por Márcia Rapini, Leandro Silva e Eduardo Albuquerque. Curitiba: Editora Prismas, 2017. Calzolaio, A. E., Dathein, R. 2012. “Políticas fiscais de incentivo à inovação: uma avaliação da Lei do Bem”. Texto para discussão Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Ciências Econômicas, n.15/2012. David, P. A.; Hall, B.H.; Toole, A.A. 2000. “Is Public R&D a Complement or Substitute for Private R&D? A Review of the Econometric Evidence”. Research Policy, vol.29, pp. 497-529. Dosi, Giovanni. 1982. “Technological Paradigms and Technological Trajectories. A Suggested Interpretation of the Determinants and Directions of Technical Change.” Research Policy 11 (3): 147–62. Frenkel, J. 1993. “Sistemas de apoio fiscal-creditício ao risco tecnológico e à competitividade”. Em: Estudo da Competitividade da Indústria Brasileira. Campinas: Unicamp. Garcia, R.; Roselino, J. E. 2004. “Uma avaliação da lei de informática e de seus resultados como instrumento indutor de desenvolvimento tecnológico e industrial”. Gestão & Produção, v.11, n.2, p.177-185. Greene, W. 2000. Econometric analysis. 4. ed. New Jersey: Prentice Hall. Guimarães, E. A. 2008. “Políticas de Inovação: Financiamento e Incentivos”. Em: Políticas de Incentivo à Inovação Tecnológica no Brasil. Editado por De Negri, J.; Kubota, L. C. IPEA: Brasília, p. 150-216. Guinet, J. 1995. National systems for financing innovation. Paris: Head of Publications Service, OCDE. Hall, B.H.; Van Reenan, J. 2000. “How Effective are Fiscal Incentives for R&D? A Review of the evidence". Research Policy, v.29, p.449-499. _____ . 2002. “The Assessment: technology policy”. Oxford Review of Economic Policy, v.18. n.01, p.1-9. Hall, B, H.; Lerner, J. 2010. “The financing of R&D and innovation”. In Handbook Of The Economics Of Innovation edited by Hall, B.H; Rosenberg, N. Amsterdan: Elsevier. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. 2016. Pesquisa de Inovação. Rio de Janeiro: IBGE. INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E CONTÁVEIS DE MINAS GERAIS - IPEAD. 2015. Sondagem de Inovação: Relatório Comparativo 2014/2015. 2015. Kannebley JR., S., Shimada, E., De Negri, F. 2016. “Efetividade da Lei do Bem no estímulo ao investimento em P&D: uma análise com dados em painel”. Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE), v. 46, n. 3, p. 111-145. Libanio, G. A.; Fernandes, G; Dias, A. V. C.; Santos, U. P.; Londe, 2016. “A inovação na indústria brasileira: uma análise a partir dos dados de um painel de empresas da sondagem de inovação”. In: XVII Seminário sobre Economia Mineira, Diamantina (MG). Matesco, V.R.; Tafner, P. 1996. “O Estímulo aos investimentos tecnológicos: o impacto sobre as empresas brasileiras”. Texto para Discussão IPEA, n 429. Matias-Pereira, J. 2015. “Uma avaliação das políticas públicas de incentivo a inovação tecnológica no Brasil: a Lei do Bem”. Parcerias Estratégicas, v.18, n.36, p.221-250, 2015. Nakamura, L. 1999. “Intangibles: What put the new in the New Economy?” Federal Reserve Bank Of Philadelphia Business Review, July/August. Pacheco, C. A. 2007. “As Reformas da Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil (1999 – 2002)”. Manual de Políticas Públicas, CEPAL, Santiago. Peneder, M. 2008. “The problem of private under-investment in innovation: a policy mind map”. Technovation, v.28, p.518-530. Santana, J.R.; Rapini, M.S. Esperidião, F.; Teixeira, A.L.; Silva, L.A. 2016. “Financiamento público à inovação no Brasil: contribuição para uma distribuição regional mais equilibrada” In: XVII Seminário sobre Economia Mineira, Diamantina (MG). Teixeira, A. L. S.; Vieira, R.; Rapini, M. 2016. “Tipo de Financiamento, grau de novidade da inovação e tamanho de empresa: uma analise a partir da PINTEC”. In I Encontro Nacional de Economia Industrial e Inovação (ENEI), Araraquara (SP). Wooldridge, J. M. 2002. Econometric analysis of cross section and panel data. Cambridge: MIT Press. Zucoloto, G.F.; Santana, B.G.; Veloso, L.J.P.; Kannebley JR., S. 2017 “Lei do Bem e produtividade das firmas industriais brasileiras”. Em Políticas de apoio à inovação tecnológica no Brasil: avanços recentes, limitações e propostas de ações, editado por Turch, L.M.; Morais, J.M. Brasília: Ipea.
Como citar:

Santos, Ulisses Pereira dos; Rapini, Márcia Siqueira; Mendes, Philipe Scherrer; "Impactos dos incentivos fiscais na inovação de grandes empresas: uma avaliação a partir da pesquisa sondagem de inovação da ABDI", p. 1143-1160 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2018-63

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações