Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

IDOSOS EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA: CONTRIBUIÇÕES ERGONÔMICAS PARA DORMITÓRIOS EM UM ESTUDO DE CASO

ELDERLY IN LONG-STAY INSTITUTIONS: ERGONOMIC CONTRIBUTIONS TO DORMITORIES IN A CASE STUDY

Almeida, Dayane Guinho de; Barros, Bruno Xavier da Silva;

Artigo Completo:

O processo natural de envelhecimento produz diferentes efeitos nos indivíduos e esta consequente sensibilidade corporal amplia os riscos de doença e as perdas funcionais. Faz-se necessário proporcionar aos usuários idosos condições mínimas para sua independência, segurança e comodidade dentro de um ambiente necessário ao seu cotidiano, notadamente na melhoria da sua qualidade de vida aos idosos institucionalizados, os quais não contam com a presença cotidiana dos familiares. Dentro deste contexto, a corrente pesquisa repousou o foco no desenvolvimento de requisitos projetuais para concepção e adaptação ergonômica do dormitório de uma instituição de longa permanência para idosos. Para tanto, guiamos o estudo através da Metodologia para Projetos de Construção Centrados no Usuário, proposta por Attaianese e Duca (2012), a qual conduziu a sugestão de recomendações que norteiam o processo adaptativo dos dormitórios analisados, focado no conforto e bem-estar dos idosos.

Artigo Completo:

The natural aging process produces different effects in humans and this consequent bodily sensitivity magnifies the risks of disease and functional losses. It is necessary to provide to the elderly users minimum conditions for their independence, safety and comfort within an environment necessary for their daily life, especially in the improvement of their quality of life to the institutionalized elderly, who do not rely on the daily presence of their relatives. Within this context, current research focused on the development of design requirements for ergonomic design and adaptation of the dormitory of a long-stay institution for the elderly. To that end, we guided the study through the Methodology for User-Centered Construction Projects proposed by Attaianese and Duca (2012), which led to the suggestion of recommendations that guide the adaptive process of the analyzed dormitories, focused on the comfort and well-being of the elderly.

Palavras-chave: Idosos, ILPI, ergonomia do ambiente construído,

Palavras-chave: Elderly, LSIE, ergonomics of the built environment,

DOI: 10.5151/16ergodesign-0136

Referências bibliográficas
  • [1] ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº283. Brasília, 2005.
  • [2] ATTAIANESE, E.; DUCA, G. Human factors and ergonomic principles in building design for life and work activities: an applied methodology.
  • [3] Theoretical Issues in Ergonomics Science. Vol. 13, No. 2, March–April 2012, 187-202.
  • [4] BOECHAT, N. S. Institucionalização. Arqu. Geriat. Geront., Rio de Janeiro, p. 58-61, maio 1996.
  • [5] BORN, Tomiko e BOECHAT, Norberto. A Qualidade dos Cuidados ao Idoso Institucionalizado. In: FRETAS, Elizabete, et al. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 1ª ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan , 2002, v. único, c. 93, p. 768 - 777.
  • [6] CAMARANO, Ana. Os novos idosos brasileiros muito além dos 60. Ipea. Instituto de pesquisa econômica aplicada. Rio de Janeiro- RJ. 2005.
  • [7] CALDAS, C. P. Envelhecimento de dependência: responsabilidades e demandas da família. Cad. Saúde Pública. São Paulo, v.19, n.3, p. 733-781, maio 2003.
  • [8] CHAIMOWICZ, F.; GRECO, D. Dinâmica da Institucionalização de idosos em Belo Horizonte. Rev. Saúde Pública. São Paulo, v.33, n.5, p. 454- 460, 1999. Costa, E. F. A., & Pereira, S. R. M. (2005). Meu corpo está mudando o que fazer? In J. L. Pacheco, J. L. M. Sá, L. Py & S. N. Goldman (Orgs.), Tempo rio que arrebata (pp.13-25). Holambra: Setembro.
  • [9] CREUTZBERG, Marion; GONÇALVES, Lucia; SOBOTTKA, Emil. Instituição de longa permanência para idosos: a imagem que permanece. Tese de doutorado. Instituto de Geriatria e Gerontologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS). Florianópolis-SC, 2008.
  • [10] ESQUENAZI, D.; SILVA, S. R. B.;
  • [11] GUIMARÃES, M. A. M. Aspectos fisiopatológicos do envelhecimento humano e quedas em idosos. Revista HUPE, Rio de Janeiro, 2014; 13 (2) : 11-20.
  • [12] FLORES, G.C. Eu cuido dela e ela me cuida: um estudo qualitativo sobre o cuidado intergeracional com o idoso [dissertação]. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria; 2008.
  • [13] MONT’ALVÅO, Claudia e VILLAROUCO, Vilma. Um novo olhar para o projeto. Teresópolis-RJ: 2AB, 2011.
  • [14] PAIVA, Marie. Ergonomia no Ambiente Construído de Instituições para Idosos- Estudo de Caso em Instituição Brasileira e Portuguesa. Dissertação de Mestrado. Recife- PE. 2012.
  • [15] PAVARINI, S.C.I. Dependência comportamental na velhice: uma análise do cuidado prestado ao idoso institucionalizado. Tese (Doutorado). Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 1996. 230p.
  • [16] PEREIRA, Fernando. Considerações sobre o papel da Ergonomia em idosos economicamente ativos. Mestrado em gerontologia. São Paulo- SP. 2007.
  • [17] RIBAS, V. G., ELY, V. H. M. Parâmetros para moradia da terceira idade. In: II Ergodesign. Anais... Rio de Janeiro: PUC, 2002.
  • [18] WATANABE, H.A.W., & GIOVANNI, V.M.D. (2009). Envelhecimento & Saúde Boletim do Instituto de Saúde Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI). BIS, Bol. Inst. Saúde, 47, 69-71.
  • [19] SALDANHA, A.L.; CALDAS C.P. (Organizadores). Saúde do idoso: a arte de cuidar. 2ed. Rio de Janeiro: Interciência, 2004.
Como citar:

Almeida, Dayane Guinho de; Barros, Bruno Xavier da Silva; "IDOSOS EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA: CONTRIBUIÇÕES ERGONÔMICAS PARA DORMITÓRIOS EM UM ESTUDO DE CASO", p. 1379-1390 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/16ergodesign-0136

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações