Resumo - Open Access.

Idioma principal

IDEOLOGIA, DIVISÃO CAPITALISTA DO TRABALHO E PAPEL SOCIAL DO DESIGNER: UM ESTUDO SOBRE A PRODUÇÃO DE MATERIALIDADE NO DESIGN DE MODA

Contino, Joana Martins; Cipiniuk, Alberto;

Resumo:

Visando debater acerca da divisão social do trabalho e de como ela se manifesta no Campo do Design de Moda, além do papel social do designer de moda na cadeia produtiva, o presente artigo apresenta duas noções antagônicas que visam explicar importantes transformações ocorridas na sociedade industrial na segunda metade do século XX: “sociedade pós-industrial” do autor Daniel Bell, e “capitalismo tardio” de Ernst Mandel. Cada uma dessas teorias provém de distintas posicionamentos ideológicos e tem impacto no Campo do Design, tanto no que diz respeito à produção teórica quanto à formação e às práticas profissionais dos designers. Sendo assim, através de pesquisa bibliográfica, iniciamos o artigo com uma reflexão acerca da produção de materialidade e de imaterialidade no Design e, a seguir, confrontamos essas duas importantes correntes teóricas e as relacionamos a outras que entendemos ser decorrentes de uma delas – “fim do trabalho”, “design enquanto processo” – e a questões objetivas e concretas de um dos ramos do design em que a produção material e o enorme contingente de trabalhadores são inegáveis: o Campo da Moda. Entre essas questões estão a divisão social do trabalho e a propagação da noção mítica de criador individual, inclusive reproduzida pelo sistema de ensino.

Artigo selecionado para publicação na MODAPALAVRA.

Resumo:

Palavras-chave: Design de Moda; Materialidade; “Sociedade Pós-industrial”; Capitalismo Tardio; Divisão do Trabalho.,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0063

Referências bibliográficas
  • [1] AMBROSE, Gavin; HARRIS, Paul. Design Thinking. Porto Alegre: Bookman, 201
  • [2] ANTUNES, Ricardo (org.). A dialética do trabalho: escritos de Marx e Engels. São Paulo: Expressão Popular, 2013.
  • [3] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA TÊXTIL E DE CONFECÇÃO (ABIT). Panorama do setor têxtil e de confecções. Brasília: ABIT, 2011. Disponível em . Acesso em 07 jan. 2016.
  • [4] BELL, Daniel. O advento da sociedade pós-industrial. São Paulo: Cultrix, 1977.
  • [5] BERGAMO, Alexandre. A experiência do status: roupa e moda na trama social. São Paulo: UNESP, 2007.
  • [6] BRAVERMAN, Harry. Trabalho e capital monopolista: a degradação do trabalho no século XX. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.
  • [7] CARCANHOLO, Marcelo Dias; MEDEIROS, João Leonardo. Trabalho no capitalismo contemporâneo: pelo fim das teorias do fim do trabalho. Revista Outubro. Niterói: UFF, 2012. Disponível em: . Acesso em 01 maio 2016.
  • [8] CIPINIUK, Alberto. Design: o livro dos porquês: o campo do Design compreendido como produção social. Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2014.
  • [9] EAGLETON, Terry. Ideologia: uma introdução. São Paulo: UNESP: Boitempo, 1997.
  • [10] FORTY, Adrian. Objetos de desejo: design e sociedade desde 1750. São Paulo: Cosac Naify, 2007.
  • [11] JAMESON, Fredric. Pós-modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Ática, 1997.
  • [12] LUKÁCS, Georg. Sociologia. São Paulo: Ática, 1981.
  • [13] MANDEL, Ernest. O Capitalismo Tardio. São Paulo: Abril Cultural, 1982.
  • [14] ______. Introdução ao marxismo. Porto Alegre: Renascença, 2015.
  • [15] ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (OIT). Medir o progresso na luta contra o trabalho infantil: Estimativas e tendências mundiais 2000 – 2012. Genebra: Bureau Internacional do Trabalho, Programa Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil (IPEC), 2013. Disponível em . Acesso em 01 dez. 20
  • [16] ______. Salarios y tiempo de trabajo en los sectores de los textiles, el vestido, el cuero y el calzado: documento temático para el debate en el Foro de diálogo mundial sobre los salarios y el tiempo de trabajo en los sectores de los textiles, el vestido y el calzado. Genebra: Departamento de Actividades Sectoriales, 2014. Disponível em: . Acesso em 01 de dez. 2015.
  • [17] SIEGLE, Lucy. To die for: is fashion wearing out the world? Londres: Fourth Estate, 2011.
Como citar:

Contino, Joana Martins; Cipiniuk, Alberto; "IDEOLOGIA, DIVISÃO CAPITALISTA DO TRABALHO E PAPEL SOCIAL DO DESIGNER: UM ESTUDO SOBRE A PRODUÇÃO DE MATERIALIDADE NO DESIGN DE MODA", p. 733-743 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0063

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações