Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Identidade estampada: o design de superfície como ferramenta de branding

Patterned identities: surface design as a branding tool

Paiva, Jéssica;

Artigo completo:

Várias marcas de design autoral encontraram nas estampas exclusivas um caminho para construção de sua identidade. Adotando a estamparia como assinatura e como elemento tátil de significação e posicionamento, elas reúnem um universo simbólico em volta de si e parecem ampliar os canais de comunicação que estabelecem com o público. Este artigo se debruça sobre a dimensão visual do design de superfície com o intuito de relacionar as escolhas criativas desse campo com aspectos de identidade de marca trazidos pelo branding. Nesse sentido, foram postos em confronto dois canais de comunicação de uma mesma marca: o seu discurso nas redes sociais e os aspectos plásticos, semânticos e simbólicos presentes em suas estampas. Para viabilizar uma análise visual da estampa, a metodologia de Joly (2007) foi adaptada.

Artigo completo:

Some brands have been using exclusive patterns as a way to build their authorial identities. Using patterns as a signature, as a meaningful element for positioning, they put together a whole symbolic universe around them. This way, these brands seems to expand their communication channels with the public. Therefore, this article lays on the visual dimension of the surface design with the intent to connect the creative choices of this area with branding concepts and strategies. To accomplish that, a comparison was drawn between two channels of the same brand: its speech on the social networks and the meaningful aspects of its patterns. To endorse the pattern’s visual analysis, Joly(2007)’s methodology was adapted.

Palavras-chave: design de superfície, estampa, identidade de marca, comunicação,

Palavras-chave: surface design, pattern, branding, communication,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-1.0368

Referências bibliográficas
  • [1] Detail Papelaria. Instagram. Disponível em: Acessado em: 07/07/2019 às 15h.
  • [2] Cardoso, R. (2004). Uma introdução à história do design. São Paulo: Edgard Blucher.
  • [3] Carvalhal, A. (2014). A moda imita a vida. São Paulo: Estação das Letras.
  • [4] Flusser, V. (1985). Filosofia da Caixa Preta: ensaios para uma futura filosofia da fotografia. São Paulo: Hucitec.
  • [5] Joly, M. (2007). Introdução à análise da imagem. Lisboa: Ed. 70.
  • [6] Lobach, B. (2001) Design Industrial: bases para a configuração dos produtos industriais. São Paulo: Edgard Blucher.
  • [7] Manzini, E. (1993). A matéria da invenção. Lisboa: Centro Português de design.
  • [8] Rubim, R. (2010). Desenhando a Superfície. São Paulo: Edições Rosari LTDA.
  • [9] Ruthschiling, E. A. (2008). Design de Superfície. Porto Alegre: Ed. da UFRGS.
  • [10] Surface Design Association. Disponível em: Acessado em: 01/06/2019 às 09h.
  • [11] Vieira, L. B. (2014). A Estamparia Têxtil Contemporânea: produção, produtos e subjetividades. Dissertação (mestrado) - USP, Programa de Pós-graduação em Têxtil e Moda, Escola de Artes Ciências e Humanidades, São Paulo.
  • [12] Wheeler, A. (2008). Design de identidade de marca. Porto Alegre: Bookman.
Como citar:

Paiva, Jéssica; "Identidade estampada: o design de superfície como ferramenta de branding", p. 378-390 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-1.0368

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações