Poster Resumo - Open Access.

Idioma principal

ICONOGRAFIA REVISITADA: UM PANORAMA TEMPORAL DE ÍCONES DA APPLE E DA MICROSOFT

Cruz, Ana Carolina; Carrion, Patrícia; Quaresma, Manuela;

Poster Resumo:

Interfaces gráficas de dispositivos eletrônicos são compostas por um repertório de objetos visuais que têm como uma das suas principais funções facilitar a utilização por parte do usuário. No decorrer de quase meio século, tais objetos, em especial os ícones, sofreram grandes modificações. A princípio presentes em aparelhos como os computadores desktop, esses indicadores visuais migraram para as tecnologias mobile e, no contexto de telas menores, economizam espaço na interface e propõem uma interação de toque por parte do usuário. Tendo conhecimento sobre a importância destes recursos gráficos, esta pesquisa tem como objetivo mostrar a evolução dos ícones sob a perspectiva de duas populares plataformas, a Microsoft e a Apple, e seus respectivos software. Nos anos 80, o mundo foi apresentado ao primeiro computador pessoal comercial com uma interface gráfica do usuário (GUI). O lançamento do Lisa, da Apple, configurou-se, portanto, como um importante marco na história da computação, visto que dispositivos como o Microsoft Windows e o Apple Macintosh em breve adotariam as GUIs como suas interfaces de usuário. Nos anos 2000, com a popularização dos smartphones, indivíduos tiveram o acesso à tela na ponta dos dedos, e os aplicativos de dispositivos móveis inflamaram a criação de ícones gráficos. Nessa conjuntura, a Apple distinguiu-se, visto que, até a chegada do iOS, os smartphones não possuíam tela sensível ao toque. O iPhone original proporcionou uma mudança nesse cenário ao apresentar uma touchscreen capacitiva. Ao lançar o Windows Phone 7, a Microsoft também revolucionou, especialmente no que concerne aos ícones digitais, que se tornaram flat. De elementos visuais bem-sucedidos como os desenvolvidos pela designer Susan Kare a interfaces já descontinuadas como as do Microsoft Bob, apresenta-se neste estudo uma linha temporal de ícones de aplicações digitais. Em suma, busca-se auxiliar na compreensão e no estudo das tendências de design, como o skeumorfismo e suas metáforas visuais, o flat design e os desenhos 3D mais realistas.

Poster Resumo:

Palavras-chave: Interação Humano-Computador, Interfaces Gráficas, Ícones, Apple, Microsoft,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0476

Referências bibliográficas
Como citar:

Cruz, Ana Carolina; Carrion, Patrícia; Quaresma, Manuela; "ICONOGRAFIA REVISITADA: UM PANORAMA TEMPORAL DE ÍCONES DA APPLE E DA MICROSOFT", p. 5513-5514 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0476

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações