Dezembro 2020 vol. 8 num. 5 - Colóquio Internacional de Design 2020

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Gestão de design sistêmica associada à prototipagemde serviço para a tomada de decisão na aplicação deestratégias instrucionais em diferentes contextoseducacionais: ludificação e gamificação

Systemic design management associated with service prototyping for decisionmaking in the application of instructional strategies in different educationalcontexts: ludification and gamification

Ferreira, Alais Souza; Figueiredo, Luiz Fernando Gonçalves de;

Artigo completo:

Este artigo objetiva descrever as relações existentes entre a gestão de design sistêmica (GDS), aprototipagem de serviço e as estratégias instrucionais (ludificação e gamificação), direcionadas aocontexto de ensino-aprendizagem e/ou treinamentos em diferentes organizações. Para isso, sãomencionados três casos educacionais que aplicam essas estratégias instrucionais. Esta pesquisa é denatureza teórica, abordagem qualitativa, objetivos exploratórios. Os dados foram coletados pelapesquisa bibliográfica, incluindo três revisões de literatura realizadas de 2016 a 2018. As pesquisasencontradas permitiram compreender as relações entre essas áreas, resultando em um diagramasistêmico. A GDS auxilia na prática de gestão, a identificar e colocar em prática a estratégia instrucionaladequada para determinado contexto. A prototipagem de serviço propicia o nível tático na visualizaçãodos processos, seja no nível estratégico ou operacional. As estratégias instrucionais contribuem para ainstrução da equipe e do usuário, e podem ser aplicadas em todos os níveis de GDS.

Artigo completo:

This article aims to describe the relationships between systemic design management (SDM),service prototyping and instructional strategies (ludification and gamification) directed to the context ofteaching-learning and/or training in different organizations. For this, three educational cases that applythese instructional strategies are mentioned. This research is theoretical in nature, qualitative approach,exploratory objectives. Data were collected through bibliographical research, including three literaturereviews conducted from 2016 to 2018. The research found allowed us to understand the relationshipsbetween these areas, resulting in a systemic diagram. SDM assists in the practice of management, toidentify and put into practice the appropriate instructional strategy for a given context. Service prototypingprovides the tactical level in the visualization of processes, whether at the strategic or operational level.Instructional strategies contribute to team and user instruction, and can be applied at all SDM levels.

Palavras-chave: Gestão de design sistêmica; prototipagem de serviço; estratégias instrucionais; ludificação; gamificação,

Palavras-chave: Systemic design management; service prototyping; instructional strategies; ludification;gamification,

DOI: 10.5151/cid2020-76

Referências bibliográficas
  • [1] ALVES, Flora. Gamification: como criar experiências de aprendizagem engajadoras. 2. ed. São Paulo: DVS Editora, 2015.
  • [2] AROS, Kammiri Corinaldesi; FIGUEIREDO, Luiz Fernando Gonçalves de. Gestão de design para inovação social: uma possível relação. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INTEGRATION OF
  • [3] DESIGN, ENGINEERING AND MANAGEMENT FOR INNOVATION, IDEMI, 4., 2015, Florianópolis. Anais eletrônicos […]. Florianópolis: UDESC, 2015. Disponível em: http://janainaramos.com.br/idemi2015/anais/05/141070.pdf. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [4] BERTALANFFY, Ludwig Von. Teoria geral dos sistemas: fundamentos, desenvolvimento e aplicações. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 201
  • [5] BEST, Kathrin. Fundamentos de gestão do design. Porto Alegre: Bookman, 2012.
  • [6] BLOMKVIST, J. Conceptualising Prototypes in Service Design. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação de Licenciatura em Filosofia) - Department of Computer and Information Science, Faculty of Arts and Sciences, Linköping University, Suécia, 2011.
  • [7] BOHREN, Meghan A. et al. Formative research and development of innovative tools for “Better Outcomes in Labour Difficulty” (BOLD): study protocol. Reproductive Health, v. 12, 2015.
  • [8] BONSIEPE, Gui. Design, Cultura e Sociedade. São Paulo: Blucher, 2011.
  • [9] BOSH, Rosan; WENDT, Kim; GOME, Patrícia. Escolas suecas aproximam pedagogia e design. In: PORVIR. Inovações em Educação. São Paulo: Porvir, 2012. Disponível em: http://porvir.org/escolasueca-aproxima-pedagogia-design/. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [10] BROWN, Tim. Design thinking: uma metodologia ponderosa para decretar o fim das velhas ideias. Rio de Janeiro: Elsevier, 20
  • [11] CAPRA, Fritjof. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. 12. ed. São Paulo: Cultrix, 2010.
  • [12] CARLAN SÁ, Neusa Maria. O lúdico na ciranda da vida adulta. 2004. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2004.
  • [13] CASTRO, Gabriela Varanda de. Jardins comunitários de Nova York: um método para recomendações baseado no design de experiência. 2014. Tese (Doutorado em Design) - Departamento de Artes e Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.
  • [14] COHEN, Aaron M. The gamification of education. Futurist, v. 45, n. 5, p. 16-17, 2011.
  • [15] CONFORTO, Edivandro Carlos; AMARAL, Daniel Capaldo; SILVA, Sérgio Luis da. Roteiro para revisão bibliográfica sistemática: aplicação no desenvolvimento de produtos e gerenciamento de projetos. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO, 8., 2011, Porto Alegre. Anais [...]. Porto Alegre: UFRGS, 2011.
  • [16] DALLAGNOL, Vinícius. A inserção da gamificação no processo de gestão de design. 20 Dissertação (Mestrado em Design) – Centro de Comunicação e Expressão, Programa de PósGraduação em Design, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 20 Lúdico, Ludismo, Ludificação, Ludicidade, Ludificar, Joguificar, Joguificação, Gamificar, Gamificação. In: DICIONÁRIO Priberam da Língua Portuguesa, DPLP. Porto: Lello Editores, 2013. Disponível em: https://dicionario.priberam.org/. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [17] DUTRA, Jussara. A inovação empresarial depende do engajamento das pessoas. In: SENIOR. Notícias. [S. l.]: Senior Sistemas, 2013. Disponível em: https://www.senior.com.br/noticias/ainovacao-empresarial-depende-do-engajamento-das-pessoas. Acesso em: 26 ago. 20
  • [18] FERREIRA, Caroline Nascimento; SANTOS, Gabriela Damázio dos. Design Lúdico: definições de uma estrutura interativa. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM DESIGN, 11., 2014, Gramado. Anais eletrônicos [...]. São Paulo: Blucher, 2014, p.1-9. Disponível em: FILATRO, Andrea. Design instrucional na prática. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2008.http://www.ufrgs.br/ped2014/trabalhos/trabalhos/833_arq2.pdf. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [19] FIGUEIREDO, Luiz Fernando Gonçalves de; FERREIRA, Alais Souza; CONTI, Paolo. Prototipagem de Serviço relacionada à Gamificação e Gestão de Design por uma Abordagem Sistêmica: análise bibliométrica. In: CONGRESSO DE PESQUISA & DESENVOLVIMENTO EM DESIGN, 13., 2018, Joinville.Anais [...]. São Paulo: Blucher, 2018, v. 1. p. 2610-2624.
  • [20] FERREIRA, Alais Souza; FIGUEIREDO, Luiz Fernando Gonçalves de; OURIVES, Eliete Auxiliadora Assunção. Abordagem Sistêmica associada à gamificação como uma ferramenta de prototipagem de serviços. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL DE DESIGN, 4., 2017, Belo Horizonte. Anais eletrônicos [...]. São Paulo: Blucher, 2018. Disponível em: http://www.proceedings.blucher.com.br/articledetails/28115. Acesso em: 28 jul. 20
  • [21] FORMANSKI, Francieli Naspolini. Aplicabilidade da gamificação no contexto empresarial. 2016. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Gestão do Conhecimento) – Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.
  • [22] GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2014.
  • [23] HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2014.
  • [24] HOSS, MAURICIO JUNIOR. Prototipagem de serviços: um estudo exploratório com foco na iluminação de habitações de interesse social. 2014. Dissertação (Mestrado em Design) – Setor de Artes, Comunicação e Design, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.
  • [25] INNOVE EDU. Quest to Learn: cidade de Nova York e Institute of Play. In: INNOVE EDU. São Paulo: Gita Tecnologia, 2018. Disponível em: http://www.innoveedu.org/pt/quest-to-learn. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [26] JENKINS, Henry; CLINTON, Katie; PURUSHOTMA, Ravi; ROBISON, Alice J.; WEIGEL, Margaret. Confronting the challenges of participatory culture: media education for the 21th century. Chicago: MacArthur Foundation, 2006. Disponível em: https://www.macfound.org/media/article_pdfs/JENKINS_WHITE_PAPER.PDF. Acessado em: 28 jul. 2020.
  • [27] KRUCKEN, Lia. Design e território: valorização de identidades e produtos locais. 1. ed. São Paulo: Nobel, 2009.
  • [28] KOTLER, Philip. Administração de Marketing. São Paulo: Prentice Hall, 2005.
  • [29] LAURO, Aline Bertolini. Abordagem sistêmica e gestão de design na formação de uma rede integradora de serviços. 2014. Dissertação (Mestrado em Design) – Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Design e Expressão Gráfica, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.
  • [30] LEMES, David de Oliveira; SANCHES, Murilo Henrique Barbosa. Gamificação e Educação: Estudo de caso da Escola Quest to Learn. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE JOGOS E ENTRETENIMENTO DIGITAL, 15., 2016, São Paulo. Proceedings eletrônicos [...]. São Paulo: SBC, 2016. Disponível em: http://www.sbgames.org/sbgames2016/downloads/anais/157723.pdf. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [31] MORIN, Edgar. O método 1: a natureza da natureza. Porto Alegre: Sulina, 2005.
  • [32] MORITZ, Stefan. Service Design: practical access to an evolving fiel. [S. l.]: Köln International School of Design, 2005.
  • [33] MOZOTA, Brigitte Borja de. Gestão do design: usando o design para construir o valor de marca e inovação corporativa. Porto Alegre: Bookman, 2011.
  • [34] NAVARRO, Gabrielle. Gamificação: a transformação do conceito do termo jogo no contexto da pósmodernidade. 2013. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo, 2016.
  • [35] NEGRINE, Airton. O lúdico no contexto da vida humana: da primeira infância à terceira idade. In: Brinquedoteca: a criança, o adulto e o lúdico. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 2000.
  • [36] PINK, Dan. The puzzle of motivation. In: TED GLOBAL CONFERENCE. [S. l.]: TED Conferences, 2009. Disponível em: http://www.ted.com/talks/dan_pink_on_motivation#t-759582. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [37] RAMOS, Cosete. Construção de materiais de ensino-aprendizagem: uma abordagem sistêmica. Brasília: Ministério da Educação e Cultura, Departamento de Ensino Fundamental, Departamento de Documentação e Divulgação, 1978.
  • [38] RAU, Christiane; ZBIEK, Anna; JONAS, Julia M. Creating Competitive Advantage from Services: a Design Thinking Case Study from the Commodities Industry. Research Technology Management, Arlington, v. 60, n. 3, p. 48-56, May. 2017.
  • [39] RIBEIRO, Débora. Lúdico. In: DICIONÁRIO Online de Português, DICIO. Porto: 7Graus, 2018. Disponível em: https://www.dicio.com.br/ludico/. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [40] ROLOFF, Eleana Margarete. A importância do lúdico em sala de aula. In: X SEMANA DE LETRAS, 70, 2010, Porto Alegre. Anais eletrônicos [...]. Porto Alegre: PUC-RS, 2010. Disponível em: http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/anais/Xsemanadeletras/comunicacoes/Eleana-Margarete-Roloff.pdf. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [41] SCHÖN, Donald A. Educando o Profissional Reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.
  • [42] SIGNIFICADOS. Lúdico. In: SIGNIFICADOS. Porto: 7Graus, 2014. Disponível em: https://www.significados.com.br/ludico/. Acesso em: 28 jul. 2020.
  • [43] SILVA, Carina Scandolara da; FIGUEIREDO, Luiz Fernando Gonçalves de. Abordagem sistêmica da gestão de design: conceituação e aplicação. In: CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE DESIGN,
  • [44] ENGENHARIA E GESTÃO PARA INOVAÇÃO, 4., 2015, Florianópolis. Anais eletrônicos [...]. Florianópolis: UDESC, 2015, p. 1063-1074. Disponível em: http://janainaramos.com.br/idemi2015/anais/04/143419.pdf. Acesso em: 31 ago. 2018.
  • [45] SILVEIRA, Fabio. Design & educação: novas abordagens. In: MEGIDO, V. F. A revolução do design: conexões para o século XXI. São Paulo: Editora Gente, 2016. p.116-131.
  • [46] VIANNA, Ysmar; VIANNA, Maurício; MEDINA, Bruno; TANAKA, Samara. Gamification, inc: como reinventar empresas a partir de jogos. 1 ed. Rio de Janeiro: MJV Press, 2013.
  • [47] ZIMMER SANTOS, Grazielli Faria; HOFFMANN, Micheline Gaia. Pursuing effectiveness in public administration: a proposal for a method to design and implement public services in the city of florianopolis. NAVUS-Revista de Gestão e Tecnologia, v. 6, n. 1, p. 88–105, 2016.
Como citar:

Ferreira, Alais Souza; Figueiredo, Luiz Fernando Gonçalves de; "Gestão de design sistêmica associada à prototipagemde serviço para a tomada de decisão na aplicação deestratégias instrucionais em diferentes contextoseducacionais: ludificação e gamificação", p. 995-1011 . In: Anais do Colóquio Internacional de Design 2020. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cid2020-76

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações