Dezembro 2020 vol. 7 num. 3 - VIII Simpósio de Engenharia de Produção

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

GERAÇÃO DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL NO MUNICÍPIO DE BEBEDOURO - SP

GERAÇÃO DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL NO MUNICÍPIO DE BEBEDOURO - SP

Gonçalves, Gustavo Henrique Vital; Marques Neto, José da Costa; Rocha, Leonardo Brian Gonçalves da;

Artigo completo:

O número de novas construções e reformas no Brasil vem aumentando nos últimos anos, tendo em vista que esse crescimento resulta também nos altos índices de resíduos gerados e em seguida depositados de forma incorreta no meio ambiente. Com isso, faz-se necessário um gerenciamento mais adequado do RCC e o primeiro passo para isso é quantificá-lo e caracterizá-lo. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi o de realizar o levantamento quantitativo e qualitativo de resíduos de construção civil gerados no município de Bebedouro - SP, entre os anos de 2017 e 2018. Para tanto, foi realizado o levantamento de dados através de pesquisa documental juntamente à prefeitura do município, a análise dos resíduos e a coleta, separação e a pesagem. O resultado mostrou que há uma média diária de 41,80 ton/dia de resíduos gerados no município e o material com maior volume encontrado foi o concreto (31,88%), em seguida a argamassa/reboco (31,32%). Conclui-se, portanto, que, conforme a Resolução CONAMA n° 307/02, 94,78% desses resíduos encontrados referem-se a resíduos da classe A, possíveis de serem reciclados ou reutilizados em forma de agregados.

Artigo completo:

O número de novas construções e reformas no Brasil vem aumentando nos últimos anos, tendo em vista que esse crescimento resulta também nos altos índices de resíduos gerados e em seguida depositados de forma incorreta no meio ambiente. Com isso, faz-se necessário um gerenciamento mais adequado do RCC e o primeiro passo para isso é quantificá-lo e caracterizá-lo. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi o de realizar o levantamento quantitativo e qualitativo de resíduos de construção civil gerados no município de Bebedouro - SP, entre os anos de 2017 e 2018. Para tanto, foi realizado o levantamento de dados através de pesquisa documental juntamente à prefeitura do município, a análise dos resíduos e a coleta, separação e a pesagem. O resultado mostrou que há uma média diária de 41,80 ton/dia de resíduos gerados no município e o material com maior volume encontrado foi o concreto (31,88%), em seguida a argamassa/reboco (31,32%). Conclui-se, portanto, que, conforme a Resolução CONAMA n° 307/02, 94,78% desses resíduos encontrados referem-se a resíduos da classe A, possíveis de serem reciclados ou reutilizados em forma de agregados.

Palavras-chave: Gestão de Resíduos. RCC. Meio Ambiente.,

Palavras-chave: Gestão de Resíduos. RCC. Meio Ambiente.,

DOI: 10.5151/viisimep-239141

Referências bibliográficas
  • [1] ALVES, T. E. R.; SANTOS, M. do S. F. A gestão de resíduos da construção civil em
  • [2] Teresina – Piauí. 2018. 13 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia de Produção,
  • [3] Universidade Federal do Piauí – Ufpi, Piauí, 2018.
  • [4] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15112: Resíduos da
  • [5] construção civil e resíduos volumosos – Áreas de transbordo e triagem – Diretrizes para
  • [6] projeto, implantação e operação. Rio de Janeiro: ABNT, 2004, 7 p.
  • [7] BARROS, M. V.; SOUZA, J. T. de. Plano de gerenciamento de resíduos sólidos da
  • [8] construção civil: Um panorama de análise a partir da Resolução 307 do
  • [9] CONAMA. 2017. 15 f. Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa Pr, 2017.
  • [10] BRASIL, Lei N° 12.305 de 02 de agosto de 2010 - Política Nacional de Resíduos
  • [11] Sólidos (PNRS).
  • [12] BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA.
  • [13] Resolução CONAMA n. 307. Estabelece Diretrizes, Critérios e Procedimentos para a Gestão
  • [14] dos Resíduos da Construção Civil. Brasília, DF, n. 136, 17 de julho de 2002.
  • [15] GEOGRÁFOS, Google. Localização de Bebedouro – SP. 2019. Disponível em:<
  • [16] https://www.geografos.com.br/cidades-sao-paulo/bebedouro.php>. Acesso em: 02 out. 2019.
  • [17] INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA (IBGE). Pitangueiras-SP.
  • [18] 20 Disponível em:< https://cidades.ibge.gov.br/brasil/sp/bebedouro/panorama>. Acesso
  • [19] em: 10 abr. 20
  • [20] LEITE, I. C. de A.; DAMASCENO, J. L. C.; REIS, A. M. dos; ALVIM, M. Gestão de
  • [21] resíduos na construção civil: Um estudo em Belo Horizonte e região
  • [22] metropolitana. 2017. 17 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Civil, Centro
  • [23] Universitário Izabela hendrix., Belo Horizonte Mg, 2017.
  • [24] MARQUES NETO, J. da C. Estudo da gestão municipal dos resíduos de construção e
  • [25] demolição na bacia hidrográfica do Turvo Grande (UGRHI-15). 2009. 669 f. Tese
  • [26] (Doutorado) - Curso de Engenharia Civil, Escola de Engenharia de São Carlos da
  • [27] Universidade de São Paulo, São Carlos Sp, 2009.
  • [28] MARQUES NETO, J. da C. Gestão dos resíduos de construção e demolição no Brasil.
  • [29] 1ed., 162p, São Carlos: Editora RiMa, (2005).
  • [30] MARQUES NETO, J. da C.; SCHALCH, V. Gestão dos resíduos de construção e
  • [31] demolição: Estudo da situação no município de São Carlos-SP, Brasil. 2010. 10 f.
  • [32] Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia Civil, Universidade Federal de São Carlos, São
  • [33] Carlos - Sp, 2010.
  • [34] MENDES, C. A. B.; GIACCOM, R. B. M. Avaliação de parâmetros na estimativa da geração
  • [35] de resíduos sólidos urbanos. Revista Brasileira de Planejamento e Desenvolvimento, Vol.7(3),
  • [36] 2018.
  • [37] NASCIMENTO, J. M. do. A importância da compatibilização de projetos como fator de
  • [38] redução de custos na construção civil. Revista Especialize On-line IPOG, v. 1, p.1-11,
  • [39] 2014.
  • [40] OLIVEIRA, E. G. de; MENDES, O. Gerenciamento de resíduos da construção civil e
  • [41] demolição: Estudo de caso da resolução 307 do Conama. 2018. 14 f. Dissertação
  • [42] (Mestrado) - Curso de Engenharia Ambiental, Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2018.
  • [43] SHINGO, S. O sistema Toyota de produção, 2ª ed. Bookman, São Paulo, 1996.
  • [44] SILVA, O. H. da; UMADA, M. K.; POLASTRI, P.; NETO, G. de A.; ANGELIS, B. L. D. de;
  • [45] MIOTTO, J. L. Etapas do gerenciamento de resíduos da construção civil. 2015. 10 f.
  • [46] Universidade Estadual de Maringá, Maringá Pr, 2015.
  • [47] YEHEYIS, M.; HEWAGE, K.; ALAM, M. S.; ESKICIOGLU, C.; SADIQ, R. An overview
  • [48] of construction and demolition waste management in Canada: a lifecycle analysis
  • [49] approach to sustainability. Clean Technologies and Environmental Policy. n. 15, 2013.
Como citar:

Gonçalves, Gustavo Henrique Vital; Marques Neto, José da Costa; Rocha, Leonardo Brian Gonçalves da; "GERAÇÃO DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL NO MUNICÍPIO DE BEBEDOURO - SP", p. 765-778 . In: Anais do VIII Simpósio de Engenharia de Produção . São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/viisimep-239141

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações