Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

O que se investiga sobre o uso de metodologias ativas para o ensino do aparelho do movimento no ensino superior

O que se investiga sobre o uso de metodologias ativas para o ensino do aparelho do movimento no ensino superior

Amorim, Mary Anne Pasta de; Tomio, Daniela; Silva, Arleide Rosa da; , ;

Artigo:

O processo de ensino e aprendizagem vem sofrendo transformações passando de um modelo tradicional pautado na memorização para um modelo baseado em metodologias ativas, onde o aluno passa a ser o autor da construção de seu conhecimento, tendo o professor como um mediador e facilitador nesta busca. No presente estudo analisamos quais as tendências educativas envolvendo as metodologias ativas voltadas ao ensino da Anatomia Humana, com enfoque no aparelho do movimento, nos cursos da área da saúde e ciências biológicas no ensino superior. O estudo se caracteriza como uma revisão bibliográfica dos últimos dez anos nas seguintes fontes de pesquisa: Bases de Dados de Teses e Dissertações da FURB (BDTD), CAPES e IBICT através das palavras-chaves: metodologia ativa + aparelho do movimento, metodologia ativa + aparelho locomotor, metodologia ativa + anatomia, ensino + anatomia e ensino+ anatomia humana. Como resultados encontramos 26 trabalhos, mas apenas 3 relacionados ao aparelho do movimento/locomotor no ensino superior, sendo outros relacionados com teatros anatômicos, confecção de material didático para professores, metodologias ativas em âmbito geral ou com estratégias específicas como a construção de atlas pelos alunos, discussão de casos clínicos, no uso de tecnologia digital, autoavaliação, aplicativos, atlas digitais, jogos e ensino híbrido. Verificamos assim, uma carência em trabalhos descrevendo as diversas possibilidades de metodologias ativas voltadas à Anatomia Humana no ensino superior.

Artigo:

O processo de ensino e aprendizagem vem sofrendo transformações passando de um modelo tradicional pautado na memorização para um modelo baseado em metodologias ativas, onde o aluno passa a ser o autor da construção de seu conhecimento, tendo o professor como um mediador e facilitador nesta busca. No presente estudo analisamos quais as tendências educativas envolvendo as metodologias ativas voltadas ao ensino da Anatomia Humana, com enfoque no aparelho do movimento, nos cursos da área da saúde e ciências biológicas no ensino superior. O estudo se caracteriza como uma revisão bibliográfica dos últimos dez anos nas seguintes fontes de pesquisa: Bases de Dados de Teses e Dissertações da FURB (BDTD), CAPES e IBICT através das palavras-chaves: metodologia ativa + aparelho do movimento, metodologia ativa + aparelho locomotor, metodologia ativa + anatomia, ensino + anatomia e ensino+ anatomia humana. Como resultados encontramos 26 trabalhos, mas apenas 3 relacionados ao aparelho do movimento/locomotor no ensino superior, sendo outros relacionados com teatros anatômicos, confecção de material didático para professores, metodologias ativas em âmbito geral ou com estratégias específicas como a construção de atlas pelos alunos, discussão de casos clínicos, no uso de tecnologia digital, autoavaliação, aplicativos, atlas digitais, jogos e ensino híbrido. Verificamos assim, uma carência em trabalhos descrevendo as diversas possibilidades de metodologias ativas voltadas à Anatomia Humana no ensino superior.

Palavras-chave: metodologia ativa, Anatomia Humana, aparelho do movimento, aparelho locomotor, ensino superior.,

Palavras-chave: metodologia ativa, Anatomia Humana, aparelho do movimento, aparelho locomotor, ensino superior.,

DOI: 10.5151/eduforadacaixa-04

Referências bibliográficas
  • [1] ANDRADE, W. M. de. Anatomia mediada por ilustrações para o ensino médico: funções, desenvolvimento, abordagens e tecnologias. 2015. 225 f. Tese (Doutorado) - Curso de Design, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [2] BATISTA, F. Q. Integração de modelos virtuais tridimensionais com o ambiente de ensino e aprendizagem Moodle para o ensino da anatomia humana. 2017. 69 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências da Computação, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", São José do Rio Preto, 2017. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [3] BERBEL, N. A. N. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n.1, p.25-40, 2011. Disponível em: . Acesso em: 24 jul. 2019.
  • [4] BORGES, M. A. dos S. ANATOMUS: um objeto de aprendizagem para dispositivos móveis sobre Anatomia Musculoesquelética Humana. 2018. 85 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ensino de Ciências e Matemática, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [5] CARVALHO, C. A. F. Utilização de Metodologia Ativa de Ensino nas Aulas Práticas de Anatomia. Revista de Graduação USP, São Paulo, v. 2, n.3, p.117-121, dez. 2017.
  • [6] CARVALHO, F. F. O.; CHING, H. Y. Práticas de ensino-aprendizagem no ensino superior: Experiencias em sala de aula. Rio de Janeiro: Alta Books, 201 258 p.
  • [7] CONDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO PESSOAL DE ENSINO SUPERIOR – CAPES. Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD). Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [8] COSTA, R. D. A. da. Ensino híbrido: integrando tecnologias digitais móveis ao ensino e aprendizagem de anatomia humana. 201 138 f. Tese (Doutorado) - Curso de Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Luterana do Brasil, Canoas, 201 Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [9] COTTA, F. D. da S. M. O USO DA IMAGEM NA AVALIAÇÃO DE ANATOMIA HUMANA: elaboração de um material de apoio para o professor. 2011. 129 f. Tese (Doutorado) - Curso de Ensino de Ciências e Matemática, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 201
  • [10] D'AVILA, V. L. N. B. Processos de autoavaliação da aprendizagem em escola médica com apoio de tecnologias de informação e comunicação. 2013. 242 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Puc-sp, São Paulo, 2013. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [11] DUARTE, L. A. Uso da metodologia da problematização na disciplina Anatomia Humana no curso de fisioterapia. 2015. 137 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências da Saúde e do Meio Ambiente, Centro Universitário Plinio Leite, Niterói, 2015. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [12] EHLERS, T. e S. Educação fora da caixa: tendência para a educação no século XXI. Florianópolis, SC: Bookess, 2015.
  • [13] FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1987.
  • [14] FONSECA, A. Avaliação da estabilidade do conhecimento anatômico e de escultura dental de estudantes de Odontologia. 2018. 64 f. Tese (Doutorado) - Curso de Odontologia, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2018. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [15] INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA. – IBICT. Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD). Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [16] LEAL, E. A.; MIRANDA, J.; NOVA, S. P. de C. C.. Revolucionando em Sala de aula: Como envolver o estudante aplicando as técnicas de metodologias ativas de aprendizagem. São Paulo: Atlas, 2018. 235 p.
  • [17] MACAGNAN, J. Metodologias ativas no ensino da anatomia humana: impactos sob a percepção dos alunos. 2012. 103 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação, Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2012. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [18] MARCHIORI, N. M.; CARNEIRO, R. W.. Metodologias ativas no processo de ensino-aprendizagem de anatomia e neuroanatomia. Revista Faculdade do Saber, Mogi Guaçu, v. 3, n.5, p.365-378, 20 Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2019.
  • [19] MATTAR, J. Metodologias ativas: Para a educação presencial, blended e a distância. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017. 118 p.
  • [20] NEVES, M. V. dos S. Uma proposta no ensino da anatomia humana: Desafios e novas perspectivas. 2010. 55 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências da Saúde e do Meio Ambiente, Fundação Oswaldo Aranha - Centro Universitário de Volta Redonda, Volta Redonda, 2010. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [21] NEVES, V. J.das; MERCANTI, L. B.; LIMA, M. T. Metodologias Ativas: perspectivas teóricas e práticas no ensino superior. Campinas, SP: Pontes Editora, 2018. 168 p
  • [22] NÓBREGA-THERRIEN, S. M.; THERRIEN, J. Trabalhos científicos e o estado da questão. Estudos em Avaliação Educacional, [s.l.], v. 15, n. 30, p.5-16, 30 dez. 2004. Fundação Carlos Chagas. http://dx.doi.org/10.18222/eae153020042148. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [23] OLIVEIRA, C. O. de. A gamificação como estratégia para o ensino e aprendizagem de anatomia e fisiologia humana. 2018. 218 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Formação Docente :Interdisciplinar, Universidade Estadual do Paraná, Paranavaí, 2018. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [24] OTTO, G. Análise de uma sequência didática com diferentes categorias de vídeos no processo de ensino aprendizagem de Anatomia e Fisiologia Humana. 2017. 112 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Formação Científica, Educacional e Tecnológica, Universidade Tecnológica do Paraná, Curitiba, 2017. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [25] PEREIRA, J. F. de P. Proposta metodológica no ensino de anatomia humana: Uma estratégia complementar para favorecer a aprendizagem do Sistema Respiratório. 2014. 82 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ensino de Ciências e Matemática, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2014. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [26] PINTO, A. da S. A invenção de um cadáver como dispositivo complexo de aprendizagem sobre o corpo humano: uma experiência no oitavo ano do ensino fundamental. 2016. 82 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ensino de Ciências, Universidade Federal do Pampa, Bagé, 2016. Disponível em:
  • [27] %20de%20Mestrado%20Adriana%20Pinto%20%281%29%20versao%20%20final.pdf>. Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [28] PORTUGAL, H. S. P. Avaliação de um modelo anatômico sintético tridimensional de assoalho pélvico no ensino de anatomia comparado com a pelve cadavérica. 2011. 75 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, 2011. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [29] RONDON, S. Uso de jogo interativo na aprendizagem de estudantes de fonoaudiologia sobre o sistema miofuncional orofacial. 2012. 60 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências da Reabilitação, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [30] SALADINO, A. de O. Análise crítica e subjetiva da integração da anatomia com a cirurgia no ensino em arena: o uso dos teatros anatômicos. 2010. 141 f. Tese (Doutorado) - Curso de Ciências, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [31] SILVA, F. R. da. O corpo anatomoclínico : uma análise dos saberes e práticas em uma disciplina de anatomia da medicina. 2015. 143 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação em Ciências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [32] SILVA, L. A. da. Desenvolvimento de Aplicativo como Objeto de Aprendizagem: Atlas Virtual Interativo para o Ensino de Anatomia Cabeça e Pescoço direcionado à Odontologia. 2016. 76 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Odontologia, Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo, Bauru, 2016. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [33] SILVA, G. M. Metodologias ativas de ensino na graduação em enfermagem: reflexões sobre a formação profissional na perspectiva da integralidade. 2017. 237 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação, Fundação Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2017. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019
  • [34] SILVA JUNIOR, E. X. da. Avaliação do uso de modelos anatômicos alternativos para o ensino-aprendizagem da anatomia humana para alunos do ensino fundamental de uma Escola Pública da cidade de Petrolina - PE. 2015. 98 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação em Ciências, Universidade Federam do Rio Grande do Sul, Petrolina, 2015. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [35] SOUSA, V. X. S. Utilização de jogo digital como estratégia para a aprendizagem da anatomia do aparelho locomotor humano. 2016. 103 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ensino na Saúde, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [36] TALAMONI, A. C. Bi. O laboratório de anatomia sob a perspectiva da 'descrição densa': interfaces da cultura e o ensino de Ciências. 2012. 381 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação Para Ciências, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Bauru, 2012. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [37] TARRAPP, S. R. de M. H. Elaboração de ferramenta computacional para aprendizado da anatomia do pescoço. 2015. undefined f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ensino na Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [38] TORTATO, V. Contribuições da game based learning como metodologia ativa na educação superior em saúde. 2018. 125 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências da Saúde, Faculdades Pequeno Príncipe, Curitiba, 2018. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [39] UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU – FURB. Biblioteca Digital. Disponível em . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [40] _________. Cursos de Graduação. Disponível em . Acesso em: 16 jul. 2019.
  • [41] ZANELLA, R. A utilização das metodologias ativas por docentes de cursos da área da saúde. 2017. 85 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências da Saúde, Faculdade Pequeno Príncipe, Curitiba, 2017. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2019.
Como citar:

Amorim, Mary Anne Pasta de; Tomio, Daniela; Silva, Arleide Rosa da; , ; "O que se investiga sobre o uso de metodologias ativas para o ensino do aparelho do movimento no ensino superior", p. 42-57 . In: Anais Inovação na educação - Pontes para futuros fora da caixa. Anais do III Encontro Internacional de Inovação na Educação e III ConheCER. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-695X, DOI 10.5151/eduforadacaixa-04

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações