Setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

FILMES BIODEGRADÁVEIS PRODUZIDOS COM DIFERENTES FONTES AMILÁCEAS E REFORÇADOS COM MONTMORILLONITA

MANIGLIA, B. C; LA FUENTE, C. I. A; AUGUSTO, P. E. D; TADINI, C; , ;

Pôster:

Filmes biodegradáveis são vantajosos em relação aos convencionais, devido a sua biodegradabilidade e sua matéria-prima ser renovável, porém, geralmente, perdem em propriedades mecânicas e funcionais. Para melhoria dessas propriedades, neste trabalho o efeito da adição da argila montmorillonita (MMT) em filmes com diferentes fontes de amido (mandioca e babaçu) foi avaliada, quanto às propriedades mecânicas, funcionais e ópticas. Notou-se que o teor de amilose da fonte amilácea é um fator importante para as propriedades dos filmes e para o efeito dos aditivos empregados. A fécula de mandioca (amilose: 19,7 g/100 g) gerou filmes com maior flexibilidade, molhabilidade, menor rigidez, resistência, diferença de cor e opacidade que os filmes de babaçu (amilose: 38,9 g/100 g). A adição da MMT para os filmes de babaçu não promoveu diferenças significativas das propriedades mecânicas, enquanto que filmes de fécula de mandioca apresentaram redução de flexibilidade e aumento de rigidez e resistência. A MMT promoveu filmes de babaçu e de mandioca com menor teor de umidade e solubilidade, reduziu a molhabilidade dos filmes de babaçu e a permeabilidade ao vapor de água dos filmes de mandioca. Portanto, a presença da MMT atuou diferentemente para cada tipo de fonte amilácea, principalmente devido aos seus diferentes teores de amilose. Assim, notase que o comportamento final da matriz é resultado da interação de todos os componentes presentes.

Pôster:

Palavras-chave: Filmes biodegradáveis,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0810

Referências bibliográficas
  • [1] ACOSTA, S. et al. Mechanical, barrier and microstructural properties of films based on cassava starch gelatin blends: effect of aging and lipid addition.Inside Food Symposium,Belgium, 2013. ASTM D882 - Standard Test Method for Tensile Properties of Thin Plastic Sheeting, 2012. ASTM E96/E96M - Standard Test Methods for Water Vapor Transmission of Materials, 2016. ASTM STANDARD D644-04 - Standard test methods for moisture content of paper and paperboard by oven drying, 2004
  • [2] BEIGZADEH, G. S. et al. Characterization of chitosan–nanoclay bionanocomposite active films containing milk thistle extract. Int. J. Biol. Macromol, Guildford, v. 86, p. 613–621, 2016.
  • [3] CHUNG, Y. L. et al. Preparation and properties of biodegradable starch-clay nanocomposites. Carbohydr Polym, Barking, v. 79, n. 2, p. 391–396, 2010.
  • [4] CROISIER, F., JÉRÔME, C. Chitosan-based biomaterials for tissue engineering. Eur. Polym. J, v. 49, n. 4, p. 780-792, 2013.
  • [5] GONTARD, N. et al. Edible wheat gluten films: influence of the main process variables on film properties using response surface methodology. J. Food Sci, v. 57, n. 1, p. 190–195, 1992.
  • [6] GÜNISTER, E. et al. Synthesis and characterization of chitosan-MMT biocomposite systems. Carbohydr Polym, v. 67, p. 358-365, 2007.
  • [7] HUNTERLAB. User’s Manual. Manual Version 1.5., 199
  • [8] LI, Y. et al. Paste viscosity of rice starches of different amylose content and carboxymethylcellulose formed by dry heating and the physical properties of their films. Food Chem, v. 109, n. 3, p. 616–623, ago. 200
  • [9] MANIGLIA, B. C. et al. Bioactive films based on babassu mesocarp flour and starch. Food Hydrocoll, v. 70, p. 383-391, 2017.
  • [10] MEHYAR, G. F.; HAN, J. H. Physical and mechanical properties of high‐amylose rice and pea starch films as affected by relative humidity and plasticizer. J. Food Sci, v. 69, n. 9, p. E449– E454, 2004.
  • [11] RINDLAV-WESTLING, Å et al., 1998, "Structure, Mechanical and Barrier Properties of Amylose and Amylopectin Films", Carbohydr Polym, v. 36, pp. 217-224.
  • [12] SOROUDI, A.; JAKUBOWICZ, I. Recycling of bioplastics, their blends and biocomposites. Eur. Polym. J, v. 49(10), p. 2839-2858, 2013.
  • [13] STAROSZCZYK, H. et al. Clay-filled starch films. Part I: effect of clay kind and glycerol concentration on functional properties of composites. Starch - Stärke, Weinheim, v. 69, n. 1–2, p. 1500325, 1 Jan. 2017.
  • [14] WURZBURG, O. B. Modified starches-properties and uses. CRC Press Inc., Boca Raton, FL., p. 277, 1986.
Como citar:

MANIGLIA, B. C; LA FUENTE, C. I. A; AUGUSTO, P. E. D; TADINI, C; , ; "FILMES BIODEGRADÁVEIS PRODUZIDOS COM DIFERENTES FONTES AMILÁCEAS E REFORÇADOS COM MONTMORILLONITA", p. 3056-3059 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0810

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações