setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

EXTRAÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DE FLAVONÓIDES DE EUTERPE OLERACEA MART. POR ESPECTROFOTOMETRIA NO UV-VIS

RIBEIRO, G.P; SOUZA, B. A. S. de; SOUZA, F. B. S. de; BRASIL, D. S. B; , ;

Pôster:

Popularmente encontrada na região Norte do Brasil, a Euterpe Oleraceae Mart., também conhecida como açaí, apresenta substâncias ativas com elevado potencial farmacológico, com isso a indústria farmacêutica destina grandes investimentos para estes estudos. Deste modo o presente trabalho teve como objetivo extrair e quantificar os flavonoides encontrados no endocarpo do açaí. Este processo ocorreu através da extração hidro-alcoolica por Soxhlet, e pela partição com acetato de etila e diclorometano, para quantificação foi utilizado o espectrofotômetro UV- Vis, a 425nm. Os resultados obtidos foram significativos, em vista que o diclorometano utilizado no processo de extração possibilitou a quantificação de um valor mais expressivo de flavonóides. Nesta perspectiva, os resultados do presente estudo possibilitam uma nova alternativa de destinação para o resíduo agroindustrial, bem como sua utilização na produção de medicamentos.

Pôster:

Palavras-chave: produção de medicamentos,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0877

Referências bibliográficas
  • [1] BERNAUD, R. F. S.; FUNCHAL, C. D. S. Atividade antioxidante do açaí. Nutrição Brasil, v. 10,
  • [2] n. 5, p. 310-316, 2011.
  • [3] ELACHER, Wellington Abeldt; OLIVEIRA, Fábio Luiz de; SILVA, Diego Mathias Natal da;
  • [4] QUARESMA, Mateus Augusto Lima; CHRISTO, Bruno Fardim. Caroço de açaí triturado fresco
  • [5] na formulação de substrato para a produção de mudas de hortaliças brássicas. Enciclopédia
  • [6] Biosfera, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.10, n.18; 2014.
  • [7] FREDERICE, R.; FERREIRA, A. P. G.; GEHLEN, M.H. Molecular Fluorescence in Silica Particles
  • [8] Doped with Quercetin- Al 3+ Complexes. Journal of Brazilian Chemical Society, v. 21, n.7, p.
  • [9] 1213- 1217, 2010.
  • [10] FUNARI, C. S.; FERRO, V.O. Análise de própolis. Ciênc. Tecnol. Aliment, v. 26, n.1, p. 171- 178,
  • [11] 2006.
  • [12] LIMA, Milena Campelo Freitas de. Caracterização de substâncias fenólicas e alcaloides dos
  • [13] resíduos do cupuaçu (Theobroma grandiflorum (Willd. ex Spreng.) Schum). Universidade
  • [14] Federal do Amazonas. Manaus, 2013.
  • [15] LOPES, R. M., OLIVEIRA, T. D., NAGEM, T. J., & PINTO, A. D. S. Flavonóides. Biotecnologia
  • [16] ciência & desenvolvimento, 17, 18-22. (2000).
  • [17] MACHADO, H.; NAGEM, T. J.; PETERS, V. M.; FONSECA, C. S.; OLIVEIRA, T. T.
  • [18] Flavonóides e seu potencial terapêutico. Boletim do Centro de Biologia da Reprodução, Juiz de
  • [19] Fora, v. 27, n. 1/2, p. 33-39, 2008.
  • [20] MARZZOCO, A. e TORRES, B. B. Bioquímica Básica. 3. Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
  • [21] 736p. 2007.
  • [22] NIJVELDT, R. J.; NOOD, E.; HOORN, D. E. C.; BOELENS, P. G.; NORREN, K.; LEEUWEN,
  • [23] P. A. M. Flavonoids: a review of probable mechanisms of action and potential applications. Am. J.
  • [24] Clin. Nutr. 74, 418, 2001.
  • [25] RODRIGUES, R. B. et al. Total oxidant scavengind capacity of Euterpe oleracea Mart. (açaí) seeds
  • [26] and identification of their polyphenolic compounds. J. Agric Food Chem, v. 54, n.12, p. 4162-7,
  • [27] Jun 14, 2006.
  • [28] WOISKY, R. G.; SALATINO, A. Analysis of propolis: some parameters and procedures for
  • [29] chemical quality control. J. Apic. Res., v. 37, n.2, p. 99-105, 1998
Como citar:

RIBEIRO, G.P; SOUZA, B. A. S. de; SOUZA, F. B. S. de; BRASIL, D. S. B; , ; "EXTRAÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DE FLAVONÓIDES DE EUTERPE OLERACEA MART. POR ESPECTROFOTOMETRIA NO UV-VIS", p. 3314-3317 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0877

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações