Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DO PROCESSO DE PURIFICAÇÃO DE BIODIESEL DE CANOLA POR ADSORÇÃO EM CARVÃO ATIVADO

SPARTALIS, T. R.; OLIVEIRA, M.; PEREIRA, N.C.; VIEIRA, M. F.; , ;

Artigo Completo:

O uso dos combustíveis fósseis como fonte de energia e a contínua procura por fontes alternativas, levaram à utilização do biodiesel como substituto ao diesel do petróleo. O biodiesel é produto da reação de transesterificação de um óleo vegetal ou gordura animal com um álcool de cadeia curta, formando ésteres etílicos ou metílicos e glicerol. A Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis – ANP, determina. para o biodiesel. um teor máximo de 0,02% de glicerol livre. A purificação convencional, para separar o glicerol do éster, utiliza grandes quantidades de água, aumentando a geração de efluentes. Assim este trabalho propõe um processo alternativo de purificação utilizando adsorção em carvão ativado. Para tanto foi realizada a análise da cinética e das isotermas de adsorção para o biodiesel de óleo de canola e etanol. As amostras foram purificadas variando tempo e concentração de adsorvente. Os resultados mostraram que a reação atingiu o equilíbrio em 60 minutos e o modelo matemático que melhor se ajustou aos dados da cinética foi o de pseudo-primeira ordem e para as isotermas de equilíbrio foi o de Freundlich. O processo de purificação do biodiesel via adsorção em carvão ativado mostrou ser um método alternativo com baixo tempo de equilíbrio. As isotermas apresentam perfil favorável à remoção da glicerina livre presente na solução. O teor de glicerol final no biodiesel foi de 0,019% que é abaixo do limite estabelecido pela ANP.

Artigo Completo:

Palavras-chave: combustíveis, fósseis,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-003

Referências bibliográficas
  • [1] ALMEIDA DE PAULA, A. J.; KRUGEL, M.; MIRANDA, J. P.; ROSSI, L. F. S; COSTA NETO, P.R.Utilização de argilas para purificação de biodiesel. Quimica nova. V.34. p. 91-95. 201
  • [2] CARVALHO, J. M. Biodiesel de soja – reação de transesterificação para aulas práticas de química orgânica. Química Nova, v. 30 p. 1369-1373, 2007
  • [3] GOLIN, D. M. Remoção de chumbo de meios líquidos através de adsorção utilizando carvão ativado de origem vegetal e resíduos vegetais. Dissertação (Mestrado em engenharia ambiental). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007.
  • [4] GOMES, M. C. S.; ARROYO, P. A.; PEREIRA, N. C. Influence of acidified water addition on the biodiesel and glycerol separation through membrane technology. Journal of Membrane Science. v. 431, p. 28-36, 2013.
  • [5] SILVA, G. M.; QUADRI, M. B.; COSTA, A. E.; DIAS, R. Avaliação da remoção do glicerol livre do biodiesel por adsorção. Cobeqic. 2009.
  • [6] SUFFET, I. H..; McGUIRE, M. J. Activated Carbon Adsorption of organics from Aqueous Phase. Volume 1. Ann Arbor Science. USA, 1980.
  • [7] SUZUKI, M.; Adsorption Engineering, Kodansha, Japan, 1989.
Como citar:

SPARTALIS, T. R.; OLIVEIRA, M.; PEREIRA, N.C.; VIEIRA, M. F.; , ; "ESTUDO DO PROCESSO DE PURIFICAÇÃO DE BIODIESEL DE CANOLA POR ADSORÇÃO EM CARVÃO ATIVADO", p. 11-16 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-003

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações