Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DE SECAGEM E CARACTERIZAÇÃO DE RESÍDUO DE BATATA

FERREIRA, C. M.; PERAZZINI, M. T. B.;

Artigo Completo:

Na indústria de processamento de batata, os produtos mais comercializados são as batatas palha e chips e como em todo processo, grandes quantidades de resíduos são geradas diariamente, como a casca de batata. Uma alternativa de tratamento deste resíduo, a fim de diminuir o impacto ambiental causado pelo seu descarte inadequado é a técnica de secagem. Os experimentos de secagem foram conduzidos para espessuras de 0,5 e 1,0 cm e temperaturas de 60 e 70ºC. Realizou-se ainda caracterização físico-química e termofísica do resíduo in natura e após o processo de secagem. Os resultados obtidos mostraram que o resíduo apresenta um elevado conteúdo de umidade inicial, o que favorece a sua deterioração. Os experimentos de secagem mostraram ainda que tanto a espessura do resíduo quanto a temperatura influenciam o processo, no entanto, a temperatura exerceu efeito mais significativo. A caracterização do resíduo mostrou que este apresenta um potencial energético elevado e que a condutividade térmica é favorecida pelo resíduo in natura.

Artigo Completo:

Palavras-chave: batata,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-168

Referências bibliográficas
  • [1] AGRIANUAL. Anuário da Agricultura Brasileira.São Paulo: FNP, 2015, 512p.
  • [2] ANDREATTA, A. Importações Brasileiras de Sementes de Batata: Uma perspectiva do que ocorreu no setor nos últimos dez anos. Disponível em: . Acesso em: 12 ago. 2016.
  • [3] CARVALHO, W. T. de. Secagem de Polpa Residual Obtida na Industrialização de Batata Frita. 2012. 118 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia de Alimentos, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2012.
  • [4] FERNANDES, A. F. et al. Efeito da substituição parcial da farinha de trigo por farinha de casca de batata (Solanum tuberosum Lineu). In: Ciência e Tecnologia de Alimentos, 2008, Campinas. p. 56 - 65.
  • [5] FOUST, A. S. et al. Princípios das Operações Unitárias.2. ed.Rio de Janeiro: Ltc, 2013.
  • [6] GEANKOPLIS, C. J. Transport Processes and Separation Process Principles. 4. ed. Westford: Prentice Hall, 2014.
  • [7] Instituto Adolfo Lutz. Métodos físico-químicos para análise de alimentos.4. ed. São Paulo: IAL, 2008. p. 103-106.
  • [8] LOPES, F. J. Estudo do fenômeno de encolhimento na secagem convectiva de abacaxi com aplicação de micro-ondas. 2013. Dissertação (Mestrado) – Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias, Universidade Estadual do Norte Fluminense, Campos dos Goytacazes, 2013.
  • [9] Ministério do Meio Ambiente. Política Nacional de Resíduos Sólidos. Disponível em: . Acesso em: 16 ago. 2016.
  • [10] RESENDE, D. S. de. Caracterização de resíduos sólidos de estação de tratamento de esgoto da indústria de batatas e avaliação como adição para a produção de compósitos cimentícios. 20 117 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia de Materiais, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 20
  • [11] SILVA, A. S.; MELO, K. dos S.; ALVES, N. M. C.; GOMES, J. P. Cinética de secagem em camada fina de banana maça em secador de leito fixo. In: Revista de Biologia e Ciências da Terra, 2009, v. 9, n. 2, p. 107- 115.
  • [12] SILVA, M. B. da; MORAIS, A. dos S. Avaliação Energética do Bagaço de Cana em Diferentes Níveis de Umidade e Graus de Compactação. In: XXVIII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2008, Rio de Janeiro.
Como citar:

FERREIRA, C. M.; PERAZZINI, M. T. B.; "ESTUDO DE SECAGEM E CARACTERIZAÇÃO DE RESÍDUO DE BATATA", p. 3206-3211 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-168

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações