Artigo premiado - Resíduos Sólidos - Open Access.

Idioma principal

ESTUDO DE RECALQUES EM LISÍMETRO EXPERIMENTAL

OLIVEIRA, Eduarda da Conceição; NOGUCHI, Harumy Sales; GUEDES, Débora Aparecida Souza; CALLEJAS, João Gabriel Carvalho; SANTOS, Aldecy de Almeida; ALMEIDA, Eleonora Andrade de; SILVA, Welitom Ttatom Pereira da;

Artigo premiado - Resíduos Sólidos:

Os fatores que definem as deformações em aterros sanitários são muito complexos uma vez que os resíduos sólidos são formados por materiais naturais e/ou artificiais de várias categorias. Esses materiais variam em forma e volume de acordo com as suas propriedades de degradação e deformação. As deformações, chamadas de recalque, repercutem tanto nos aspectos estruturais da obra, quanto no aproveitamento do volume e podem gerar instabilidade na massa de resíduos. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar os recalques ocorridos em um lisímetro experimental, considerando a influência das condições climáticas e da composição dos resíduos. Para isso, foi construída uma célula experimental em formato cilíndrico, com um volume interno de aproximadamente 0,565 m3, no Centro Experimental da Hidráulica e Saneamento Ambiental, localizado no Campus da UFMT. O lisímetro foi preenchido com resíduos sólidos urbanos do município de Cuiabá. Os recalques foram medidos utilizando-se placas instaladas (P1: superior e P2: inferior) entre a massa de RSU e as camadas de solo na superfície e também na zona intermediária. Os resultados obtidos mostram que a velocidade de recalque nos 15 primeiros dias para a Placa 1 foi de 0,046 cm/dia e 0,02 cm/dia para a Placa 2. Entre 30 e 90 dias de monitoramento a velocidade de recalque da placa 1 foi de 0,48 cm/dia e da placa 2 foi de 0,35 cm/dia. Verificou-se que a maior deformação ocorreu após uma intensa precipitação, com registro de 126,3 mm, com uma deformação de 13,73 cm.

Artigo premiado - Resíduos Sólidos:

Palavras-chave: Recalque, Aterro sanitário, Resíduos Sólidos, Lisímetros,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/engpro-eneeamb2016-awrd-001-4989

Referências bibliográficas
  • [1] ALCÂNTARA, P. B. Avaliação da Influência da Composição de Resíduos Sólidos Urbanos no Comportamento de Aterros Simulados. 2007. 364p. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) – Universidade Federal de Pernambuco. UFPE. Recife. 2007.
  • [2] BARROS, R. T. V., 201 Elementos de Gestão de resíduos Sólidos. Belo Horizonte: Tessitura Editora. 424 p.
  • [3] DENARDIM, G. P. Estudo dos recalques do aterro sanitário da central de resíduos do Recreio - Minas do Leão/RS. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Santa Maria, 201
  • [4] JUNQUEIRA, F. F. Análise do Comportamento de Resíduos Urbanos e Sistemas Dreno Filtrantes em Diferentes Escalas, com Referência ao Aterro do Jóquei Clube – DF. Tese (Doutorado), Universidade de Brasília, 2000.
  • [5] MANASSERO, M., VAN IMPE, W. F. BOUAZZA, A. “Waste Disposal And Containment”. Second International Congress on Environmental Geotechnics. State of the Art Reports. Vol. 1. pp. 193-242, 1996.
  • [6] MEIRA, R. C. Estudo biodegradativo dos resíduos sólidos urbanos da cidade de Campina Grande-PB em escala experimental. Campina Grande, PB, 2009. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Campina Grande, 2009.
  • [7] MELO, M. C., 2003. Uma análise de recalques associada a biodegradação no aterro de resíduos sólidos da Muribeca. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Pernambuco. CTG. Engenharia Civil, 2003. 127fl.
  • [8] MONTEIRO, V.E.D. Análises Físicas, Químicas e Biológicas no Estudo do Comportamento de Aterro da Muribeca. Tese de Doutorado. UFPE. 2003.
  • [9] SIMÕES, G.F. Modelo para avaliação de recalques em aterros de disposição de resíduos sólidos urbanos. Tese (Doutorado). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2000.
Como citar:

OLIVEIRA, Eduarda da Conceição; NOGUCHI, Harumy Sales; GUEDES, Débora Aparecida Souza; CALLEJAS, João Gabriel Carvalho; SANTOS, Aldecy de Almeida; ALMEIDA, Eleonora Andrade de; SILVA, Welitom Ttatom Pereira da; "ESTUDO DE RECALQUES EM LISÍMETRO EXPERIMENTAL", p. 19-26 . In: Anais do XIV Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Ambiental [= Blucher Engineering Proceedings v.3 n.2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/engpro-eneeamb2016-awrd-001-4989

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações