Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

ESTRUTURA AUDIOVISUALÍSTICA EM HIPERVIDEO: PROPOSIÇÃO DE UMA MATRIZ GRÁFICA DE ANÁLISE

AUDIOVISUALISTIC STRUCTURE IN HYPERVIDEO: PROPOSITION OF A GRAPHIC ANALYSIS MATRIX

Hermógenes, Fábio Alexandre; Gonçalves, Berenice Santos;

Artigo completo:

A sociedade tem passado por um intenso processo de audiovisualização (Bonsiepe, 2011) em suas formas de comunicação. Dos primórdios do cinema às novas descobertas de linguagem nos hipervideos, faz-se necessário que se crie ferramentas que possam identificar e categorizar os elementos existentes nos diversos e recentes objetos audiovisuais. No caso específico dos hipervideos, identifica-se uma escassez dessas ferramentas que auxiliem pesquisadores, roteiristas e designers na análise da estrutura narrativa desses novos produtos que surgem e são ofertados aos usuários. A partir do contexto exposto, esse artigo propõe o desenvolvimento de uma matriz gráfica para orientar uma análise audiovisualística – que considere elementos herdados tanto da linguagem do cinema quanto do design de interação e do design visual. Para isso, utilizou-se para teste de sua eficácia o hipervideo institucional criado para um dos laboratórios de pesquisa do Departamento de Engenharia Mecânica da UFSC, o hipervideo LMP . Após a verificação, constatou-se que a matriz se apresentou como um instrumento adequado de análise sobre a integração do link com os elementos constituintes de cena, bem como com os conteúdos por ele ancorados.

Artigo completo:

Society has undergone an intense process of audiovisual visualization (Bonsiepe, 2011) in its forms of communication. From the beginnings of cinema to the new discoveries of language in hypervideos, it is necessary to create tools that can identify and categorize the elements existing in the several and recent audiovisual objects. In the specific case of hypervideos, a shortage of these tools is identified that will aid researchers, writers and designers in the analysis of the narrative structure of these new products that arise and are offered to users. From the above context, this article proposes the development of a graphic matrix to guide an audiovisual analysis - which considers elements inherited from both the language of cinema and interaction design and visual design. For this, the hypervideo institutional created for one of the research laboratories of the Department of Mechanical Engineering of the UFSC, the hipervideo LMP, was used to test its effectiveness. After the verification, it was verified that the matrix was presented as an appropriate instrument of analysis on the integration of the link with the constituent elements of the scene, as well as with the contents that it anchored.

Palavras-chave: audiovisual, hipervideo, matriz gráfica, interatividade, hiperlink,

Palavras-chave: audiovisual, hypervideo, graphic matrix, interactivity, hyperlink,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-4.0183

Referências bibliográficas
  • [1] APRO, Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais. (2016). Mapeamento e impacto econômico do setor audiovisual no Brasil. São Paulo: SEBRAE.
  • [2] Bettetini, G. (1996). L’audiovisivo: dal cinema ai nouvi media. Milão: Bompiani.
  • [3] Block, B. (2008). The visual story: creating the visual structure of film, tv and digital media. Burlington: Elsevier Inc.
  • [4] Bonsiepe, G. (2011). Design, cultura e sociedade. São Paulo: Blucher.
  • [5] Bordwell, D. & Thompson, K. (2013). A arte do cinema: uma introdução. São Paulo: Editora da USP.
  • [6] Garrett, J J. (2011). The elementos of user experience. Berkeley: New Riders.
  • [7] Genette, G. (1971). Discurso da narrativa. Trad. Fernando Cabral Martins. Lisboa: Veja.
  • [8] Gosciola, V. (2010). Roteiro para novas mídias: do cinema às mídias interativas. São Paulo: Senac.
  • [9] Gradvohl, A. L. S. & Iano, Y. (2007). Combinando TV interativa e hipervideo. In: IEEE Latin america transactions, vol. 5, no. 8, dez. Recuperado em 03/05/2019, de: https://pdfs.semanticscholar.org/5f6f/43ee4129a448ee6e0c9684efcb2fe93bf433.pdf Acesso em: 03/04/2019
  • [10] Martin, M. (2005). A linguagem cinematográfica. Lisboa: Dinalivro.
  • [11] Meadows, M. S. (2003). Pause & Effect: the art of interactive narrative. Indianapolis: New Riders, pp. 44-45. Recuperado em 03/05/2019, de: http://www.peachpit.com/articles/article.aspx?p=29598&seqNum=5. Acesso em 12/03/2018.
  • [12] Murray, J. (1998). Hamlet on the Holodeck: the future of narrative in cyberspace. Cambridge: MIT Press.
  • [13] Petry, L, C. & Leite, G, P. (2015). O conceito ontológico de imersão na perspectiva da produção artística nos jogos digitais. In: XIV SBGames , Teresina, Piauí (on-line) Recuperado em 10/04/2019, de: http://www.sbgames.org/sbgames2015/anaispdf/cultura-full/147284.pdf
  • [14] Primo, A. (2007). Interação mediada por computador: comunicação, cibercultura, cognição. Porto Alegre: Sulina.
Como citar:

Hermógenes, Fábio Alexandre; Gonçalves, Berenice Santos; "ESTRUTURA AUDIOVISUALÍSTICA EM HIPERVIDEO: PROPOSIÇÃO DE UMA MATRIZ GRÁFICA DE ANÁLISE ", p. 1733-1744 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-4.0183

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações