Resumo - Open Access.

Idioma principal

ESTRATÉGIAS DE DESIGN NA FARMÁCIA HOSPITALAR: MAPEAMENTO DE UM SISTEMA DE MEDICAÇÃO

Blum, Arina; Merino, Giselle Schmidt Alves Díaz; Merino, Eugenio Andrés Díaz;

Resumo:

Nos hospitais, as farmácias são unidades técnico-administrativas que se relacionam com uma série de departamentos e têm, portanto, posição estratégica para supervisionar o sistema de medicação. A farmácia hospitalar tem papel importante na segurança do paciente, pois pode trabalhar em torno da prevenção que evite equívocos no processo. Caso não hajam precauções implantadas no sistema de medicação, existe maior risco de ocorrência de erros que, inevitavelmente, acometem a saúde do paciente. Diante deste contexto, o artigo relata uma etapa da pesquisa aplicada em um hospital psiquiátrico catarinense. Na fase apresentada, partiu-se da seguinte problemática: como se configura o sistema de medicação no hospital em questão? O objetivo foi analisar o sistema, por meio de um mapeamento, a fim de identificar oportunidades estratégicas de design. Os resultados demonstraram que o sistema de medicação do hospital pesquisado está integrado à farmácia e dependente dela. Sugeriram, também, que trabalhos estratégicos de design no armazenamento, no fracionamento, na separação e na dispensação de medicamentos corroboram para a segurança do sistema como um todo.

Artigo selecionado para publicação na Strategic Design Research Journal (http://revistas.unisinos.br/index.php/sdrj)  — Disponível em breve 

Resumo:

PDF disponível em breve

Palavras-chave: design estratégico; farmácia hospitalar; sistema de medicação; prevenção do erro,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0137

Referências bibliográficas
  • [1] ANACLETO, Tânia Azevedo; ROSA, Mário Borges; NEIVA, Hessem Miranda; MARTINS, Maria Auxiliadora Parreiras. Erros de medicação. Farmácia Hospitalar: Encarte, São Paulo, p.1-24, jan/fev. 2010.
  • [2] ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O que devemos saber sobre os medicamentos. Brasília: Anvisa, 2010.
  • [3] BRAGA, Roberta Joly Ferreira. Dispensação de medicamentos. In: BRAGA, Roberta Joly Ferreira (Org.). ABC da farmácia hospitalar. São Paulo: Atheneu, 2014. p. 83-96.
  • [4] BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada. RDC no 214, de 18 de dezembro de 2006. Dispõe sobre boas práticas de manipulação de medicamentos para uso humano em farmácias. Brasília: ANVISA, 2006.
  • [5] _______. Ministério da Saúde. Portaria nº 4.283, de 30 de dezembro de 2010. Aprova as diretrizes e estratégias para organização, fortalecimento e aprimoramento das ações e serviços de farmácia no âmbito dos hospitais. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.
  • [6] CAUTELA, Cabirio. Strumenti di design management. Milano: Francoangeli, 2007.
  • [7] DANTAS, Solange Cecilia Cavalcante. Farmácia e Controle das Infecções Hospitalares. Farmácia Hospitalar. Brasília, p. 1-20. fev. 2011.
  • [8] GUCHELAAR, Henk-jan; COLEN, Hadewig B.B.; KALMEIJER, Mathijs D.; HUDSON, Patrick T.W.; TEEPE-TWISS,Irene M. Medication errors: hospital pharmacist perspective. Drugs, [s.l.], v. 65, n. 13, p.1735-1746, dez. 2005.
  • [9] JULIANI, Roberta Guimarães Maiques. Organização e funcionamento de farmácia hospitalar. São Paulo: Érica, 2014.
  • [10] LOPES, Diana Maria de Almeida; NÉRI, Eugenie Desirèe Rabelo; MADEIRA, Lucivaldo dos Santos; SOUZA NETO, Paulo José de Souza; LÉLIS, Antônia Rocivânia Araújo; SOUZA, Thalita Rodrigues; OLIVEIRA, Alene Barros de; COSTA, Liana de Oliveira; FONTELES, Marta Maria de França. Análise da rotulagem de medicamentos semelhantes: potenciais erros de medicação. Revista da Associação Médica Brasileira, São Paulo, v. 58, n. 1, p.95-103, jan. 2012.
  • [11] MARTINS, Gilberto de Andrade; THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas, 2007.
  • [12] MENDES, Antonio E. M.; MAGALHÃES, Francisco; FRANDOLOSO, Gibran A.; PACHALY; Maria Aparecida; CARVALHO, Mauricio de. Erros de medicação: uma abordagem para clínicos. Revista Médica da UFPR, Curitiba, v. 1, n. 4, p.169-172, dez. 2014
  • [13] PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Novo Hamburgo: Feevale, 20
  • [14] REIS, Adriano Max Moreira; MARQUES, Tatiane Cristina; OPITZ, Simone Perufo; SILVA, Ana Elisa Bauer de Camargo; GIMENES, Fernanda Raphael Escobar; TEIXEIRA, Thalyta Cardoso Alux; LIMA, Rhanna Emanuela Fontenele; CASSIANI, Silvia Helena de Bortoli. Errors in medicine administration – profile of medicines: knowing and preventing. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 23, n. 2, p.181-186, jan. 2010.
  • [15] SANTA CATARINA. Secretaria de Estado da Saúde de Santa. Hospitais estaduais: Instituto de Psiquiatria de Santa Catarina. 20 Disponível em: . Acesso em: 15 set. 20
  • [16] SANTOS, Gustavo Alves Andrade dos. Gestão de farmácia hospitalar. São Paulo: Senac São Paulo, 2006.
  • [17] SCHNEIDER, Philip J. Opportunities for pharmacy. American Journal Of Health-system Pharmacy, [s.l.], v. 69, n. 9, p.10-16, jul. 2007.
  • [18] TAMUZ, M; THOMAS, e J; FRANCHOIS, K e. Defining and classifying medical error: lessons for patient safety reporting systems. Quality And Safety In Health Care, [s.l.], v. 13, n. 1, p.13-20, 1 fev. 2004.
  • [19] WERNER, Nicole E.; NELSON, Erik T.; BOEHM-DAVIS, Deborah A.. Human factors methods to reduce medication error: using task analysis in a pediatric and adult pharmacy. Work, [s.l.], v. 41, p.5665-5667, 2012.
Como citar:

Blum, Arina; Merino, Giselle Schmidt Alves Díaz; Merino, Eugenio Andrés Díaz; "ESTRATÉGIAS DE DESIGN NA FARMÁCIA HOSPITALAR: MAPEAMENTO DE UM SISTEMA DE MEDICAÇÃO", p. 1615-1626 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0137

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações