Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Ensaio de modelo para promover o fluxo ágil em consultorias de Design de Interfaces

Assay model to promote the agile flow in Interfaces Design consultancies

Wernke, Débora V.; Becker, Caroline M.; Teixeira, Júlio M.; Braglia, Israel A.;

Artigo completo:

O Grupo LEMME UFSC realizou para o Sebrae/SC uma série de consultorias a pequenos negócios na área de User Experience (UX). Uma das empresas selecionadas para receber o serviço foi a GTT Healthcare, que tornou-se o objeto de estudo deste trabalho. O artigo tem como objetivo relatar a aplicabilidade e as percepções obtidas a partir do uso de uma abordagem adaptada para consultorias ágeis, voltada para o design de interfaces digitais. As consultorias tinham o escopo de 16 horas que contemplavam atendimento, análise e diagnóstico. Então, para alcançar maior profundidade, agilidade e consistência em todas as etapas, optou-se por utilizar o fluxograma proposto por Henrique et al. (2018) junto às ferramentas que foram desenvolvidas pelos consultores para facilitar a cocriação e a compreensão das etapas durante as orientações. O agrupamento da proposta de Henrique et al. (2018) com as ferramentas personalizadas garantiu às consultorias agilidade tanto no desenvolvimento das soluções quanto na descoberta de melhorias. Também permitiu que em pouco tempo, os consultores tivessem conhecimento aprofundado sobre a situação geral da empresa, especialmente no momento de hierarquizar os pontos e evidenciar as evoluções necessárias apontadas por cada um dos perfis. Foi observado que a prática da combinação proposta demonstra potencial para ser utilizada como um modelo futuro de fluxo ágil para outras consultorias que irão abranger todos os pontos discutidos aqui e ainda apresentarão possíveis evoluções, tornando-se uma importante ferramenta de valor às consultorias em design de interfaces.

Artigo completo:

The LEMME UFSC group carried out a series of small business consultancies in the area of User Experience (UX) for Sebrae/SC. One of the companies selected to receive the service was GTT Healthcare, which became the object of study of this work. The article aims to report the applicability and the perceptions obtained from the use of an adapted approach for agile consulting, focused on the design of digital interfaces. The consultancies had the scope of 16 hours that included service, analysis and diagnosis. Then, to achieve greater depth, agility and consistency at all stages, we chose to use the flowchart proposed by Henrique et al. (2018) together with the tools that were developed by the consultants to facilitate the co-creation and understanding of the steps during the orientations. The grouping of the proposal by Henrique et al. (2018) with the customized tools ensured the consultants agility both in the development of solutions and in the discovery of improvements. It also allowed consultants to have in-depth knowledge of the overall situation of the company in a very short time, especially when it was time to rank the points and highlight the necessary evolutions indicated by each of the profiles. It was observed that the practice of the proposed combination demonstrates potential to be used as a future model of agile flow for other consultancies that will cover all the points discussed here and will also present possible evolutions, becoming an important tool of value to the consultancies in design of interfaces.

Palavras-chave: experiência do usuário, design ágil, modelo de consultoria, gestão da informação,

Palavras-chave: user experience, agile design, consulting model, information management,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-1.0390

Referências bibliográficas
  • [1] Amaral D. et al. (2011). Gerenciamento ágil de projetos: aplicação em produtos inovadores. São Paulo: Saraiva, p. 240.
  • [2] Da Silva, T. S.; Silveira, M. S.; Maurer, F. (2013). Ten Lessons Learned from Integrating Interaction Design and Agile Development. Agile Conference, AGILE 2013, Nashville, TN, USA.
  • [3] Eppler, M.; Platts, K. (2009). Visual Strategizing: The Systematic Use of Visualization in the Strategic-Planning Process. Long Range Planning, [s.l], v. 42, n. 1, p. 42-74, 19 jan. 2009. Trimestral. Disponível em: . Acesso em: 28 fev. 2019.
  • [4] Galsworth, G. (2005). Visual Workplace: Visual Thinking. Portland: Visual-lean Enterprise.
  • [5] Garrett, J. J. (2010). The elements of user experience: user-centered design for the web and beyond. Pearson Education.
  • [6] Henrique et al. (2018). Proposta de fluxograma para interfaces digitais: um exemplo prático de como transformar informações de projeto em requisitos de função e conteúdo. 13º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design. Joinville.
  • [7] Knapp, J.; Zeratsky, J.; Kowitz B. (2016) Sprint: How to Solve Big Problems and Test New Ideas in Just Five Days. Transworld Publishers Limited.
  • [8] PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE - PMI. (2013). Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos - Guia PMBOK. 5. ed. Newton Square, Pennsylvania: Project Management Institute.
  • [9] Sibbet, D. (2015) Equipes Visuais: ferramentas gráficas para comprometimento, inovação e alta performance. Rio de Janeiro: AltaBooks.
  • [10] Silva, C. R. O. (2004). Metodologia e Organização do Projeto de Pesquisa: Guia Prático. Fortaleza: Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará.
  • [11] Teixeira, J. M.; Benedet, G. V.; Hoppe, A. (2015). Um passo-a-passo para transformar pesquisa informacional e personas em requisitos de projeto. e-Revista Logo, Florianópolis, v. 4, n. 2, p.1-16.
Como citar:

Wernke, Débora V.; Becker, Caroline M.; Teixeira, Júlio M.; Braglia, Israel A.; "Ensaio de modelo para promover o fluxo ágil em consultorias de Design de Interfaces", p. 404-411 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-1.0390

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações