Artigo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

EFEITOS BIOLÓGICOS DE BAIXOS NÍVEIS DA RADIAÇÃO IONIZANTE

EFEITOS BIOLÓGICOS DE BAIXOS NÍVEIS DA RADIAÇÃO IONIZANTE

Calegaro, José Ulisses Manzzini;

Artigo:

Baixos níveis de radiação ionizante são um fenômeno natural. A vida começou com elevados níveis de radiação e, de lá para cá, podem ter decrescido pelo ciclo secular de elementos radioativos; há, também, o componente da radiação cósmica que tem caráter variável e aleatório em cada região. As células vivas desenvolveram reações de adaptação para esses níveis de radiação, como o fazem para outros mecanismos de agressão. Esses efeitos biológicos podem ser: somáticos ou genéticos; não estocásticos ou estocásticos (cumulativos).

Artigo:

Baixos níveis de radiação ionizante são um fenômeno natural. A vida começou com elevados níveis de radiação e, de lá para cá, podem ter decrescido pelo ciclo secular de elementos radioativos; há, também, o componente da radiação cósmica que tem caráter variável e aleatório em cada região. As células vivas desenvolveram reações de adaptação para esses níveis de radiação, como o fazem para outros mecanismos de agressão. Esses efeitos biológicos podem ser: somáticos ou genéticos; não estocásticos ou estocásticos (cumulativos).

Palavras-chave: -,

Palavras-chave: -,

DOI: 10.5151/wcacem-18

Referências bibliográficas
  • [1] Cox R, Muirhead CR, Statcher JW et al. Risk of radiation induced cancer at low doses and low dose rates for radiation protection purposes. National Radiation Protection Board. Didcot 1995; 6: Nº
  • [2] Sohrabi M. The state-of-art on world studies in some environments with naturally occurring radioactive materials (NORM). Appl Radiat Isot, 1998; 49:169-188.
  • [3] Mobbs SF, Muirhead CR, Harrison JD. Risks from Ionizing Radiation. Health Protection Agency. Didcot 2010.
  • [4] Feinendegen L, Pollycove M. Biologic responses to low doses of ionizing radiation: detriment versus hormesis. Part 1. Dose responses of cells tissues. J Nucl Med. 2001; 42(7):17N-27N.
  • [5] Feinendegen L, Pollycove M. Biologic responses to low doses of ionizing radiation: detriment versus hormesis. Part 2. Dose responses of organisms. J Nucl Med, 2001; 42(9): 26N-32N.
  • [6] Holm-Elkaim K, Muhlensiepen MM, Altman KJ, Feinendegen LE. Modification of the effects of radiation on thymidine kinase. Int J Radiat Biol, 1990; 58:97-100.
  • [7] Matanoski GM, Tonascia JA, Correa-Villasenõr A, Yates KC et al. Cancer risks and low-level radiation in US shipyard workers. J Radiat Res, 2008; 49:83-91.
  • [8] Glait HM, Szenkierman RC, Echegoyen LA. ). Controversia Hormesis o Modelo Lineal sin Umbral: revisión o inacción. Alasmimn Journal, 2018, ISSN: 0717-4055; http://alasbimn journal,net/a/179.
  • [9] Britton KE. The J-shaped response to radiation. World J Nucl Med, 2005; 3:115-118.
  • [10] Correlation between Cancer and Radiation level of Guarapari City – ES- Brazil. Orlando MTD, Cavichini AS, Passos CAC, Orlando CGP, Passamai JL, Santos MA. Blucher Proceedings.
  • [11] Roser FX, Cullen TL. Radiation levels in selected regions of Brazil. An Acad Brasileira Ciências, 1962; 24(1):23-35.
Como citar:

Calegaro, José Ulisses Manzzini; "EFEITOS BIOLÓGICOS DE BAIXOS NÍVEIS DA RADIAÇÃO IONIZANTE", p. 12-21 . In: . São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2358-9337, DOI 10.5151/wcacem-18

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações