setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

EFEITO DA EXTRAÇÃO DE COMPOSTOS FENÓLICOS COM LÍQUIDOS PRESSURIZADOS SOBRE A CAPACIDADE ANTIOXIDANTE DO BAGAÇO DE UVA ‘Syrah’ (Vitis vinifera L.)

PREIRA, D. T. V; MARTÍNEZ, J;

Pôster:

A técnica de extração com líquidos pressurizados (PLE) tem despertadogrande interesse nos últimos anos, sendo um método eficiente para a extração decompostos fenólicos em matrizes vegetais. O objetivo deste trabalho foi utilizar a PLEpara extrair fenólicos totais (FT) do bagaço de uva e avaliar a capacidade antioxidantedos extratos através do método DPPH. Na PLE foram utilizados como solventes: água +etanol (50%, m/m), etanol puro, água + etanol pH 2,0 (50%, m/m) e água acidificada pH2,0 em diferentes temperaturas (40 - 100 °C), mantendo a pressão fixa em 10 ± 1 MPa.Para determinar uma possível correlação entre FT e DPPH, foi realizado o teste decorrelação de Pearson (r). Os resultados obtidos foram avaliados estatisticamente poranálise de variância One-way (ANOVA), na qual as diferenças significativas ao nível de5% foram analisadas pelo teste de Tukey. Ambos os testes foram realizados usando osoftware MINITAB® (Release 16.1.0, Minitab Inc.). Os resultados mostraram que amistura etanol + água (50%, m/m) a 100 °C foi a melhor condição para a extração defenólicos totais (79 mg GAE/g de bagaço seco) e obteve também a maior capacidadeantioxidante (135 mg TE/g bagaço seco) dentre os extratos obtidos por PLE, mostrandoque o uso de altas temperaturas aumenta significativamente o conteúdo fenólico e suacapacidade antioxidante. O teste de correlação indicou coeficiente de Pearson alto epositivo (r = 0,994) e significância estatística (p = 0,00) na interação de confiança de95% menor que 0,005 para a correlação de FT vs DPPH, mostrando que a capacidadeantioxidante está fortemente relacionada ao conteúdo fenólico total.

Pôster:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0176

Referências bibliográficas
  • [1] Kim, W. et al. Extraction of bioactive components from Centella asiatica using subcritical water. J. Supercrit. Fluids. v. 48, p. 211–216, 2009. Mustafa, A.; Turner, C. Pressurized liquid extraction as a green approach in food and herbal plants extraction: A review. Anal. Chim. Acta. v. 703, n. 1, p. 8–18, 201 Otero-Pareja, M. J., Casas, L., Fernández-Ponce, M.T., Mantell, C., de La Ossa, E.J.M..Green Extraction of Antioxidants from Different Varieties of Red Grape Pomace. Molecules, v. 20, p. 9686–9702, 2015. Singleton, V.L., Orthofer, R., Lamuela-Raventós, R.M. Analysis of total phenols and other oxidation substrates and antioxidants by means of folin-ciocalteu reagent. Methods Enzymol. v. 299, p. 152–178, 1999. Rufino, M. D. S. M.; Alves, R. E.; de Brito, E. S.; de Morais, S. M.; Sampaio, C. D. G.; PérezJiménez, J.; Saura-Calixto, F. Metodologia Científica Determinação da Atividade Antioxidante Total em Frutas pela Captura do Radical Livre. Comunicado Técnico (Embrapa Agroindústria Tropical. Online). p. 0-3, 2007.
Como citar:

PREIRA, D. T. V; MARTÍNEZ, J; "EFEITO DA EXTRAÇÃO DE COMPOSTOS FENÓLICOS COM LÍQUIDOS PRESSURIZADOS SOBRE A CAPACIDADE ANTIOXIDANTE DO BAGAÇO DE UVA ‘Syrah’ (Vitis vinifera L.)", p. 638-641 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0176

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações