Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Educação em design de informação em Portugal: conteúdos, métodos e perspectivas

Information design education in Portugal: contents, methods and perspectives

Silva, Sandra Cristina; Silva, Fernando Moreira da;

Artigo completo:

O nosso estudo é sobre o ensino do design de informação em Portugal. Perguntámos se, como área relativamente recente, o design de informação está ou não a ser ensinado nos cursos superiores de design, ainda que com diferentes designações ou interpretações. A investigação confirmou a existência dessa área de estudos, presente como unidade curricular ou parte dela, em particular em cursos de design de comunicação. Os dados que nos permitiram chegar a essa conclusão decorreram do 1º Encontro nacional de design de informação, onde participaram docentes de dezoito instituições de ensino universitário e politécnico portuguesas. A partir do registo vídeo desse Encontro foi possível identificar procedimentos, conteúdos, metodologias e objetivos de ensino, assim como analisar os resultados obtidos, através de exemplos dos trabalhos dos alunos. Pudemos analisar cada situação em contexto e em comparação e saber se o que está a ser ensinado se orienta por regras básicas comuns, partilha metodologias e se chega ou não aos mesmos resultados. As conclusões a que chegámos permitiram elaborar um conjunto de recomendações para o ensino do design de informação que esperamos possam contribuir significativamente para o seu reconhecimento como disciplina autónoma.

Artigo completo:

Our study is about the teaching of information design in Portugal. We wanted to know if, as a relatively recent area, information design is or is not addressed in higher design courses, albeit with different designations or interpretations. Initially, our research focused on the identification of contents related to information. Our research confirmed the existence of this area of study, presented as a curricular unit or part of it, particularly in communication design courses. The data that allowed us to reach this conclusion came from the 1st National Information Design Meeting, attended by professors from eighteen Portuguese university and polytechnic institutions. From the video record of this Meeting it was possible to identify procedures, contents, methodologies and teaching objectives, as well as to analyze the results obtained, through examples of students' work. We were able to analyze each situation in context and in comparison, and to know if what is being taught is guided by common basic rules, shares methodologies and whether or not the same results are achieved. The conclusions we reached allowed us to elaborate a set of recommendations for the teaching of information design that we hope could contribute significantly to its recognition as an autonomous discipline.

Palavras-chave: design, educação, design de informação, ensino do design de informação,

Palavras-chave: design, education, information design, teaching information design,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-2.0161

Referências bibliográficas
  • [1] Blumer, H. (1969). The methodological position of symbolic interactionism Symbolic interactionism: perspective and method. Berkeley, Los Angeles and London University of California.
  • [2] Bruner, J. (1991). The narrative construction of reality. Critical Inquiry, 18(1), 1-21.
  • [3] Cairo, A. (2011). El arte funcional: infografia y visualizacion de informacion (1ª ed.). Madrid: Alamut.
  • [4] Creswell, J. W. (2009). Research design: qualitative, quantitative, and mixed methods approaches: Sage Publications.
  • [5] Dawson, C. (2007). A practical guide to research methods: a user-friendly manual for mastering research techniques and projects (3ª ed.). United Kingdom: How To Books Ltd.
  • [6] Flick, U. (2005). Métodos qualitativos na investigação científica (A. Parreira, Trans.). Lisboa: Monitor.
  • [7] Galvão, C. (2005). Narrativas em educação. Ciência e Educação (Bauru), 11(2), 327-345.
  • [8] Holmes, N. (2005). Wordless diagrams. New York: Bloomsbury Publishing PLC.
  • [9] Horn, R. E. (2000). Information design: emergence of a new profession. Em: R. Jacobson (Ed.), Information design (pp. 15-33). Massachusetts: Mit Press.
  • [10] Jacobson, R. (2000). Introduction: why information design matters. Em: R. Jacobson (Ed.), Information design (pp. 1-10). Massachusetts: Mit Press.
  • [11] Krueger, R. A., & Casey, M. A. (2015). Focus groups: a practical guide for applied research (5ª ed.). USA: SAGE Publications Inc.
  • [12] Lenk, K. (2011). Narraciones visuales simples. Em: J. Frascara (Ed.), ¿Qué es el diseño de information? (1ª ed., pp. 171-176). Buenos Aires: Ediciones Infinito.
  • [13] Morgan, D. L. (1997). Focus groups as qualitative research (2ª ed.). USA: Sage Publications.
  • [14] Schriver, K. (1997). Dynamics in document design (T. Huson Ed.). New York: John Wiley & Sons, Inc.
  • [15] Tufte, E. R. (2005). Visual explanations: images and quantities, evidence and narrative. Cheshire, Connecticut: Graphics Press LLC.
  • [16] Tufte, E. R. (2011). The visual display of quantitative information (2ª ed.). Connecticut: Graphics Press LLC.
  • [17] Waarde, K. v. d., & Spinillo, C. (2011). El desarrollo de información visual acerca de fármacos en Europa. Em: J. Frascara (Ed.), ¿Qué es el diseño de information? (1ª ed., pp. 166-170). Buenos Aires: Ediciones Infinito.
Como citar:

Silva, Sandra Cristina; Silva, Fernando Moreira da; "Educação em design de informação em Portugal: conteúdos, métodos e perspectivas", p. 859-868 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-2.0161

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações