Maio 2018 vol. 4 num. 3 - Colóquio Internacional de Design 2017

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Ecossistema de pesquisa científica e inovação na cidade de Belo Horizonte

Ecosystem of scientific research and innovation in the city of Belo Horizonte

Ferreira, Júlio César; Bragança, Sebastiana Luiza;

Artigo Completo:

A evolução de uma sociedade passa pela pesquisa científica e pela inovação sendo que nos países onde ocorrem as mudanças mais radicais e impactantes existe uma aproximidade muito grande entre estas duas vertentes devido a cultura de desenvolvimento de produtos e serviços. Para promover a inovação de uma determinada região o ecossistema possui papel fundamental devido ao fato de atuar na mudança cultural do sistema produtivo local, baseado nesta afirmação este trabalho procurou identificar as entidades que estão promovendo a inovação e a pesquisa científica na cidade de Belo Horizonte, devido ao fato de estar se tornando referência nacional principalmente relacionado a startups, tendo desta forma um panorâma contemporâneo que sirva de subsídio permitindo que o design seja utilizado para projetar novos serviços capazes de aproximarem os pesquisadores do mercado de consumo promovendo desta forma a inovação. Este trabalho foi realizado exclusivamente a partir de pesquisas bibliográficas onde procurouse identificar programas de incentivo à pesquisa e inovação, aceleradoras de startups, incubadoras de empresas, polos tecnológicos, laboratórios abertos, e demais entidades relacionadas com pesquisa e inovação. Conclui-se que Belo Horizonte, na atualidade, esta entre as cidades que mais investem em inovação e pesquisa científica no Brasil, principalmente relacionado à promoção de startups, e que seria possível aproveitar essa onda na busca de encontrar soluções via design de serviços que dispertem nos cientistas da região o interesse em querer produzir cada vez mais pesquisas que sejam verdadeiramente colocadas em prática no cotidiano da sociedade através da inovação. A histórioa demonstra que a volução da sociedade passa consequentemente pela inovação, seja do fogo ou da internet, e o design sempre esteve presente consciente ou inconscientemente na mente daqueles que promoveram e irão continuar a promover essa evolução.

Artigo Completo:

The evolution of a society goes through scientific research and innovation, and in countries where the most radical and impacting changes occur, there is a very close relationship between these two aspects due to the culture of product and service development. In order to promote innovation in a given region, the ecosystem has a fundamental role due to the fact that it acts in the cultural change of the local productive system. Based on this assertion, this work sought to identify the entities that are promoting innovation and scientific research in the city of Belo Horizonte, Due to the fact that it is becoming a national reference mainly related to startups, having in this way a contemporary panorama that serves as a subsidy allowing the design to be used to design new services capable of bringing researchers closer to the consumer market, thus promoting innovation. This work was carried out exclusively from bibliographical research where it was sought to identify incentive programs for research and innovation, accelerators of startups, incubators of companies, technological centers, open laboratories, and other entities related to research and innovation. It is concluded that Belo Horizonte is currently among the cities that invest the most in innovation and scientific research in Brazil, mainly related to the promotion of startups, and that it would be possible to take advantage of this wave in the search of solutions through service design that The scientists of the region are interested in producing more and more research that is truly put into practice in the daily life of society through innovation. Historioa shows that society's revolution consequently passes through innovation, be it fire or the internet, and design has always been present consciously or unconsciously in the minds of those who have promoted and will continue to promote that evolution.

Palavras-chave: pesquisa científica; inovação; Belo Horizonte,

Palavras-chave: scientific research; innovation; Belo Horizonte,

DOI: 10.5151/cid2017-36

Referências bibliográficas
  • [1] Aceleradora de Startups. Disponível em: . Acesso em 11 de dezembro de 2016.
  • [2] Acelera MGTI. Disponível em: . Acesso em 10 de dezembro de 2016.
  • [3] ALI – Agente Local de Inovação. Disponível em: .Acesso em 10 de dezembro de 2016.
  • [4] ASSESPRO. Disponível em: < http://assespro.org.br/institucional/missao-valores/o-que-e-aassespro/>. Acesso em 12 de dezembro de 2016.
  • [5] ARAÚJO, E. S. et al. Portal Interação ICT-Empresa e o Papel das Agências de Fomento Nessa Interação Considerando a Importância do Modelo da “Hélice Tríplice”. Cad. Prospec. , Salvador, v.8, n. 4, p. 748 – 756, out./dez. 201
  • [6] BIOMINAS. Disponível em: Acesso em 30 de novembro de 201
  • [7] BNDES. Disponível em: Acesso em 27 de novembro de 2016.
  • [8] Centro de Inovação e Tecnologia SENAI/FIEMG. Disponível em: Acesso em 12 de dezembro de 2016.
  • [9] CHENG, L. C. Processo de Planejamento Tecnológico: Suporte para Geração de Produtos e Negócios em Instituições Científicas e Tecnológicas. In: Cadernos de Estudos Avançados em Design – Inovação / UEMG . Barbacena: Editora da Universidade do Estado de Minas Gerais – EdUEMG, 2012.
  • [10] COUTO, R. M. S. O Processo de Pesquisa é Fascinante e Desafiador. In: Cadernos de Estudos Avançados em Design – Método / UEMG. Barbacena: Editora da Universidade do Estado de Minas Gerais – EdUEMG, 2011.
  • [11] DE MIRANDA, A. C. C. et al. Portal de Periódicos da CAPES: Uma Política de Acesso à Informação Científica e Tecnológica. Biblionline , João Pessoa, v.11, n.1, p. 185 – 204, 2015.
  • [12] DE MORAES, D. Design e Complexidade. In: Cadernos de Estudos Avançados em Design – Transversalidade / UEMG. Barbacena: Editora da Universidade do Estado de Minas Gerais – EdUEMG, 2008.
  • [13] DE MORAES, D. Metaprojeto Como Modelo Projetal. In: Cadernos de Estudos Avançados em Design – Método / UEMG. Barbacena: Editora da Universidade do Estado de Minas Gerais – EdUEMG, 2011.
  • [14] EMATER. Disponível em: Acesso em 25 de novembro de 2016.
  • [15] EPAMIG. Disponível em: Acesso em 24 de novembro de 2016.
  • [16] FAPEMIG. Disponível em: Acesso em 28 de novembro de 20
  • [17] FIEMG. Disponível em: Acesso em 12 de dezembro de 2016.
  • [18] FINEP. Disponível em: Acesso em 27 de novembro de 2016.
  • [19] FUNDEP. Disponível em: Acesso em 27 de novembro de 2016.
  • [20] FUNDEPAR. Disponível em: Acesso em 11 de dezembro de 2016.
  • [21] Growbio. Disponível em: Acesso em 07 de dezembro de 2016.
  • [22] Habitat. Disponível em: Acesso em 14 de dezembro de 2016
  • [23] Inova. Disponível em: Acesso em 04 de dezembro de 2016.
  • [24] Inova Mineral. Disponível em: Acesso em 23 de novembro de 2016.
  • [25] Laboratório aberto do SENAI. Disponível em: Acesso em 11 de dezembro de 2016.
  • [26] LANA, S. L. B. A Complexidade dos Métodos em Design. In: Cadernos de Estudos Avançados em Design – Método / UEMG. Barbacena: Editora da Universidade do Estado de Minas Gerais – EdUEMG, 2011.
  • [27] Lemonade. Disponível em: Acesso em 14 de dezembro de 2016.
  • [28] MGTI. Disponível em: Acesso em 11 de dezembro de 2016.
  • [29] Minas Digital. Disponível em: Acesso em 13 de dezembro de 2016.
  • [30] MOREIRA, V. A. Iniciativas Startups: As Contribuições Do Programa Startups And Entrepreneurship Ecosystem Develpopment (SEED), do Governo do Estado de Minas Gerais, Para o Ecossistema Local da Cidade de Belo Horizonte: Um Estudo de Caso. 2016. 130 f. Dissertação (Mestrado em Gestão) – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real, Portugal, 2016.
  • [31] Nascente. Disponível em: Acesso em 11 de dezembro de 2016.
  • [32] NUMIES – Núcleo Mineiro de Internacionalização do Ensino Superior. Disponível em: Acesso em 02 de dezembro de 2016.
  • [33] PAROLIN,S. R. H. VOLPATO, M. Faces do Empreendedorismo Inovador. In: Coleção INOVA. Curitiba:
  • [34] SENAI/SESI/IEL/PR, 2008. 364 p.
  • [35] Parque Tecnológico BH TEC. Disponível em: Acesso em 10 de dezembro de 2016.
  • [36] PIZZOCARO, S. Passos Iniciais Para Métodos de Pesquisa: Reflexões Sobre Curso Piloto de Pesquisa em Design. In: Cadernos de Estudos Avançados em Design – Método / UEMG. Barbacena: Editora da Universidade do Estado de Minas Gerais – EdUEMG, 2011.
  • [37] Playbor. Disponível em: Acesso em 07 de dezembro de 2016.
  • [38] Polos de Excelência. Disponível em: Acesso em 13 de dezembro de 2016.
  • [39] Programa de popularização da ciência e tecnologia. Disponível em: Acesso em 08 de dezembro de 2016.
  • [40] Rede Mineira de Inovação. Disponível em: Acesso em 06 de dezembro de 2016. San Pedro Valley. Disponível em: Acesso em 07 de dezembro de 2016.
  • [41] SEBRAE Minas. Disponível em: Acesso em 03 de dezembro de 2016.
  • [42] SEBRAETEC. Disponível em: https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chromeinstant&ion=1&espv=2&ie=UTF-8#q=o+que+%C3%A9+SEBRAETEC Acesso em 12 de dezembro de 2016.
  • [43] SECTECS – Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Disponível em: Acesso em 29 de novembro de 2016.
  • [44] SEED - Startups and Entreprenuership Ecosystem Development. Disponível em: Acesso em 23 de novembro de 2016.
  • [45] SIMI – Sistema Mineiro de Inovação. Disponível em: Acesso em 27 de novembro de 2016.
  • [46] SINDINFOR. Disponível em: < http://www.sindinfor.org.br/paginas/view/sub-pagina-01.html> Acesso em 05 de dezembro de 2016.
  • [47] Startup Brasil. Disponível em: Acesso em 01 de dezembro de 2016
  • [48] SUCESU. Disponível em < http://sucesu.org.br/institucional/> Acesso em 17 de dezembro de 2016.
  • [49] TAMBORRINI, P. Design de Inovação. Do Design ao Design de Sistemas: Objetos, Relações e Comportamento. In: Cadernos de Estudos Avançados em Design – Inovação / UEMG. Barbacena: Editora da Universidade do Estado de Minas Gerais – EdUEMG, 2012.
  • [50] Techmall. Disponível em: Acesso em 08 de dezembro de 2016.
  • [51] UAITEC – Universidade Aberta e Integrada. Acesso em 29 de novembro de 2016.
Como citar:

Ferreira, Júlio César; Bragança, Sebastiana Luiza; "Ecossistema de pesquisa científica e inovação na cidade de Belo Horizonte", p. 414-424 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, ISBN: cid2017
DOI 10.5151/cid2017-36

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações