Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

Dinâmicas setoriais de inovação e tamanho de empresa no Brasil: para além do quebra-cabeça Schumpeteriano

SALLES, Fernanda Cimini; RAPINI, Marcia Siqueira; SILVA, Leandro Alves;

Artigo Completo:

O objetivo do presente artigo é analisar as dimensões setor e porte da empresa, comparando as pesquisas de 2008 e 2011 da PINTEC, buscando-se observar se há padrões setoriais relacionados ao porte das empresas e ao seu esforço de inovação. É feito um esforço de classificar os setores de acordo com a taxonomia inspirada no trabalho de Schumpeter: Mark I, padrão dominado por novas empresas, Mark II, padrão dominado por empresas grandes e Mark III, padrão dominado por empresas pequenas. Ainda que não tenha sido possível observar padrões claros entre os setores, evidencia-se a necessidade de articular estas duas dimensões nas políticas industrial e de inovação.

Artigo Completo:

The objective of this article is to analyze firms size and sectors, comparing the surveys of 2008 and 2011 of PINTEC, to investigate sectorial standards related to the size of the companies regarding their innovative effort. An attempt was made to classify the industrial sectors according to a taxonomy inspired by the work of Schumpeter: Mark I, industry´s innovativeness driven by new companies, Mark II, industry´s innovativeness driven by large companies and Mark II, industry´s innovativeness driven by small companies. Although it was not possible to observe clear standards across the sectors, the paper shows the need to articulate these two dimensions (size and sector) in the design of industrial and innovation policies.

Palavras-chave: inovação, tamanho de empresas, Schumpeter Mark I e II, PINTEC,

Palavras-chave: innovation, firm´s size. Schumpeter Mark I e II, PINTEC,

DOI: 10.5151/enei2017-16

Referências bibliográficas
  • [1] BRESCHI, S., MALERBA, F., & ORSENIGO, L. (2000). Technological regimes and Schumpeterian patterns of innovation. Economic Journal, 110:388–410.
  • [2] CAMPOS, B.; URRACA RUIZ, A. Padrões setoriais de inovação na indústria brasileira. Revista Brasileira de Inovação, v. 8, n. 1, p. 167-210, 2009.
  • [3] DOLFSMA, W.; VELDE, G.V.D. 2014. “Industry Innovativeness, Firm Size, and Entrepreneurship: Schumpeter Mark III?” Journal of Evol Utionary Economics 24: 713–36, 2014.
  • [4] KIRZNER, I. M. The Alert and Creative Entrepreneur: A Clarification. IFN Working Paper, N. 760, 2008.
  • [5] MAIA, A.F.S; BOTELHO, M.R.A. Diferenças setoriais da atividade inovativa das pequenas empresas industriais brasileiras. Revista Brasileira de Inovação, v.13, n.2, p. 371-404, julho/dezembro 2014.
  • [6] MALERBA, F.; ORSENIGO, L. Technological regimes and firm behavior. Industrial and Corporate Change, v. 25, Issue 3, Pages 451-478, 199
  • [7] MALERBA. A. Sectorial Systems and Innovation and Techological Policy. Revista Brasileira de Inovação, v.2.n.2, p.329-375,2003.
  • [8] NELSON, R.;WINTER, S.G. “The Schumpeterian Tradeoff Revisited.” American Economic Review 72 (1): 114–32, 1982.
  • [9] TEIXEIRA, A.L.S; VIEIRA, R.G.RAPINI, M, S. Tipo de financiamento, grau de novidade da inovação e tamanho de empresa: uma análise a partir da PINTEC. Trabalho apresentado no I ENEI, 2016.
  • [10] SALLES, F. Empreendedorismo em um sistema de inovação por necessidade: o papel das empresas tecnológicas na transformação do capitalismo brasileiro. 39 Encontro Anual da ANPOCS, 2015
  • [11] SCHUMPETER, J. (1911) A teoria do desenvolvimento econômico. São Paulo: Nova Cultural, 1985.
  • [12] SCHUMPETER, J. (1942) Capitalismo, socialismo e democracia. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1984.
  • [13] SILVA, C. F, SUZIGAN, W. 2014. “Padrões Setoriais de Inovação Da Indústria de Transformação Brasileira.” Estudos Econômicos 44 (2): 277–321.
Como citar:

SALLES, Fernanda Cimini; RAPINI, Marcia Siqueira; SILVA, Leandro Alves; "Dinâmicas setoriais de inovação e tamanho de empresa no Brasil: para além do quebra-cabeça Schumpeteriano", p. 282-300 . In: . São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2357-7592, DOI 10.5151/enei2017-16

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações