Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

DETERMINAÇÃO QUANTITATIVA DE H2S EM CORRENTE GASOSA PROVENIENTE DA GASEIFICAÇÃO DE CARVÃO MINERAL DE CANDIOTA-RS POR PRECIPITAÇÃO GRAVIMÉTRICA

NASCIMENTO, R. S.; MUNIZ, A. R. C.; LISSNER, L. A.; PRESTES, E. B. C.; RIBEIRO, R. B.;

Artigo Completo:

O sulfeto de hidrogênio (H2S) é um gás incolor e de cheiro desagradável que confere o característico odor de “ovo podre” à corrente gasosa oriunda do processo de gaseificação. Porém, a detecção quantitativa de compostos enxofrados é de difícil aplicação, sendo necessária a utilização de equipamentos modernos com detectores específicos. O presente trabalho tem como objetivo a determinação de sulfeto de hidrogênio em corrente gasosa proveniente da gaseificação do carvão mineral das minas de Candiota-RS. Foi utilizado o princípio gravimétrico para a quantificação indireta de H2S através de relação estequiométrica. A corrente de gás foi borbulhada até a saturação de uma solução de nitrato de prata (AgNO3) onde formaram-se cristais de sulfeto de prata (Ag2S). Após filtrado e seco, o precipitado apresentou massa de 0,5, 0,9 e 1,1 mg de Ag2S para os ensaios 1, 2 e 3, respectivamente.

Artigo Completo:

Palavras-chave: sulfeto de hidrogênio,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/chemeng-cobeqic2017-482

Referências bibliográficas
  • [1] HÜSNÜ, A.; WAKKER, J.; GERRITSEN, A.; VAN DEN BERG, P. Removal of H2S from fuel gases at high temperatures using MnO/γ-Al2O3. Fuel, vol. 74, n. 2, p. 187-191, 1995.
  • [2] BRASIL. Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Atlas de Energia Elétrica do Brasil - Parte III - Fontes Não Renováveis, 2010.
  • [3] BOWKER, R. P. G.; SMITH, J. M.; WEBSTER, N.A. Odor and corrosion control in sanitary sewerage systems and treatment plants. Hemisphere Publishing Corporation, p. 132, 1989.
  • [4] ROCHA, A. P. Desempenho de filtro biológico na depuração e desodorização de emissões de sulfeto de hidrogênio. 2007.
  • [5] SKOOG, D. A.; WEST, D. M.; HOLLER, F. J.; CROUCH, S. R. Fundamentos de Química. Analítica. Editora Thomson, 2006.
  • [6] YRJAS, P.; IISA, K.; HUPA, M.; Limestone and dolomite as sulfur absorbents under pressurized gasification conditions. Fuel, v. 75, n. 1, p.89-95, 199
  • [7] FENOUIL, L. A.; LYNN, S. Study of calcium-Based sorbents for High-temperature H2S Removal. 1. Kinetics of H2S Sorption by Uncalcined Limestone. Ind. Eng. Chem. Res., v. 34, p. 2324-2333, 1995.
  • [8] BEN-SLIMANE, R.; HEPWORTH, M.T. Desulfurization of Hot Coal-Derived Fuel Gases with Manganese-Based Regenerable Sorbents. 1. Loading (Sulfidation) Tests. Energy & Fuels. v. 8, p. 1175-1183, 1994.
  • [9] RESOLUÇÃO nº 451, DE 03 DE MAIO DE 2012 Publicada no DOU nº 122, de 30 de junho de 2009, págs. 126-12
  • [10] MAINIER, F. B.; VIROLA, E. D. M. O sulfeto de hidrogênio (h2s) e o meio ambiente. II Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, 2005.
Como citar:

NASCIMENTO, R. S.; MUNIZ, A. R. C.; LISSNER, L. A.; PRESTES, E. B. C.; RIBEIRO, R. B.; "DETERMINAÇÃO QUANTITATIVA DE H2S EM CORRENTE GASOSA PROVENIENTE DA GASEIFICAÇÃO DE CARVÃO MINERAL DE CANDIOTA-RS POR PRECIPITAÇÃO GRAVIMÉTRICA", p. 3015-3020 . In: Anais do XII Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação Científica [=Blucher Chemical Engineering Proceedings, v. 1, n.4]. ISSN Impresso: 2446-8711. São Paulo: Blucher, 2017.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/chemeng-cobeqic2017-482

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações