setembro 2018 vol. 1 num. 5 - XXII Congresso Brasileiro de Engenharia Química

Pôster - Open Access.

Idioma principal

DETERMINAÇÃO DA ENERGIA DE ATIVAÇÃO DA PIRÓLISE DA CASCA DE COCO UTILIZANDO MODELOS ISOCONVERSIONAIS

AGRIZZI, T; RODRIGUES, L. D; COUTINHO, B. A; PIMENTEL, F. S; XAVIER, T. P; LIRA, T. S;

Pôster:

A casca de coco pode ser explorada por diferentes processos após aextração do albúmen líquido. Neste trabalho, realizou-se um estudo cinético dapirólise, a partir da degradação térmica da casca de coco, em um analisadortermogravimétrico, usando as taxas de 10, 20, 30, 40 e 50°C.min-1e os métodos deStarink, Kissinger e Kissinger-Akahira-Sunose, a fim de estimar a energia deativação. Os valores obtidos para energia de ativação variaram de 75,95-84,51kJ.mol-1.

Pôster:

Palavras-chave: ,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/cobeq2018-PT.0023

Referências bibliográficas
  • [1] AKAHIRA T.; SUNOSE T. Joint convention of four electrical institutes. Research Report Chiba Institute and Technology, v. 16, p. 22–31, 197 BARCELOS, K. M. Análise do potencial do leito de jorro como reator para pirólise da casca de coco: estudo experimental e simulação via cfd. 2016. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Espírito Santo. BANDYOPADHYAY, S; CHOWDHURY, R; BISWAS, G. K. Thermal deactivation studies of coconut shell pyrolysis. The Canadian Journal of Chemical Engineering, v. 77, n. 5, p. 1028- 1036, 1999. CARRIJO, O. A.; LIZ, R. S.; MAKISHIMA, N. Fibra da casca do coco verde como substrato agrícola. Horticultura Brasileira, v. 20, p. 533-535, 2002. CHEN, D.; ZHENG, Y.; ZHU, X. In-depth investigation on the pyrolysis kinetics of raw biomass. Part I: kinetic analysis for the drying and devolatilization stages. Bioresource technology, v. 131, p. 40-46, 2013. LEÃO, R. M. Tratamento superficial de fibra de coco e aplicação em materiais compósitos como reforço do polipropileno. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Mecânicas) – Faculdade de Tecnologia, Universidade de Brasília, Brasília, 2012. MORAES, J. P. S.; ROSA, M. F.; MARCONCINI, J. M. Procedimentos para análise lignocelulósica. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2010. OZAWA, T. A New Method of Analyzing Thermogravimetric Data. Bulletin of the Chemical Society of Japan, v. 38, p.1881-1886, 1965. RIEGEL, I. et al. Thermogravimetric analysis of the pyrolysis of Acacia mearnsii de Wild. harvested in Rio Grande do Sul, Brazil. Revista Árvore, v. 32, n. 3, p. 533-543, 2008. ROSA, M. de F. et al. Processo agroindustrial: obtenção de pó de casca de coco verde. Embrapa Agroindústria Tropical. Comunicado Técnico, 200 SOJO C. M.; GONÇALEZ, J. C. Aproveitamento da casca do coco-verde (cocos nucifera l.) para produção de polpa celulósica. Ciência Florestal, v. 26, n. 1, 2016. STARINK, M. J. A New Method for the Derivation of Activation-Energies from Experiments Performed at Constant Heating Rate. Thermochimica Acta, v. 288, p. 97, 1996. TSAMBA, A. J.; YANG, W.; BLASIAK, W. Pyrolysis characteristics and global kinetics of coconut and cashew nut shells. Fuel Processing Technology, v. 87, n. 6, p. 523-530, 2006.
Como citar:

AGRIZZI, T; RODRIGUES, L. D; COUTINHO, B. A; PIMENTEL, F. S; XAVIER, T. P; LIRA, T. S; "DETERMINAÇÃO DA ENERGIA DE ATIVAÇÃO DA PIRÓLISE DA CASCA DE COCO UTILIZANDO MODELOS ISOCONVERSIONAIS", p. 72-75 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2359-1757, DOI 10.5151/cobeq2018-PT.0023

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações