Resumo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Design na adversidade: os casos do Nordeste do Brasil e Cuba

Design in adversity, the cases of northeastern Brazil and Cuba

López Guerrero, Ana Sofía; Braga, Marcos da Costa;

Resumo:

O presente projeto insere-se na interpretação de que as práticas de um design ajustado às necessidades locais e à resolução de problemas específicos de uma região, manifestadas em objetos, são mostras de uma cultura que não requer para seu desenvolvimento de um designer profissional. Propõe-se que esses artefatos sejam entendidos como objetos materiais e culturais nos quais se articula uma condição vital da existência que vincula a relação entre o sujeito, o mundo e o sujeito no mundo. Serão estudados diversos exemplos essas produções em dois tempos e espaços específicos que compartilham uma situação de precariedade: Cuba durante o chamado Período Especial em Tempos de Paz (1990-2000); e o Nordeste brasileiro nas décadas de 1950 e 1960. A pesquisa não procura ser sobre o artesanato folclórico do Brasil ou Cuba, nem sobre uma identidade nacional formada a partir do design vernacular. Em vez disso, oferece estudar objetos criados por pessoas que não fazem parte do mercado consumidor estabelecido pelo sistema econômico dominante para atender suas próprias necessidades. Para explicar essas práticas parto dos conceitos de pre-artesanato de Lina Bo Bardi (1994), pré-design de Aloísio Magalhães (1997) e desobediência tecnológica de Ernesto Oroza (2009), que por um lado já interpretam objetos utilitários gerados pela população além do estritamente funcional e material e, por outro, compartilham a característica de se referir a eles como manifestações da grande inventividade da população para resolver problemas cotidianos e próximos ao design.

Resumo:

This project is framed in the interpretation that a design's practices adjusted to local needs and the resolution of specific problems of a region, manifested in objects, are examples of a culture that does not require for its development a professional designer. It is proposed that these artifacts may be understood as material and cultural objects in which a vital condition of existence is articulated, linking the relationship between the subject, the world, and the subject in the world. Several examples will be studied of these productions in two specific times and spaces that share a precarious situation: Cuba during the so-called Special Period in Times of Peace (1990-2000); and the Brazilian Northeast in the 1950s and 1960s. This proposal does not seek to research the folk crafts of Brazil or Cuba, nor on a national identity formed based on vernacular design. Instead, it offers to study objects created by people who are not part of the consumer market established by the dominant economic system to fulfill their own needs. To explain these practices, we start from the concepts of pre-artisanship by Lina Bo Bardi (1994), pre-design by Aloísio Magalhães (1997) and technological disobedience by Ernesto Oroza (2009), who on the one hand interpret utilitarian objects generated by the population beyond what is strictly functional and material, and on the other, share the characteristic of referring to them as manifestations of the great inventiveness of the population to solve everyday problems.

Palavras-chave: design, precariedade, cultura material, Cuba, Nordeste do Brasil,

Palavras-chave: design, precariousness, material culture, Cuba, Northeastern Brazil.,

DOI: 10.5151/3spgfauusp-3SPDesign_01.pdf

Referências bibliográficas
Como citar:

López Guerrero, Ana Sofía; Braga, Marcos da Costa; "Design na adversidade: os casos do Nordeste do Brasil e Cuba", p. 1 . In: Anais do 3º Seminário de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Design da FAUUSP. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/3spgfauusp-3SPDesign_01.pdf

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações