Dezembro 2020 vol. 8 num. 5 - Colóquio Internacional de Design 2020

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Design, Modernidade Industrial e Colecionismo

Design, Industrial Modernity and Collecting

Finardi, Fernanda Sabrina; Sousa, Richard Perassi Luiz de;

Artigo completo:

Este artigo apresenta parte de uma pesquisa qualitativa sobre o tema produtos de Design na culturado colecionismo. A pesquisa, realizada com (1) uma etapa exploratória para buscar fontes e (2) outraetapa bibliográfica para identificar e selecionar conceitos, arranjos teóricos e informações sobre otema, tem como objetivo geral evidenciar a influência cultural dos produtos industriais comomotivação ao colecionismo. Tal fenômeno decorre do domínio estético-simbólico do Design naconvivência cotidiana de várias gerações de pessoas nos séculos XX e XXI. A relevância cultural dosprodutos industriais ganha ênfase nas coleções de produtos aparentemente “banais” e de baixo custo,pois além de seus aspectos sócio-históricos também são consideradas as motivações subjetivas,intersubjetivas e socioculturais no contexto da cultura moderna ocidental. Sintetizando: o principalresultado da pesquisa é assinalar que o valor simbólico-social dos produtos industriais, principalmentedos aparentemente “banais”, é diretamente associado às qualidades formais e funcionais definidasnos projetos de Design, como é especialmente destacado no colecionismo.

Artigo completo:

This article presents part of a qualitative research about Design products in Collectingculture. The research made with (1) an exploratory stage to search sources and (2) anotherbibliographic stage to identify and select concepts, theoretical arrangements and information on thetopic has the general objective to show the cultural influence of industrial products as a motivation forcollecting. Such phenomenon results from the aesthetic-symbolic domain of Design in the daily life ofseveral generations of people in the 20th and 21st centuries. The cultural relevance of industrialproducts it is especially noted in the collections of apparently “banal” and low-cost products. Beyondto its socio-historical aspects, subjective, intersubjective and socio-cultural motivations are alsoconsidered in the context of modern Western culture. In summary: the main result of this research isto point out that the symbolic-social value of industrial products, mainly those apparently “banal” isdirectly associated with the formal and functional qualities defined in the Design projects as it isespecially highlighted in collecting.

Palavras-chave: Coleção de Produtos; Sociedade de Mercado; Cultura Industrial,

Palavras-chave: Collecting products; Market Society; Industrial Culture,

DOI: 10.5151/cid2020-55

Referências bibliográficas
  • [1] ANDREOZI, Lucila “Para matar a curiosidade”: possível história do design. Disponível em http://www.faap.br/museu/setor-educativo-propostas-e-pesquisas/historia-design.asp Acessado em 08/08/2020
  • [2] BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica. Coleção Os Pensadores, São Paulo, Editora Abril Cultural, 1980.
  • [3] BENJAMIN, Walter. O colecionador. In Passagens. São Paulo: Imprensa Oficial, 2009.
  • [4] CAMARGO, Téa. Colecionismo, Ciência e Império. Universidade Federal do Paraná – Centro de Documentação e pesquisa de História e Domínios Portugueses – CNPQ 2012.
  • [5] CHANEY, D. The department store as a cultural form. Theory, Culture & Society. January, vol. 1, n. 3, p. 22-31, EUA, 1983.
  • [6] ECO, Umberto. Apocalípticos e Integrados. Ed. Lumen; Lisboa, 1984.
  • [7] HARGREAVES, Manuela. Colecionismo e colecionadores: um olhar sobra a história da arte na 2ª metade do século XX. In: Conferência sobre “Colecionismo e Mercados de Arte”. Fundação Cupertino de Miranda; Faculdade de Letras Universidade do Porto, 2014.
  • [8] HORKHEIMER, Max & ADORNO, Theodor. A indústria cultural: o iluminismo como mistificação de massas. Pp. 169 a 214. In: LIMA, Luiz Costa. Teoria da cultura de massa. São Paulo: Paz e Terra, 2002.
  • [9] INFOPÉDIA. Cultura Material. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-08 Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/$cultura-material
  • [10] INFOPEDIA. Enciclopédia e Dicionários Porto Editora: Cultura Material. Disponível em: Acesso em: 08/08/2020
  • [11] LE GOFF, Jacques. História e Memória. Editora da UNICAMP, Campinas, SP 1990.
  • [12] MATTAR, Fauze Najib. Pesquisa de marketing: metodologia, planejamento. São Paulo: Atlas, 2005.
  • [13] MOLES, Abraham. O kitsch. São Paulo: Perspectiva, 1975.
  • [14] MUSAS – Revista Brasileira de Museus e Museologia, n. 3, 2007. Rio de Janeiro: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Departamento de Museus e Centros Culturais.
  • [15] NARLOCH, Leandro. Coleções: passatempo ou obsessão? (2004) Disponível em https://super.abril.com.br/comportamento/colecoes/. Acessado em 31/03/2020.
  • [16] PERASSI, Richard. A visualidade das marcas institucionais e comerciais como campo de significação. São Paulo: PUC/SP, 2001.
  • [17] PERASSI, Richard. Mídia do Conhecimento. Florianópolis, SC: SIGMO/UFSC, 2019.
  • [18] POMIAN, Krzysztof. La Culture de la Curiosité. Le temps de la réflexion. Paris: Gallimard, 1983.
  • [19] POMIAN, Krzysztof. Colecção. In Enciclopédia Einaudi. Porto: Imprensa Nacional, 1984.
  • [20] SÊGA, Christina Maria Pedrazza. - Revista Signos do Consumo. V.2, N.1, 2010.
  • [21] SUDJIC, Deyan. A Linguagem das Coisas. Editora Intrínseca. Rio de Janeiro, 1ª Edição, 2010.
  • [22] VALENTIM, Marta L. P. Métodos qualitativos de pesquisa em ciência da informação. São Paulo: Polis, 2005.
  • [23] WICK, Rainer. Pedagogia da Bauhaus. São Paulo: Martins Fontes, 1989.
Como citar:

Finardi, Fernanda Sabrina; Sousa, Richard Perassi Luiz de; "Design, Modernidade Industrial e Colecionismo", p. 708-720 . In: Anais do Colóquio Internacional de Design 2020. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cid2020-55

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações