Maio 2018 vol. 4 num. 3 - Colóquio Internacional de Design 2017

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Design, gênero e metaprojeto: a construção de uma ferramenta para fotoelicitação em uma comunidade artesã

Design, gender and metadesign: the building of a tool to photo elicitation in a craft communit

Portela, Raiama Lima; Noronha, Raquel Gomes; Araújo, Mariana Gomes Lúcio de; Aboud, Camila de Pádua; Souza, Frank Willian;

Artigo Completo:

Atuar como mediadores de processos culturais torna-se uma das atividades possíveis para designers, na contemporaneidade. A construção da representação do outro reflete hierarquias de poder e, no caso aqui apresentado, aponta possibilidades de discursos sobre design e empoderamento feminino em uma comunidade artesã. Ao utilizar o metaprojeto como filosofia e cultura de projeto, observamos que aplicando uma de suas principais características que é a busca por reflexões durante o todo o processo, não apenas em situações isolada, acionamos a possibilidade de dar poder e voz aos codesigners, tornando-os ativos no processo de construção de representações. Para alcançarmos esses discursos das artesãs da comunidade, essa percepção precisou ser sistematizada. Dessa forma, a ideia foi a construção de uma ferramenta de gênero, pautada na fotoelicitação (PINK, 2013) para que as questões sobre mulheres, suas necessidades, e visões de mundo pudessem vir à tona. Trataremos aqui a ferramenta não como um artefato fixo, enrijecido, mas como transitória, ajustável e adaptável, considerando-a como um protótipo. A construção de uma ferramenta de fotoelicitação para a realização de uma pesquisa implica escolhas de imagens que falam sobre os critérios de aferição do empoderamento feminino, segundo os dados do Fórum Econômico Mundial. Que imagens são essas? Como o processo de construção de uma ferramenta está ligado a um processo colaborativo em design? Como nós, designers, contribuímos para a construção das identidades de gênero, especificamente no âmbito da produção artesanal? Estes questionamentos são frutos de uma pesquisa realizada em Santa Maria, comunidade quilombola localizada no município de Alcântara, MA.

Artigo Completo:

Acting as intermediaries in cultural processes is becoming one of the possible alternatives for designers nowadays. The other representation building reflects power hierarchies, and in this case, reveals possibilities of speeches about design and feminine empowerment in a craft community. Using metadesign as philosophy and culture project, we can understand that applying one of this main characteristic that is throughout the search for thoughts process, not just in isolated situations, trigger the possibility of power and voice to codesigners, enabling them to the representative building process. To reach the artisans speeches, the perception needed to be systematic. By this way, the building of a gender tool, based on photo elicitation (PINK, 2013) of how the issues raised about women, their needs and worldviews could come to light. We will deal here the tool not as a rigid, fixed artifact, but as temporary and adaptable, considering it as a prototype. The building of a photo elicitation tool to study involves image choices that explain the benchmark of feminine empowerment, in accord with World Economic Forum. What kind of images are these? How the process of a tool building is linked to co-design process? How can we, designers, contribute to the building of gender identities, specifically in artisanal production? These questions are product of a research that took place in Santa Maria, a Quilombola community based in Alcântara, MA.

Palavras-chave: design; artesanato; fotoelicitação; metaprojeto; tecnologias de gênero,

Palavras-chave: design; craft; photo elicitation; metadesign; gender technologies,

DOI: 10.5151/cid2017-32

Referências bibliográficas
  • [1] BANKS, Marcus. Dados visuais para pesquisa qualitativa. Bookman/Artmed. Porto Alegre: 2009.
  • [2] BASSO, Coral Michelin; FRANZATO, Carlo; FREIRE, Karine; BORBA, Gustavo Severo de; Organizações colaborativas como sistemas abertos: Contribuições do metaprojeto para fomentar ações de inovação social", p. 319-330. In: Anais do 5º Simpósio Brasileiro de Design Sustentável [Blucher Design Proceedings, v.2, n.5]. Blucher. São Paulo: 2016.
  • [3] CARDOSO, Rafael. Design para um Mundo Complexo. Cosac Naify. São Paulo: 2012. (p. 262)
  • [4] CUNHA, Edgar Teodoro da. A intermitência das imagens: exercício para uma possível memória visual Bororo. In: BARBOSA, Andréa [et al]. A experiência da imagem na etnografia. Terceiro Nome. São Paulo: 2016.
  • [5] FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL, Empoderamento de mulheres. Avaliação das disparidades globais de gênero. Genebra, 200
  • [6] FRANZATO, C. O processo de inovação dirigida pelo design. Um modelo teórico. Redige, v. 2, n. 1, 2011, p. 50-62.
  • [7] HALSE, Joachin; BRANDT, Eva; CLARK, Brendon; BINDER, Thomas. Rehearsing the future. The Danish Design School Press. Copenhagen: 2010.
  • [8] IORIO, Cecília. Algumas considerações sobre estratégias de empoderamento e de direitos. Texto elaborado para a ActionAid, 2002.
  • [9] KUMAR, Vijay. 101 Design Methods: A Structured Approach for Driving Innovation in Your Organization. John Wiley & Sons, 2012.
  • [10] LAURETIS, Teresa de. “A tecnologia do gênero”. In: HOLLANDA, Heloísa Buarque de (Org.). Tendências e impasses : o feminismo como crítica da cultura. Rocco. Rio de Janeiro: 1994. pp.206-242.
  • [11] MANZINI, Ezio. Design, when everybody designs. An introduction to Design for Social Innovation. The MIT Press. Cambridge/London: 2015.
  • [12] MORAES, Dijon. Metaprojeto: o design do design. Editora Blucher: São Paulo: 2010.
  • [13] NORONHA, Raquel. O designer orgânico: reflexões sobre a produção do conhecimento entre designers e louceiras em Itamatatiua – MA. In: Oliveira, Alfredo Jefferson de; Franzato, Carlo; Del Gaudio, Chiara (orgs.). Simpósio de Design Sustentável 2015. Blucher. São Paulo: 2017. p. 277 a 294.
  • [14] _______ (org.). Identidade é valor: as cadeias produtivas do artesanato de Alcântara. EDUFMA. São Luís: 2011.
  • [15] ________. O designer e a produção de sentido na construção de iconografias. In: BRASIL, Marcus Ramúsyo (org.). A imagem na idade mídia. EDUFMA. São Luís: 2010.
  • [16] PINK, Sarah. Doing visual ethnography. Images, media and representation in research. : Sage. London: 2013.
  • [17] TAMEKUNI, Kaori. Metaprojeto: o design em busca da inovação por meio da reflexão, p. 2893-2904 . In: Anais do 11º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [Blucher Design Proceedings, v. 1, n. 4]. Blucher. São Paulo: 2014.
Como citar:

Portela, Raiama Lima; Noronha, Raquel Gomes; Araújo, Mariana Gomes Lúcio de; Aboud, Camila de Pádua; Souza, Frank Willian; "Design, gênero e metaprojeto: a construção de uma ferramenta para fotoelicitação em uma comunidade artesã", p. 366-379 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, ISBN: cid2017
DOI 10.5151/cid2017-32

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações