Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

DESIGN ESTRATÉGICO E ARTESANATO: RESSIGNIFICAÇÃO, ARTE E SUSTENTABILIDADE

Parode, Fábio; Bentz, Ione; Zapata, Maximiliano;

Artigo Completo:

O presente artigo , busca refletir sobre a relação design e artesanato, assim como, no horizonte ontológico a relação, design e arte, articulados teoricamente pela sustentabilidade e pela inovação. Como forma de delinear o enquadramento teórico e de qualificar as reflexões sobre os artefatos de design, buscou-se o apoio no design estratégico. Para materializar, mesmo que parcialmente, os termos em estudo, escolheu-se o projeto desenvolvido por artesãos e designers intitulado Bichos do Mar de Dentro. A interpretação desses artefatos obedece aos vetores interpretativos propostos por Guattari em suas três ecologias: o meio-ambiente, as relações sociais e a subjetividade humana e está organizada nas articulações semânticas Simbolização, Pluralidade, Hedonismo, Testemunho e Estética. As considerações sobre design e artesanato servem para corroborar a existência de um conceito de consumo diferenciado e de cultura da sustentabilidade que passam pela produção artesanal associada ao design, na direção do design-arte como meio de atribuição de valor simbólico a artefatos que podem assim assumir status de objetos a serem preservados.

Artigo Completo:

Palavras-chave: Design; Artesanato; Ressignificação; Sustentabilidade; Estética,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0275

Referências bibliográficas
  • [1] BRUNDTLAND, G. H. Nosso futuro comum . Rio de Janeiro: Editora FGV, 199
  • [2] CANEVACCI, M. Sincretismos: uma exploração de hibridações culturais. São Paulo, Studio Nobel, 1996.
  • [3] ESPINOZA, Baruch. Traité politique. Paris: Librairie générale française, 2002.
  • [4] FLOCH, Jean Marie. Sémiotique, marketing et communication; sous les signes, les strategies. Paris: PUF, 1990.
  • [5] FONTANILLE, Jacques. Significação e visualidade. Porto Alegre: Sulina, 200
  • [6] JONAS, Hans. O Princípio Responsabilidade: ensaio de uma ética para uma civilização tecnológica. Rio de Janeiro: Contraponto Editora, 200
  • [7] JUNGES, José Roque. Bioética ambiental. São Leopoldo: Ed. Unisinos, 2010.
  • [8] LYOTARD, Jean François. Moralidades pós-modernas. Campinas: Papirus, 1996.
  • [9] MAFFESOLI, Michel. No fundo das aparências. Petrópolis: Vozes, 1996.
  • [10] PAPANEK, Victor. Diseñar para el mundo real: ecologia humana y cambio social. Madrid: H. Blume Ediciones, 1977.
Como citar:

Parode, Fábio; Bentz, Ione; Zapata, Maximiliano; "DESIGN ESTRATÉGICO E ARTESANATO: RESSIGNIFICAÇÃO, ARTE E SUSTENTABILIDADE", p. 3205-3216 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0275

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações