Dezembro 2020 vol. 8 num. 5 - Colóquio Internacional de Design 2020

Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Design e atividade artesanal como práticasemancipatórias

Design and handicraft as emancipatory practices

Peixoto, Patrícia; Maynardes, Ana Claudia;

Artigo completo:

Nos últimos anos, o campo do design tem sido ressignificado por novas perspectivas, que o entendemcomo prática universal empreendida por todos. Este artigo investiga o processo de reconceituação daprática do designer em meio a essas mudanças. Para isso, toma como referência autores que pensamo design a partir da autonomia e, como ilustração da abrangência desse conceito, o entendimento dotrabalho artesanal como atividade emancipadora. O artigo fundamenta-se, assim, na ideia de que amudança do campo é processo que tem por objetivo construir um design que não compartimente oconhecimento e que se transforme a partir das relações construídas. Conclui-se que essa novaperspectiva permite considerar artesãos como designers, não só por suas capacidades projetuais nodesenvolvimento

Artigo completo:

Recently, the field of design has been reinterpreted by new perspectives, which frame it as a universalpractice performed by everyone. This article investigates the process of reconceptualizing thedesigner's practice in the midst of these changes. For this, it takes as reference authors who approachdesign from the framework of autonomy and, as an illustration of the scope of this concept, theunderstanding of handicraft as an emancipatory activity. Therefore, the article is based on the ideathat the changes this field is going through represent a process that aims to build a design that doesnot compartmentalize knowledge and that is transformed by the relationships built through humaninteraction. It concludes that this new perspective allows us to consider artisans as designers not onlybecause of their project skills applied to product development, but also because they have autonomyas a group to decide their own future.

Palavras-chave: Design; Autonomia; Relacional; Artesão,

Palavras-chave: Design; Autonomy; Relational; Handicraft,

DOI: 10.5151/cid2020-40

Referências bibliográficas
  • [1] ANASTASSAKIS, Zoy. LaDA Live 6 - Da relação com “os outros” a outros designs. Rio de Janeiro: [s.n.], 2020. (LaDA Live). Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2020.
  • [2] ALMEIDA, Ana Julia; SANTOS, Maria Cecilia; LIMA, Verena; NICOLETTI,Viviane. Territory and traditional knowledge: Brazilian handicraft, female practices and their resistance context. IASTE 2018: The Politics of Tradition, 2018.
  • [3] APPADURAI, Arjun. 'The Capacity to Aspire: Culture and the Terms of Recognition', In Rao Vijayendra and Michael Walton, (eds.) Culture and Public Action, Stanford University Press, Palo Alto, California, 2004.
  • [4] BARDI, Lina. Tempos de Grossura: o design no impasse. São Paulo: Instituto Lina Bo Bardi, 199
  • [5] BONSIEPE, Gui. Design Cultura e Sociedade. São Paulo: Blucher, 2011.
  • [6] BOTERO, Andrea; DEL GAUDIO, Chiara; BORRERO, Alfredo Gutiérrez. Editorial in Strategic Design Research Journal, v11, n2. 2018
  • [7] CUNHA, Manuela Carneiro da. Cultura com aspas e outros ensaios. São Paulo: Cosac Naify, 2009.
  • [8] CARDOSO, Rafael. Design para um Mundo Complexo. São Paulo: Ubu Editora, 2016.
  • [9] CANCLINI, Nestor García. As culturas Populares no Capitalismo. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1983.
  • [10] ESCOBAR, Arturo. Sentipensar con la tierra: Nuevas lecturas sobre desarrollo, territorio y diferencia - 2014.
  • [11] ESCOBAR, Arturo. Autonomía y diseño: La realización de lo comunal. Popayán : Universidad del Cauca, 2016.
  • [12] ESTEVA, Gustavo. Pluriverse: A Post-Development Dictionary. Organizado por Ashish Kothari; Ariel Salleh; Arturo Escobar; Federico Demaria; Alberto Acosta. Tulika Books, 2019
  • [13] FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. – São Paulo: Paz e Terra, 1996 FRY, Tony. Design as politics. Londres: Bloomsbury, 2011.
  • [14] IRWIN, Terry; TONKINWISE, Cameron. Transition Design: An Educational Framework for Advancing the Study and Design of Sustainable Transitions - Gideon Kossoff School of Design, Carnegie Mellon University, 2018
  • [15] LINS RIBEIRO, Gustavo. Fluxos globais de modelos de desenvolvimento In: DUTRA e SILVA, Sandro (et al). Ensaios em Ciências Ambientais: crises, riscos e racionalidades. Rio de Janeiro: Garamond, 2016 (pág.49-75).
  • [16] MAGALHÃES, Aluízio. E o Triunfo?: a questão dos bens culturais no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; Fundação Roberto Marinho, 1997.
  • [17] MANZINI, Ezio. Design para inovação social e sustentabilidade. Rio de janeiro: E papers, 2008.
  • [18] MANZINI, Ezio; RIZZO, Francesca. Small projects/large changes: Participatory design as an open participated process - 2011
  • [19] MANZINI, Ezio. Design, When Everybody Designs. An Introduction to Design for Social Innovation. Cambridge, MIT Press, 2015.
  • [20] NORONHA, Raquel; GUIMARÃES, Márcio James Soares. Craft production and design as women’s emancipation instruments in Strategic Design Research Journal, v11, n2. 2018
  • [21] NORONHA, Raquel. LaDA Live 6 - Da relação com “os outros” a outros designs. Rio de Janeiro: [s.n.], 2020. (LaDA Live). Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2020.
  • [22] PACEY, Philip. 'Anyone Designing Anything?' Non-Professional Designers and the History of Design, in Journal of Design History Vol. 5, No. 3, pp. 217-225. 1992
  • [23] PERALTA, Patrícia. O objeto artesanal e suas novas mediações com a sociedade: o caso das panelas de barro pretas da região de Goiabeiras in A experiência material: a cultura do objeto. Rio de Janeiro: Rio Books, 2013
  • [24] QUIJANO, Anibal. Colonialidade do poder, Eurocentrismo e América Latina Titulo. In: A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005, p. 117–142. Disponível em: . SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
  • [25] SZANIECKI, Barbara; COSTARD, Mariana; SERPA, Bibiana; et al. LaDA Live 4 - Outras formas de participação: latinoamericanizando. Rio de Janeiro: [s.n.], 2020. (LaDA Live). Disponível em: .
  • [26] WILLIS, Anne - Marie. Ontological Designing–laying the Ground. 2016. Disponível em: .
Como citar:

Peixoto, Patrícia; Maynardes, Ana Claudia; "Design e atividade artesanal como práticasemancipatórias", p. 517-527 . In: Anais do Colóquio Internacional de Design 2020. São Paulo: Blucher, 2020.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/cid2020-40

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações