Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Design da informação, aprendizado e jogos: uma análise da interface de jogos de tabuleiro

Information design, learning and games: an interface analisys about board games

Alves, Marcia Maria; Viana, Lucina Reintebach;

Artigo completo:

Os jogos de tabuleiro estão há muito tempo presentes em nossa cultura ensinando conceitos, estratégias e práticas sociais por meio de materiais simples (cartas, dados e tabuleiros) que proporcionam diversão e facilidade de aprendizado. Este artigo apresenta um estudo da programação visual desses jogos, com a intenção de verificar seu modo de produção e se os pressupostos do design da informação estão presente nestas construções. Para isso, realizou-se uma análise gráfica de quatro jogos (Monopoly, War, Batalha Naval e Scotland Yard), por meio dos princípios propostos por Rune Pettersson (2012). Foi definido um protocolo e cada jogo foi analisado separadamente. Como resultado tem-se que os princípios podem ser verificados nesses materiais e sua lógica de aplicação poderá ser replicada na construção de outros materiais que priorizem a facilidade do aprendizado e a diversão.

Artigo completo:

Board games have long been present in our culture by teaching social concepts, strategies and practices through simple materials (cards, dice and boards) that provide fun and easy learning. This article presents a study of the visual programming of these games with the intention to verify how it is being produced and if the information design is present in these constructions. For this, a graphic analysis of four games (Monopoly, War, Naval Battle and Scotland Yard) was carried out through the principles proposed by Rune Pettersson (2012). A protocol was made and each game was analyzed separately. As a result, the principles can be verified in these materials and their application logic can be replicated in the construction of other materials that prioritize the ease of learning and fun.

Palavras-chave: jogos de tabuleiro, interface, design, aprendizado,

Palavras-chave: board games, interface, design, learning,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-2.0326

Referências bibliográficas
  • [1] Amaral, C. H.; Corniani, M. M.; Rodrigues, M. V. L.; Silva, M. A., & Bezerra W. G. (2013). Quimericka: Introduzindo clássicos da literatura brasileira por meio de aprendizagem tangencial. SBC - Proceedings of SBGames, Americana, Brasil. Disponível em:
  • [2] Benjamin, W. (1994). A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. Obras escolhidas: Magia e técnica, arte e política. 6 ed. São Paulo: Brasiliense.
  • [3] Duarte, L. C. S. (2012). Jogos de tabuleiro no design de Jogos digitais. SBC - Proceedings of XI SBGames.
  • [4] Feitosa, M. F; Cordeiro, M. A. S. (2015). A estética da comunicação nos videogames: a relação designer-jogador. Sessões do Imaginário. Porto Alegre. V. 20 n. 3
  • [5] Floyd, D., & Portnow, J. (2009). Video Games and Learning. Disponível em: Acesso em 15 de jul. de 2019.
  • [6] Huizinga, J. (2000). Homo Ludens. 4 ed. São Paulo: Perspectiva.
  • [7] Koster, R. (2010). Theory of Fun for Game Design. Scottsdale, AZ: Paraglyph Press.
  • [8] Loures, J. 92016). Oitavo dia: a gamearte nos jogos de tabuleiro. 2016. 212 f. Dissertação (Mestrado em Arte e Cultura Visual) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia.
  • [9] Petterson, R. (2012). It Depends – Principles and Guidelines. IDD Public Library: Tullinge.
  • [10] Portnow, J. The Power of Tangential Learning. Edge Online. (2008). Disponível em: Acesso em 15 de jul. de 2019.
  • [11] Rocha, Emília F.; Arrais, Enéas H.; Oliveira, Guilherme J.; Mendonça Jr, Glaudiney M. (2017). Aprendizagem Tangencial: Como Jogos Analógicos Podem Auxiliar no Ensino de História e Cultura . Revista Sistemas e Mídias Digitais (RSMD), Volume 2 - Número 1 – Abril.
  • [12] Sakuda, L. O., & Fortim, I. (Orgs.). (2018). II Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais. Ministério da Cultura: Brasília, 2018. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2018.
  • [13] Salen, K.; Zimmerman, E. (2004). Rules of Play: Game Design Fundamentals. EUA: MIT Press.
  • [14] Selinker, M. (2011). The Kobold Guide to Board Game Design. Open design, LLC.
  • [15] Wingfield, Nick. (2014). Impressão 3D e financiamento coletivo renovam jogos de tabuleiro. Disponível em: Acesso em 15 de jul. de 2019.
Como citar:

Alves, Marcia Maria; Viana, Lucina Reintebach; "Design da informação, aprendizado e jogos: uma análise da interface de jogos de tabuleiro", p. 1071-1080 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-2.0326

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações