Artigo completo - Open Access.

Idioma principal

Design da Informação: análise de campanha de educação ambiental

Mota, Meiriédna Queiroz; Waechter, Hans da Nobrega;

Artigo completo:

Este artigo faz parte da tese que constitui uma investigação sobre a recepção das mensagens de uma campanha de educação ambiental criada pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado de Pernambuco (SEMAS). O artigo se propõe a apresentar o resumo geral da tese. A análise se propõe a, com base em cartazes que compõem a campanha mencionada e após submetê-la às teorias do Design da Informação, da Persuasão na Comunicação e na Psicologia Social, bem como da Teoria da Ação Racional (TAR) e da Representação Social, inferir como se dá a campanha de educação ambiental e o que se faz necessário para aprimorá-la visando à sensibilização, motivação e mudança de atitude por parte do público a respeito das posturas relacionadas ao meio ambiente e a sustentabilidade. O objeto da investigação é a forma ou manifestação da recepção, quando o sujeito é submetido à mensagem com foco na educação ambiental produzida pela SEMAS. A partir do teste e da análise da recepção, chegamos a constatações que foram testadas por meio de experimento comparativo, baseado nas questões teóricas que alicerçam a hipótese de que os artefatos gráficos que compõem a campanha citada podem ser aprimorados se levadas em consideração à lógica interna à mensagem durante o processo de criação.

Artigo completo:

Palavras-chave: design da informação, campanha, educação ambiental,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/9cidi-congic-1.0029

Referências bibliográficas
  • [1] Alsina, R. (1995). Los modelos de la comunicación. Madri: Editorial Tecnos.
  • [2] Bonsiepe, G. (2011). Design, Cultura e Sociedade. São Paulo: Blucher.
  • [3] Charaudeau, P.(2009). Discurso das Mídias. São Paulo: Contexto.
  • [4] Charaudeau, P. (2012). Linguagem e Discurso: Modos de Organização. 2 Ed. São Paulo: Contexto.
  • [5] Dondis, D. A. (1991). Sintaxe da Linguagem Visual. São Paulo: Martins Fontes.
  • [6] Gomes, N. D. (2003). Publicidade: Comunicação Persuasiva. Porto Alegre: Salina.
  • [7] Horn, R. (1999). Information Design: Emergence of a new profession. In Jacobson, R. E. (Ed.). Information Design. Cambridge, Ma: Mit Press.
  • [8] Jacobi, P. R. (2013). Sustentabilidade Socioambiental e Aprendizagem Social – O desafio de promover cooperação e corresponsabilidade nas politicas ambientais. In: Sorrentino, M. (Org.) Educação Ambiental e Políticas Públicas: Conceitos, Fundamentos e Vivências. Curitiba: Appris. pp. 131-141
  • [9] Jacobson, R. (2000). Information Design. Cambridge: The Mit Press.
  • [10] Mijksenaar, P. (1997). Visual Function: An Introduction to Information Design. Rotterdam: 010 Publishers.
  • [11] Moscovici, S. (2012). Representações Sociais: Investigação em Psicologia Social. Rio de Janeiro: Vozes.
  • [12] Papanek, V. (1971). Design for the real world. Chicago: Academy Chicago Publ.
  • [13] Scariot, C., Schlemmer, A. (2012). Sobre a objetividade prática do Design da Informação. 2º Gampi Plural, Univille, Joinville, SC.
  • [14] Waechter, H. (2010). Um modelo experimental para observação da recepção de mensagens em meios impressos. Triades.
Como citar:

Mota, Meiriédna Queiroz; Waechter, Hans da Nobrega; "Design da Informação: análise de campanha de educação ambiental", p. 15-26 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-1.0029

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações