Artigo completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Design Contemporâneo e Inovação social aplicados no desenvolvimento de produtos gráficos educativos para pessoas com deficiência visual

Contemporary Design and Social Innovation applied in the development of graphic educational products for people with visual impairment

Moura, Mônica; Portugal, Cristina; Perez, Iana Uliana; Torres, Maria Alice; Guimarães, Márcio;

Artigo completo:

Na abrangência e diversidade do Design Contemporâneo, um dos aspectos que tem tomado corpo nos estudos, pesquisas e aplicações projetuais é o design com responsabilidade social, que envolve a inovação nos métodos e processos visando a inclusão de grupos sociais por meio da aquisição de conhecimentos e capacitação para autonomia do indivíduo. Nesse âmbito, o projeto de pesquisa aqui apresentado visa a investigação sobre o Design Gráfico Contemporâneo e suas áreas dialógicas - Responsabilidade e Inovação Social, Inclusão, Educação, Deficiência Visual e Open Design - examinando os processos de aquisição de conhecimentos, de ensino-aprendizagem, da fabricação digital e dos sistemas abertos para disseminação em livre acesso de informações resultantes dos estudos e das produções desenvolvidas e dos resultados obtidos. Dessa maneira, pretende-se desenvolver ações de Design Gráfico direcionadas para processos de ensino-aprendizagem envolvendo a cultura e a tecnologia a partir da produção de produtos educativos em formato de peças gráficas táteis impressas que contribuam para a inclusão de pessoas com deficiência visual (indivíduos com baixa visão, cegueira congênita ou adquirida). Ademais, considera os educadores que atuam com a população atendida por instituições especializadas em deficiência visual localizadas nas cidades de Bauru, São Paulo, São Luís, Rio de Janeiro que serão participantes nesse projeto.

Artigo completo:

In the scope and diversity of Contemporary Design, one of the aspects that has taken shape in studies, research and design applications is socially responsible design, which involves innovation in methods and processes aimed at the inclusion of social groups through the acquisition of knowledge and empowerment of the individual and the free access to the results obtained. In this context, the research project presented here is aimed at researching Contemporary Graphic Design and its dialogic areas - Social Responsibility and Innovation, Inclusion, Education, Visual Deficiency and Open Design - examining the processes of acquisition of knowledge, learning, digital manufacturing and open systems for the dissemination of information resulting from studies and developed productions. In this way, the intention is to develop Graphic Design actions directed to teaching-learning processes involving culture and technology from the production of educational products in the form of printed tactile graphic pieces that contribute to the inclusion of people with visual impairment (individuals with low vision, congenital or acquired blindness). Besides, it considers the educators who work with the population attended by institutions specialized in visual impairment located in the cities of Bauru, São Paulo, São Luís, Rio de Janeiro, which will be participants in this project.

Palavras-chave: design contemporâneo, inovação social, design gráfico inclusivo, design educação, deficiência visual, open design,

Palavras-chave: contemporary design, social innovation, inclusive graphic design, education design, visual impairment, open design,

DOI: 10.5151/9cidi-congic-2.0125

Referências bibliográficas
  • [1] Adam & Calomeno (2014). Metodologia para adaptação de conteúdo editorial imagético para deficientes visuais. InfoDesign, Revista Brasileira de Design da Informação, São Paulo, V.9, N. 3, pp. 201 – 215.
  • [2] Associação Brasileira de Normas Técnicas. (2015). NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos. 3ª Ed. Rio de Janeiro: ABNT.
  • [3] Ávila, M.; Alves, M. R.; Nishi, M. (2015). As condições de saúde ocular no Brasil. Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Relatório.
  • [4] Brasil. Presidência da República (2004). Decreto Federal 5.296 de 2 de dezembro de 200 Recuperado em 25 abril, 2016, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5296.htm
  • [5] Brasil. Lei de acessibilidade (2000). Lei Nº 10.098 de 10 de dezembro de 2000. Recuperado em 10 março, 2015, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L10098.htm
  • [6] Bruno, M. M. G. (2006). Saberes e Práticas da Inclusão: Deficiência Visual. 4ª Ed. Brasília: MEC.
  • [7] Cardeal, M. (2008). Imagem em Relevo: primeiros apontamentos sobre ilustração tátil em livros para crianças cegas.
  • [8] Cardeal, M. (2011). Metáforas Visuais: redundâncias táteis. In: Duarte, M. Desenho infantil e seu ensino a crianças cegas: razões e métodos. Curitiba: Editora Insight.
  • [9] Castro, M. B. et al. (2017). Fatores de risco para retinopatia diabética: uma revisão. Revista de Patologia do Tocantins, v. 4, n. 3, 2017: pp. 66-72.
  • [10] Conselho Brasileiro de Oftalmologia – CBO (2012). As condições da saúde ocular no Brasil. São Paulo: CBO.
  • [11] Cryer, H., & Home, S. (2011). Feasibility of developing a diagnostic touch test to determine braille reading potential. RNIB Centre for Accessible Information (CAI): Birmingham, Reino Unido. Relatório de pesquisa.
  • [12] Darras, B. & Valente, D. (2011). Tactile images: semiotic reflections on tactile images for the blind. In: Revista Haptica, Paris. V. 1, n. 1.
  • [13] Duarte, M. L. B. (2011). Desenho infantil e seu ensino a crianças cegas: Razões e Métodos. Curitiba: Insight.
  • [14] Griffin, H. & Gerber, P. (1996). Desenvolvimento tátil e suas implicações na educação de crianças cegas. In: Revista do Instituto Benjamin Constant, Rio de Janeiro. Ed. 05.
  • [15] Inclusive Design Research Center (2015). What is inclusive design?. Disponível em: https://idrc.ocadu.ca/about-the-idrc/49-resources/online-resources/articles-and-papers/443-whatisinclusivedesign. Acesso em 03/05/2018.
  • [16] Kastrup, V. (2007). A invenção na ponta dos dedos: a reversão da atenção em pessoas com deficiência visual. In: Psicologia em Revista, Belo Horizonte, v. 13, n. 1. pp. 69 - 90, jun. 2007. Recuperado em 13 novembro, 2015 de http//:www.portal.pucminas.br
  • [17] Moura, M. (2015). Design Contemporâneo: reflexões. São Paulo: Estação das Letras e Cores.
  • [18] Nuernberg, A. (2010). Ilustrações táteis bidimensionais em livros infantis: considerações acerca de sua construção no contexto da educação de crianças com deficiência visual. In: Revista Educação Especial, v. 23, n. 36.
  • [19] Portugal. C. (2013). Design, Educação e Tecnologia. Rio de Janeiro: Riobooks.
  • [20] Portugal, C. (2009). Design em Situações de Ensino-aprendizagem. Um diálogo Interdisciplinar. 2009. 206p. Tese (Doutorado em Design), Departamento de Artes & Design. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.
Como citar:

Moura, Mônica; Portugal, Cristina; Perez, Iana Uliana; Torres, Maria Alice; Guimarães, Márcio; "Design Contemporâneo e Inovação social aplicados no desenvolvimento de produtos gráficos educativos para pessoas com deficiência visual", p. 779-784 . In: Anais do 9º CIDI | Congresso Internacional de Design da Informação, edição 2019 e do 9º CONGIC | Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação. São Paulo: Blucher, 2019.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/9cidi-congic-2.0125

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações