Maio 2018 vol. 4 num. 3 - Colóquio Internacional de Design 2017

Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Design, consumo, cultura material e as relações com o território

Design, consumption, material culture and relations with the territory

Mourão, Nadja Maria; Maciel, Rosilene Conceição; Oliveira, Ana Célia Carneiro;

Artigo Completo:

Este trabalho discute as relações entre o design, o consumo e a cultura material na direção de estudos que impactem na consciência e cultura projetual, planejamento e gestão do design com vistas ao território. Busca-se discorrer sobre o papel do design na sociedade transformada ao longo das últimas décadas em face à era da informação e do conhecimento. Propõe um diálogo sobre a amplitude da atividade do design na medida em que esse se relaciona com outras áreas do conhecimento e com a cultura, numa via de mão dupla. Reforça ainda os assuntos socioambientais pertinentes ao design para a elaboração e desenvolvimento de produtos na contemporaneidade, na convergência do consumo e meio ambiente. As produções de bens de consumo associam-se às atividades de design, e os apontamentos apresentados a seguir, analisam a significação dos valores agregados ao produto e a forma como interagem com os valores sociais e territoriais. Parte do conceito da busca da originalidade e inovação a partir dos valores locais tradicionais, cultivados de geração em geração, para geração de novos produtos e serviços autóctones. Nas relações com o território, a origem é a fonte para se buscar a originalidade onde se pauta a diferenciação, o reconhecimento e fortalecimento da cultura identitária. Na relação design e consumo, o simbólico é elemento integrador mediado pelas experiências culturais e expectativas dos indivíduos na construção ou comunicação de suas identidades e também dos territórios a que pertencem ou desejam pertencer. Mais que produtos, consomem-se valores que promovem status de toda ordem ou natureza. E neste contexto o design tem papel fundamental e estratégico nas relações com o território.

Artigo Completo:

This paper discusses the relationships between design, consumption and material culture in the direction of studies that impact on design consciousness and culture, design and design management with a view to the territory. It seeks to discuss the role of design in the society transformed over the last decades in the face of the information and knowledge age. It proposes a dialogue on the scope of design activity insofar as it relates to other areas of knowledge and culture, in a two-way street. It also reinforces the social and environmental issues pertinent to design for the development and development of products in the contemporary world, in the convergence of consumption and the environment. Productions of consumer goods are associated with design activities, and the following notes analyze the significance of the values added to the product and how they interact with social and territorial values. Part of the concept of the search for originality and innovation from the traditional local values, cultivated from generation to generation, for the generation of new products and indigenous services. In the relations with the territory, origin is the source to seek the originality where the differentiation, recognition and strengthening of the identity culture is based. In the relationship between design and consumption, the symbolic is an integrative element mediated by the cultural experiences and expectations of individuals in the construction or communication of their identities and also of the territories to which they belong or wish to belong. Values that promote status of every order or nature are consumed more than products. And in this context design has a fundamental and strategic role in relations with the territory.

Palavras-chave: design; consumo; cultura material; produtos; território,

Palavras-chave: Design; consumption; Material culture; Products; territory,

DOI: 10.5151/cid2017-31

Referências bibliográficas
  • [1] BARBOSA, Lívia. Sociedade de consumo. 2 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.
  • [2] ______; CAMPBELL, Colin. Cultura, Consumo e Identidade. São Paulo: Editora FGV, 1ª Edição, 2007.
  • [3] BORGES, Adélia. COLEÇÃO MUSEU DA CASA BRASILEIRA. São Paulo: MCB, 2007.
  • [4] BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. 5º ed. São Paulo: Editora Perspectiva, 2001.
  • [5] BRANZI, Andrea. We are the primitives. In: MARGOLIN, V. (ed.). Design discourse. Chicago: The University of Chicago Press, 1989.
  • [6] CANCLINI, Néstor García. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 200
  • [7] CARDOSO, Rafael. Uma introdução à história do Design, São Paulo, Editora Edgard Blucher Ltda., 2004.
  • [8] CASTRO, Gabriela Varanda. Design de interiores e consumo: a percepção dos aspectos socioambientais em móveis e objetos decorativos. Dissertação (Mestrado em Artes e Design. Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 200
  • [9] DENIS, Rafael Cardoso. Design, cultural material e fetichismo dos objetos. In: LEITE, J. S. et al (ed.). Arcos: design, cultura material e visualidade. Rio de Janeiro: Contra Capa, 1998.
  • [10] DOUGLAS, Mary; ISHERWOOD, Baron. O mundo dos bens. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ - Engenharia e Tecnologia Industrial: Cadernos do INETI, 2004.
  • [11] FEATHERSTONE, Mike Cultura de consumo e pós-modernismo. São Paulo: Studio Nobel, 1995.
  • [12] FRASCARA, Jorge. Design and the Social Sciences: Making Connections. New York: Taylor & Francis, 2002.
  • [13] LANDIM, Paula da Cruz. Design, empresa, sociedade. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.
  • [14] MACIEL, Rosilene C.; MOURÂO, Nadja M.; ALMEIDA, Macelina.. Design, Identidade e Cultura Material: diálogos possíveis com o território. In: Design Contemporâneo: materialidade, gestão e serviço. Org. MENEZES, Marizilda; MOURA, Mônica. Estação das letras e cores: São Paulo, 2013.
  • [15] MANZINI, Ézio. Design para a inovação social e sustentabilidade: comunidades criativas, organizações colaborativas e novas redes projetuais. Rio se Janeiro: Epapers, 2008.
  • [16] ______; MERONI, Anna. Design em Transformação. In: KRUKCEN, Lia. Design e Território: valorização de identidades e produtos locais. São Paulo: Studio Nobel, 2009.
  • [17] ______; VEZZOLI, Carlo. O desenvolvimento de produtos sustentáveis: Os requisitos ambientais dos produtos industriais. São Paulo: Edusp, 2002.
  • [18] MILANOTODAY. Se parcheggiare la Ferrari in doppia fila diventa un 'diritto: Dà lustro a Montenapo (Meu direito de estacionar a Ferrari em fila dupla, dá prestígio à Via Montenapoleone). Postado em: 26 mai. 2016. Disponível em: http://www.milanotoday.it/cronaca/ferrari-viamontenapoleone. html>. Acesso em: 25 abr. 2017.
  • [19] MORAES, Dijon. O papel atual do design. In: KRUCKEN, Lia. Design e território: valorização de identidades e produtos locais. São Paulo: Studio Nobel, 2009.
  • [20] MOURÃO, Nadja M. Sustentabilidade na produção artesanal com resíduos vegetais: uma aplicação prática de design sistêmico no Cerrado Mineiro. Dissertação (Mestrado em Design) - PPGD/Universidade do Estado de Minas Gerais, 2011.
  • [21] ONO, Maristela Misuko. Design, Cultura e identidade, no contexto da globalização. In: Revista Design em Foco, ano 1, v. 1, n. 1, Universidade do Estado da Bahia, Jul.Dez, 2004.
  • [22] PUC-Rio. Certificação Digital Nº 0610425/CA. Design e Consumo. Disponível em: . Acesso em: 23 abr. 2017.
  • [23] SANTOS, Marinês. Design e cultura: os artefatos como mediadores e práticas sociais. In: QUEIROZ, Marilda Lopes Pinheiro (org.) e grupo de estudos de Design e Cultura do CEFET-PR. Design & Cultura. Curitiba: Sol, 2004.p. 13-22.
  • [24] SANTOS, Moises dos. Cultura hegemônica: inação midiática nos meios de comunicação de massa. Cultura e Midiática. Ano V, n. 08 – jan-jun/2012.
  • [25] TAI HSUAN-AN. Design: Conceitos e métodos. Editora Blucher: São Paulo, 2017.
  • [26] TEÓFILO, E. et al. Políticas e instrumentos para fomentar os mercados de terra: lições
  • [27] aprendidas. 2002.
Como citar:

Mourão, Nadja Maria; Maciel, Rosilene Conceição; Oliveira, Ana Célia Carneiro; "Design, consumo, cultura material e as relações com o território", p. 355-365 . In: . São Paulo: Blucher, 2018.
ISSN 2318-6968, ISBN: cid2017
DOI 10.5151/cid2017-31

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações