Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal

DESIGN CENOGRÁFICO: UM OLHAR DO DESIGN PARA A CENOGRAFIA EM BALÉ DE REPERTÓRIO

Samarino, Débora de Oliveira; Safar, Giselle Hissa; Silveira, Yuri Simon da;

Artigo Completo:

O presente estudo teve por objetivo analisar e discutir a abordagem do design cenográfico relacionado com a cenografia em balés de repertório por meio do confronto de diversos autores das áreas que englobam esse universo e se justifica pela oportunidade de aprofundamento no tema, pela necessidade de abordagem pelos assuntos referentes à cenografia como atividade projetual e pelo potencial de atuação do profissional de design nessa área. Partiu-se da hipótese que a cenografia de um espetáculo de dança consiste em um projeto e como tal envolve procedimentos metodológicos que o configuram como atividade de design e coautora da cena de dança, por constituir parte integrante de sua concepção e colaborar na construção de sentidos da composição artística. Metodologicamente, o projeto consistiu numa pesquisa qualitativa do tipo descritivo e explicativo, os procedimentos para a realização do estudo proposto se dividem em duas etapas que consistem em: pesquisa bibliográfica para o aprofundamento da compreensão dos conceitos envolvidos e a análise, descrição e comparação da produção cenográfica do balé de repertório Don Quixote feito por duas companhias de balé clássico, uma nacional de concepção artística e outra internacional de concepção projetual cenográfica. Ao final desta elaboração confirmou-se a premissa original da pesquisa de que a cenografia em espetáculos de dança consiste em uma atividade de design e age, também, como coautora da cena de dança.

Artigo Completo:

Palavras-chave: design; design cenográfico; cenografia; balé de repertório e Don Quixote.,

Palavras-chave:

DOI: 10.5151/despro-ped2016-0313

Referências bibliográficas
  • [1] ACHCAR, Dalal. Balé: uma arte. Rio de Janeiro: Ediouro, 1998.
  • [2] AQUINO, Stela Gonçalves; SCHWARTZ, Rosana Maria. A Influência do Ballet de Repertório do Século XIX no Imaginário Feminino. In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 7, 2011, São Paulo. Anais da VI Jornada de Iniciação Científica. São Paulo, Universidade Presbiteriana Mackenzie, 201 Disponível em: Acesso em abril/2015.
  • [3] BAXTER, Mike. Projeto do Produto: Guia prático para o desenvolvimento de novos produtos. São Paulo: Edgard Bluncher, 1998. 260 p.
  • [4] BÓGEA, Inês. Contos do Balé. São Paulo: Cosacnaify, 2007. 80 p.
  • [5] BONI, Claudio Roberto; SILVA, Kelenson; SILVA, José Carlos Plácido da. Os Limites do Design e a Relação com a Arte e a Indústria. In: 11º CONGRESSO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM DESIGN. Gramado, 2014. Disponível em: Acesso em Junho de 201
  • [6] BONSIEPE, Gui. Metodologia experimental: design industrial / coordenação Gui Bonsiepe – Brasília: CNPq/Coordenação Editorial, 1984.
  • [7] BOURCIER, Paul. História da Dança no Ocidente. São Paulo: Martins Fontes, 2001. 340 p.
  • [8] BREWSTER, Karen; SHAFER, Melissa. Fundamentals of Theatrical Design. Ney York: Allworth Press, 2011.
  • [9] BURDEK, Bernhard E. História, teoria e prática do design de produtos. São Paulo: Blucher, 2006, 496 p.
  • [10] DEL NERO, Cyro. Cenografia: uma breve visita. São Paulo: Claridade, 2008, 96 p.
  • [11] DON QUIXOTE. Direção: Ross MacGibbon. Produção: Carlos Acosta. Londres (UK): Opus Arte, 2014, 1 DVD.
  • [12] FLUSSER, Vilém. O mundo codificado: por uma filosofia do design e da comunicação. São Paulo: Cosac Naify, 2008, 222 p.
  • [13] HYDROMAR. Royal Opera House Don Quixote. Disponível em:. Acesso em: 01/06/2015.
  • [14] LIMA, Wlad. Glossário de Termos Técnicos de Teatro. Disponível em: Acesso em outubro 2015.
  • [15] LUCIANI, Nádia Moroz. Design cênico: um caminho possível para a criação da luz e a formação do iluminador. In: A LUZ EM CENA - ENCONTRO CATARINENSE DE ILUMINAÇÃO CÊNICA, 5, 2013, Florianópolis. Anais do V Encontro Catarinense de Iluminação Cênica. Florianópolis, UDESC, 2013. Disponível em Acesso em maio de 20
  • [16] MONTEIRO, Marianna. Noverre: Cartas sobre a dança. 1 ed. 1 reimpr. São Paulo: EDUSP/FAPESP, 2006, 400 p.
  • [17] MUNARI, Bruno. Das Coisas Nascem Coisas. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
  • [18] PENNEFATHER, Alice. Don Quixote Royal Opera House. Disponível em:. Acesso em: 01/06/2015.
  • [19] RATTO, Gianni. Antitratado de Cenografia: variações sobre o mesmo tema. São Paulo: SENAC, 1999, 188 p.
  • [20] REYNOLDS, Nancy. Repertory in Review: 40 years for the New York City Ballet. New York: Dial Press, 1977.
  • [21] ROUBINE, Jean-Jaques. A linguagem da encenação teatral - 1880-1980, tradução e apresentação. Yan Michalski.2ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.
  • [22] SAMPAIO, Flaviana Xavier Antunes. A dança contemporânea em foco: a iluminação como coautora da cena. 2011. 143 fls. Dissertação (Mestrado em Dança) - Escola de Dança, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2011.
  • [23] SCAPIN JR., Ary. O design cênico do circo: um olhar para o processo projetual. 2011. 139 fls. Dissertação (Mestrado em Design) Universidade Anhembi-Morumbi, São Paulo, 2011.
  • [24] SILVA, Eliana Rodrigues. Encenação e Cenografia para Dança. Diálogos Possíveis: revista da Faculdade Social da Bahia. Salvador, v.10, 18-32, jan-jun 2007. Disponível em Acesso em abril 2015.
Como citar:

Samarino, Débora de Oliveira; Safar, Giselle Hissa; Silveira, Yuri Simon da; "DESIGN CENOGRÁFICO: UM OLHAR DO DESIGN PARA A CENOGRAFIA EM BALÉ DE REPERTÓRIO", p. 3645-3656 . In: Anais do 12º Congresso Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design [= Blucher Design Proceedings, v. 9, n. 2]. São Paulo: Blucher, 2016.
ISSN 2318-6968, DOI 10.5151/despro-ped2016-0313

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações