Artigo Completo - Open Access.

Idioma principal | Segundo idioma

Desenvolvimento de calçados a partir do reaproveitamento de materiais, na concepção de uma coleção de moda sob a ótica do slow fashion

Developing of shoes from the reuse of materials, in the conception of a fashion collection from the slow fashion perspective

Moura, Gisele Corrêa de; Carlan, Carina Prina;

Artigo Completo:

Em tempos de fast-fashion e consumo desenfreado, o presente artigo se apóia sobre o assunto slow fashion que aborda a indispensabilidade de uma desaceleração da moda, que se faz necessária, por ser antagônica ao movimento vigente (fast-fashion) e por raciocinar sobre o futuro do setor dentro das três dominantes dimensões da sustentabilidade que são econômico, social e ambiental. Para exemplificar esta teoria em uma aplicação, esta pesquisa desenvolveu uma coleção de moda, sob o enfoque da sustentabilidade. Para tanto, tornou-se significativo compreender a camada da sociedade que consome conscientemente e como ela pode influenciar as demais camadas e promover influência em uma mudança que se fará necessária no cenário da moda e do consumo.

Artigo Completo:

In fast-fashion times and unbridled consumption, this article is based on the slow fashion subject that addresses the need for a slowdown in fashion, and it is necessary to be antagonistic the current movement (fast fashion) and reason on the future of the this sector within the three main dimensions of sustainability that are economic, social and environmental. To illustrate this theory in an application, this research developed a fashion collection, with a focus on sustainability. Therefore, it became important also to study the section of society that consumes consciously and how it may affect other layers and be influential in a change that will make necessary in the fashion and consumption scenario.

Palavras-chave: reaproveitamento, sustentabilidade, slow fashion, consumo, reuse, sustainability, slow fashion, consumption,

Palavras-chave: ,

DOI: 10.5151/designpro-CIDI2015-cidi_68

Referências bibliográficas
  • [1] ABICALÇADOS.Site oficial. Disponível em: http://www.abicalcados.com.br-html - acesso 24/1/ 2015.
  • [2] BARBIERI, J. C.; CAJAZEIRA, J. E. R. 2009. Responsabilidade social empresarial e empresa sustentável: da teoria à prática. São Paulo: Saraiva.
  • [3] BERLIM, Lilyan. 2012. Moda e Sustentabilidade: uma reflexão necessária. São Paulo: Estação das Letras e Cores Editora.
  • [4] BERLIM, Lilyan. Slow Fashion I. Publicado em 18 maio 2012. Disponível em: http://www. behaving.com.br/moda/slow-fashion-i/ - acesso 24/ 1/ 2015
  • [5] CALDAS, Dario. 2004. Observatório de sinais: teoria e prática da pesquisa de tendências. Rio de Janeiro: SENAC.
  • [6] ECOSIMPLE. Site institucional. Disponível em: http://www.ecosimple.com.br/ - acesso 22/2/ 2015.
  • [7] ERNER, Guillaume. 2005. Vítimas da moda? Como a criamos, por que a seguimos. Tradução: Eric Roland René Heneault. São Paulo: Editora Senac São Paulo.
  • [8] FIALHO. Desenhando o futuro (Site oficial). Disponível em: http://www.desenhandoofuturo. com.br/anexos/anais/design_e_sociedade/design_estrategico_e_artesanato_case_mao_gaucha.pdf fialhoet al 2012 - acesso 30/ 1/2015.
  • [9] FLETCHER, Kate; GROSE, Lynda. 2011. Moda e sustentabilidade: design para mudança. São Paulo: Senac São Paulo.
  • [10] GADALETA, Chiara. Brechó é um barato. Disponível em: http://www.correiobraziliense.com.br/ app/noticia/revista/2012/02/19/i,290114/brecho-e-um-Barato.shtml - acesso 15/ 2/2015.
  • [11] JACQUES, Jocelise Jacques de. 20 Estudo de iniciativas em desenvolvimento sustentável de produtos em empresas calçadistas a partir do conceito berço ao berço.Tese de Doutorado - UFRGS. Porto Alegre.
  • [12] JACQUES, Jocelise J.; AGOGINO, Alice M.; GUIMARÃES, Lia B. M. 2010. “Sustainable product development initiatives in the footwear industry based on the cradle to cradle concept”. Proceedings ASME. 44144; Volume 6: 15th Design for Manufacturing and the Lifecycle Conference; 7th Symposium on International Design and Design Education.
  • [13] LEE, Matilda. 2009. ECO CHIC: O guia de moda ética para a consumidora consciente. 1. ed.São Paulo: Larousse.
  • [14] LIPOVETSKY, Gilles. 1989. O império do efêmero: a moda e seus destinos nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras.
  • [15] KAZAZIAN, Thierry. 2005. Haverá a idade das coisas leves: design e desenvolvimento sustentável. São Paulo: Senac.
  • [16] KRUCKEN, Lia. 2009. Design e Território - valorização de identidades e produtos locais. Editora Studio Nobel.
  • [17] MANZINI, E.; VEZZOLI, C. 2008. O Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis – Os requisitos ambientais dos produtos ambientais. São Paulo: Ed. USP.
  • [18] MARCHIORO, C. 2010. O consumo e os sistemas de produção de moda: reflexões de sobre o fast e slowfashion. Editora EDUCS, Caxias do Sul.
  • [19] NAIME, R. et al. 2011. Implantação da Gestão Ambiental em Curtumes para a percepção do Mercado Externo. Revista INGEPRO-Inovação, Gestão e Produção, v03, nº01.
  • [20] NASCIMENTO, T.; MONTHÉ, C. 2007. Gerenciamento de resíduos sólidos industriais. Revista Analytica. Nº27.
  • [21] NOWOSIELSKI, R. ET AL. C. 2007 Methodoly and tools of ecodesign. Journal of Achievements in Materials and Manufacturing Engineering, v. 23.
  • [22] SLOW MOVEMENT PORTUGAL. Site institucional. Disponível em: http://www.slowmovement portugal.com/ - acesso 22/1/ 2015.
  • [23] WCED – World Commission on environment and development. 1987. Our common future. New York. Oxford University Press.
  • [24] WECHSLER, Solange Múglia. Criatividade descobrindo e encorajando. Campinas SP: Psy, 1998.
  • [25] ABICALÇADOS.Site oficial. Disponível em: http://www.abicalcados.com.br-html - acesso 24/1/ 2015.
  • [26] BARBIERI, J. C.; CAJAZEIRA, J. E. R. 2009. Responsabilidade social empresarial e empresa sustentável: da teoria à prática. São Paulo: Saraiva.
  • [27] BERLIM, Lilyan. 2012. Moda e Sustentabilidade: uma reflexão necessária. São Paulo: Estação das Letras e Cores Editora.
  • [28] BERLIM, Lilyan. Slow Fashion I. Publicado em 18 maio 2012. Disponível em: http://www. behaving.com.br/moda/slow-fashion-i/ - acesso 24/ 1/ 2015
  • [29] CALDAS, Dario. 2004. Observatório de sinais: teoria e prática da pesquisa de tendências. Rio de Janeiro: SENAC.
  • [30] ECOSIMPLE. Site institucional. Disponível em: http://www.ecosimple.com.br/ - acesso 22/2/ 2015.
  • [31] ERNER, Guillaume. 2005. Vítimas da moda? Como a criamos, por que a seguimos. Tradução: Eric Roland René Heneault. São Paulo: Editora Senac São Paulo.
  • [32] FIALHO. Desenhando o futuro (Site oficial). Disponível em: http://www.desenhandoofuturo. com.br/anexos/anais/design_e_sociedade/design_estrategico_e_artesanato_case_mao_gaucha.pdf fialhoet al 2012 - acesso 30/ 1/2015.
  • [33] FLETCHER, Kate; GROSE, Lynda. 2011. Moda e sustentabilidade: design para mudança. São Paulo: Senac São Paulo.
  • [34] GADALETA, Chiara. Brechó é um barato. Disponível em: http://www.correiobraziliense.com.br/ app/noticia/revista/2012/02/19/i,290114/brecho-e-um-Barato.shtml - acesso 15/ 2/2015.
  • [35] JACQUES, Jocelise Jacques de. 2011. Estudo de iniciativas em desenvolvimento sustentável de produtos em empresas calçadistas a partir do conceito berço ao berço.Tese de Doutorado - UFRGS. Porto Alegre.
  • [36] JACQUES, Jocelise J.; AGOGINO, Alice M.; GUIMARÃES, Lia B. M. 2010. “Sustainable product development initiatives in the footwear industry based on the cradle to cradle concept”. Proceedings ASME. 44144; Volume 6: 15th Design for Manufacturing and the Lifecycle Conference; 7th Symposium on International Design and Design Education.
  • [37] LEE, Matilda. 2009. ECO CHIC: O guia de moda ética para a consumidora consciente. 1. ed.São Paulo: Larousse.
  • [38] LIPOVETSKY, Gilles. 1989. O império do efêmero: a moda e seus destinos nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras.
  • [39] KAZAZIAN, Thierry. 2005. Haverá a idade das coisas leves: design e desenvolvimento sustentável. São Paulo: Senac.
  • [40] KRUCKEN, Lia. 2009. Design e Território - valorização de identidades e produtos locais. Editora Studio Nobel.
  • [41] MANZINI, E.; VEZZOLI, C. 2008. O Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis – Os requisitos ambientais dos produtos ambientais. São Paulo: Ed. USP.
  • [42] MARCHIORO, C. 2010. O consumo e os sistemas de produção de moda: reflexões de sobre o fast e slowfashion. Editora EDUCS, Caxias do Sul.
  • [43] NAIME, R. et al. 2011. Implantação da Gestão Ambiental em Curtumes para a percepção do Mercado Externo. Revista INGEPRO-Inovação, Gestão e Produção, v03, nº01.
  • [44] NASCIMENTO, T.; MONTHÉ, C. 2007. Gerenciamento de resíduos sólidos industriais. Revista Analytica. Nº27.
  • [45] NOWOSIELSKI, R. ET AL. C. 2007 Methodoly and tools of ecodesign. Journal of Achievements in Materials and Manufacturing Engineering, v. 23.
  • [46] SLOW MOVEMENT PORTUGAL. Site institucional. Disponível em: http://www.slowmovement portugal.com/ - acesso 22/1/ 2015.
  • [47] WCED – World Commission on environment and development. 1987. Our common future. New York. Oxford University Press.
  • [48] WECHSLER, Solange Múglia. Criatividade descobrindo e encorajando. Campinas SP: Psy, 1998.
Como citar:

Moura, Gisele Corrêa de; Carlan, Carina Prina; "Desenvolvimento de calçados a partir do reaproveitamento de materiais, na concepção de uma coleção de moda sob a ótica do slow fashion", p. 478-489 . In: . In: C. G. Spinillo; L. M. Fadel; V. T. Souto; T. B. P. Silva & R. J. Camara (Eds). Anais do 7º Congresso Internacional de Design da Informação/Proceedings of the 7th Information Design International Conference | CIDI 2015 [Blucher Design Proceedings, num.2, vol.2]. São Paulo: Blucher, 2015.
ISSN 2318-6968, ISBN: 978-85-8039-122-0
DOI 10.5151/designpro-CIDI2015-cidi_68

últimos 30 dias | último ano | desde a publicação


downloads


visualizações


indexações